terça-feira, 11 de julho de 2017

Programa desenvolve novos cursos para capacitar a comunidade a abrir seu próprio negócio


 

Programa desenvolve novos cursos para capacitar a comunidade a abrir seu próprio negócio

 

“Nossa grande preocupação é trazer profissionalismo à população que está precisando de trabalho. Afinal de contas, temos grande parcela de pessoas desempregadas, mas pouca com qualificação.” Mario Hoeller de Souza

 

O assunto já não é tão constante nas rodas de conversa, mas o fantasma da crise econômica ainda assola empresas e famílias brasileiras. Para driblar esta lamentável realidade que afetou a maioria dos cidadãos do país, uma medida foi tomada e é promissora em Lages, pois agir localmente significa atenuar um problema de milhares de pessoas com ideias simples, porém, viáveis e eficazes.

O Programa Qualifica Mais Lages, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, está com um curso de qualificação e aperfeiçoamento profissional em andamento. Trata-se do curso de garçom, iniciado em 26 de junho e que prosseguirá até o dia 26 de julho. As aulas são oportunizadas gratuitamente a 17 pessoas no período vespertino (15h às 17h). As noções teóricas e práticas são ministradas no Sindicato dos Trabalhadores em Turismo, Hospitalidade e de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Lages e Região (Sintratuhl), bairro Petrópolis, onde já existe laboratório estruturado.

“Nossa grande preocupação, dentro do Qualifica Mais Lages, é em trazer profissionalismo a nossa população que está precisando de trabalho. Afinal de contas, temos grande parcela de pessoas desempregadas, mas pouca com qualificação. A manipulação de alimentos possui um vasto mercado neste processo, no entanto há pouca mão de obra habilitada. Estamos buscando cursos junto a instituições de forma voluntária, como o Sebrae, Senac, Sistema S, Ifsc, que possam colaborar com o crescimento de Lages”, sublinha o secretário de Desenvolvimento, Mario Hoeller de Souza.

Estão programados o curso de barbeiro e cabeleireiro (corte masculino), destinado a participantes dos gêneros masculino e feminino, com início em 11 de agosto, execução às sextas-feiras do respectivo mês, das 19h às 22h, e o de manicure, pedicure e depilação, que começará no dia 1º de agosto, com aulas todas as terças do mês, das 19h às 21h. As aulas serão ministradas na Diretoria de Turismo, localizada no mesmo prédio do Sintratuhl. As salas já estão montadas, com equipamentos cedidos pela Secretaria da Assistência Social e Habitação. Todas as parcerias firmadas são gratuitas, a exemplo do empresário Leozemar, que proporcionará as aulas de barbeiro de graça, e de Seomara Polleza, profissional liberal e instrutora dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

 

40 vagas

 

Para estas duas áreas de qualificação serão 20 vagas para cada uma. O público-alvo são pessoas desempregadas, vulneráveis economicamente e cadastradas junto ao Banco do Emprego, em cumprimento ao perfil, como informa uma das coordenadoras do Qualifica Mais Lages, Ivânia Wolff Anjos. Apostilas didáticas serão fornecidas sem custos. Já os materiais da prática deverão ser adquiridos pelos participantes. Para os barbeiros serão solicitados secador de cabelo, tesoura profissional, pente, máquina de corte, máquina de acabamento, navalha, capa de corte, toalhas de rosto e molhador. A lista das manicures será repassada pela instrutora na primeira aula. O curso dá direito a certificado. “Um cabeleireiro que atenda cinco pessoas por dia ganha R$ 100. E a ideia é contribuir para que estes participantes recebam nosso suporte e possam se tornar Microempreendedores Individuais (MEIs), abrir o próprio negócio. Além destas haverá as pessoas que optarão em ser inseridas ou recolocadas no mercado de trabalho, como funcionárias. Esta medida é uma determinação do secretário da pasta, Mario Hoeller de Souza”, pontua o gerente do Programa Qualifica Mais, Marcelo Lima, reiterando que as empresas especializadas reivindicam profissionais, e falta qualificação de mão de obra. “Por isso estamos trabalhando nos treinamentos para que não percamos vagas para profissionais buscados em outras cidades.”

A pesquisa no banco digital de dados do Banco do Emprego é feita pela servidora Carmen Carvalho, da coordenação do Programa, e consiste num levantamento das pessoas aptas aos cursos. “É verificado, pelo perfil e currículo, se há o enquadramento do candidato. Aí anotamos seus dados principais e entramos em contato para verificar se há interesse e é feita a inscrição”, explica Carmen.

 

Serviços em meios de hospedagem

 

De agosto a novembro será desenvolvida uma parceria com os campi do Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc) de Lages e de Urupema. Este último irá ministrar a capacitação de serviços em meios de hospedagem, direcionado a pessoas do gênero feminino a partir dos 18 anos. Serão 40 vagas e a carga será de 120 horas/aula. O curso será oferecido no período vespertino, duas vezes por semana, em Lages.

A qualificação abrange as atividades de copeiras, camareiras, recepcionistas e atendentes atuantes em hotéis, pousadas, restaurantes, motéis e afins, com foco ao bom atendimento ao turista. A pré-seleção está sendo realizada através do sistema do Banco do Emprego, para a qual o Qualifica leva em conta desemprego e vulnerabilidade financeira, priorizando-os. Já foram pré-selecionadas 20 mulheres, com as quais foi feito contato. O Ifsc abre o leque de participação a toda a comunidade. “Não precisa as pessoas virem até nós, pois a pesquisa é feita por aqui. O mercado exige esta qualificação. A Serra é uma região altamente turística, ainda mais agora no inverno. Este não deixa de ser um curso técnico. Queremos aprofundar as qualificações além das oficinas, e chegar aos cursos técnicos”, pontua Ivânia.

As inscrições começarão no dia 19 deste mês e seguirão até 6 de agosto. As aulas acontecerão no Ifsc, com certificação. As inscrições devem ser efetuadas pelo site do Ifsc www.ifsc.edu,.br ou diretamente na sede da instituição, na rua Heitor Villa-Lobos, bairro São Francisco, próximo ao Parque Órion - 3221-4200.

Há uma proposta de um curso futuro em manipulação de alimentos para os Microempreendedores Individuais (MEIs) pela parceria com o Sebrae, entidade já de união consolidada com o Programa Empreender Lages, pois há uma exigência de qualidade para quem comercializa alimentos na cidade.

 

Foto: Toninho Vieira
______________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário