sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Carmen protesta contra aprovação de fundo eleitoral com emendas parlamentares

Em discurso na sessão solene em homenagem ao Outubro Rosa, no plenário da Câmara, nesta quinta-feira, a deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) protestou contra o desvio de recursos de emendas orçamentárias para compor o fundo que vai financiar  as campanhas eleitorais a partir de 2018.  A medida foi aprovada, na madrugada,  pela Câmara dos Deputados sob protesto da bancada do PPS.
“Lamentavelmente  este fundo foi aprovado de madrugada. Muitos dizem que não é dinheiro da saúde, da educação, da segurança pública e de outras áreas fundamentais para a população. Fico indignada!”, criticou.
A parlamentar disse que o País está em crise econômica e não pode financiar campanha eleitoral. “Faltam recursos para tudo, o desemprego é grande. Insisto: se for com dinheiro de emendas parlamentares, fica difícil retornamos a esta Casa”, afirmou.
PEC das Mulheres
Durante o discurso, Carmen Zanotto criticou a não votação pelo plenário da Câmara da Proposta de Emenda à Constituição  (PEC 134) que prevê 10% das cadeiras da Câmara Federal, Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais  sejam destinadas às mulheres.
O acordo firmado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (PMDB-RJ), com a Bancada Feminina era para colocar a matéria em votação.
“A nossa PEC sequer foi pautada. Poderíamos perder, mas isso faz parte da democracia. Mas não foi pautada. Acham que não precisa ter mulher nos Parlamentos. Mas nós fazemos a diferença. Não vamos perder as esperanças, vamos continuar lutando do nosso jeitinho”, conclamou a parlamentar.
Lei dos 60 Dias
Ao comentar dados do  TCU (Tribunal de Contas da União)  que comprovam que houve  redução de exames de mamografia no País, Carmen Zanotto disse que “chegará o dia em que a Lei dos 60 Dias não seja mais necessária, mais isso só acontecerá depois que homens e mulheres tiverem pleno acesso  ao tratamento  adequado e de qualidade”.
Outubro Rosa
O Outubro Rosa é um movimento mundial de conscientização sobre a importância de detecção precoce de câncer de mama – o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% do total de casos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário