segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Colegiado ouve lideranças dos bairros e encaminha providências

As reuniões são transparentes e aproximam as lideranças da Prefeitura. O próximo encontro será no dia 2 de outubro, às 8h, no bairro Petrópolis.
Em nova reunião, nesta segunda-feira (25), com 12 presidentes de Associações Comunitárias, na sede da associação do bairro Araucária, o prefeito Antonio Ceron, além de ouvir as reivindicações, apresentou uma resposta rápida e positiva aos pedidos. Apontou que ainda nesta segunda-feira, será lançado um edital para a contratação de hora/máquina, e compra de brita para a realização de um grande mutirão, que será feito ainda este ano. Além disso, sugeriu que a Semasa inclua mais R$ 300 mil no orçamento para a compra de tubulações, além das que já estão sendo colocadas nas obras do Complexo Araucária. O objetivo é atender questões pontuais, como esgotos a céu aberto e melhorias em riachos.
Como os pedidos normalmente são direcionados às obras de pavimentação, limpeza, saúde, e educação, o prefeito Antonio Ceron informou que já está em processo de licitação a empresa que deverá pavimentar as 76 ruas por onde passam os coletivos urbanos. Lembrou que já há recursos, via Fundam, e que também serão captados através do Ministério das Cidades, contemplando assim todos os bairros. Além desses recursos, informou que 50% das emendas do deputado estadual Gabriel Ribeiro serão direcionadas para assistência às comunidades de Lages. O deputado esteve presente na reunião e confirmou o direcionamento de recursos aos bairros, no atendimento aos pleitos dos presidentes. 
Recursos para reforma de casas
Do representante do bairro Bom Jesus, um dos mais carentes da cidade, veio o pedido para que a Prefeitura ajude na reforma de algumas casas. O prefeito adiantou que há recursos de até R$ 5 mil por casa, para investir em reformas, através da Secretaria de Assistência Social e Habitação. O trabalho deverá ser feito em parceria com os moradores. A Secretaria também mantém pessoal visitando in loco todas as Associações para saber delas o que está sendo feito e o que está faltando, além das audições nas reuniões abertas com o prefeito e o colegiado. “Muitas coisas discutimos internamente para que possamos atuar em melhorias no desempenho administrativo, sempre respeitando as pessoas e o dinheiro público”, ressaltou Ceron.
Demais pleitos

Na área da saúde, a Secretária Odila Waldrich mais uma vez disse que o atendimento estendido até às 22h será feito uma vez por mês, em cada Unidade, e informou que uma nova UBS será construída em 2018 para atender os bairros Vila Nova e o Caça e Tiro. Um estudo será feito para ver da possibilidade de destinar futuramente a atual Unidade para a Associação de Moradores instalar a sede própria. No campo da educação, foi reforçado o pedido para que os pais efetuem o recadastramento para as vagas nas creches. Também se falou sobre a programação do Natal, que se estenderá em nove regiões da cidade, e todas com a participação de atrações sugeridas pela comunidade.

Depredação ao patrimônio
O secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô, ao se pronunciar, disse que os trabalhos em toda a cidade estão sendo feitos na medida do possível. Porém, fez um apelo aos presidentes para que ajudem em suas comunidades a cuidar dos bens públicos, prevenindo as depredações das lixeiras, das luminárias públicas e das árvores e flores. “Nada está sendo feito para o prefeito ou para os secretários, mas sim para as pessoas que vivem nos bairros”, disse.


Atletas de Lages conquistam bons resultados na 3ª etapa do Campeonato Catarinense de Bicicross

Delegação lageana participou da etapa com 14 representantes

No último sábado (23), a equipe lageana da Associação Serrana de Ciclistas (ASC) participou da 3ª etapa do Campeonato Catarinense de Bicicross. O evento foi realizado em Balneário Camboriú e reuniu mais de 200 pilotos de diversas cidades de Santa Catarina.
A delegação lageana participou da etapa com 14 atletas:
  • Heitor Machado - 1° Lugar categoria Cruizer até 12 anos, 3° Lugar na categoria Boys 8 anos e 7° lugar na categoria Super 10 anos.
  • Igor Lourenço - 3° lugar na categoria Boys 11 anos
  • Luan de Oliveira - 2° lugar na categoria Boys 11 anos
  • Gustavo Alves - 6° lugar na categoria Boys 12 anos
  • Eduardo Chaves - 7° lugar na categoria Boys 16 anos
  • Gustavo Madureira - 4° lugar na categoria Boys 16 anos e 8° lugar na categoria Super 20
  • Lucas de Matos - 6° lugar na categoria Expert 17-18 anos
  • Wesley Lopes - 2° lugar na categoria Expert 17-18 anos
  • George Ehing - 4° lugar na categoria Elite Master e 5° lugar na categoria Super 20
  • Willian Maineriche - 5° lugar na categoria Elite Master e 6° lugar na categoria Super 20
  • João Victor Klein - 1° lugar na categoria Cruizer 17-24 anos
  • Tyrone Machado - 2° Lugar na categoria Cruizer 35-39 anos
  • * Kauan Day Furtado - 3° lugar na categoria Elite Man

(* Kauan Day Furtado - que aparece na foto no pódio segurando o cheque da premiação, será um dos atletas a representar Lages na 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina - Jasc, na modalidade de bicicross com grades chances de medalha para Lages.)

O Campeonato Catarinense é organizado pela Federação Catarinense de Bicicross e já passou pelas cidades de Brusque, Jaraguá do Sul e Balneário Camboriú, e terá sua 4ª etapa realizada nos dias 7 e 8 de outubro em Lages. Para sediar a etapa, o Município de Lages, através da Comissão Central Organizadora (CCO) dos Jogos Abertos e a Fundação Municipal de Esportes (FME), com auxílio da Associação Serrana de Ciclistas (ASC), está finalizando a revitalização da pista de Bicicross Julio Cesar Sens, que também será palco das competições dos Jogos Abertos de Santa Catarina.

VIII Conferência Municipal de Saúde será realizada nos dias 2 e 3 de outubro

As discussões serão realizadas no Centro de Ciências Jurídicas da Uniplac

A Secretaria de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde realizam, nos dias 2 e 3 de outubro, uma segunda e terça-feira, a VIII Conferência Municipal de Saúde. O evento que acontece no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Uniplac, terá como tema central “A Construção do Plano Municipal de Saúde de Lages - 2018 a 2021”.

A abertura da conferência será na segunda-feira (2), às 18h. Na terça-feira (3), entre às 8h e 17h, serão discutidos os seguintes sub-eixos:

- Aperfeiçoamento na qualificação profissional;
- Melhoria no processo de trabalho e atendimento humanizado;
- Melhoria na comunicação e divulgação das informações e ações da SMS;
- Otimização da gestão e captação de recursos financeiros;
- Otimização da gestão das informações e indicadores para monitoramento e tomada de decisão;
- Integração com outras esferas de governo, entidades públicas, privadas e terceiro setor;
- Ações de Vigilância em Saúde (Promoção, Prevenção, Recuperação e Fiscalização): Atenção Básica; Atenção Especializada; Vigilância Sanitária e Ambiental; Vigilância Epidemiológica e Saúde do Trabalhador.

Serviço
O que: Conferência Municipal de Saúde
Quando: segunda-feira (2) - abertura às 18h e terça-feira (3), entre 8h e 17h
Local: Centro de Ciências Jurídicas da Uniplac (CCJ)


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

O evento da Semana Farroupilha encerrou oficialmente na última quarta-feira com ato marcado por honrarias

O encerramento da Semana Farroupilha 2017 “Boi de Botas, Eu sou” do CTG Planalto Lageano ocorreu na última quarta (21) com a entrega de medalhas e honrarias. A programação contou com intensas atividades, tais como, palestras, apresentações artísticas, cavalgada e gastronomia campeira. O patrão do CTG Sr. Telles destacou a importância do apoio da prefeitura e empresas privadas oportunizando a realização de um evento de suma importância para cultura lageana.
No ato de encerramento, o presidente da Fundação Cultural Gilberto Ronconi salientou de que é fundamental importância a presença de crianças e jovens praticando esportes, cultura, ocupando-se da arte e do bem para as novasgerações e o futuro da nossa cidade. Já Luis Carlos Pinheiro Filho salientou que o evento elevou a alma do povo lageano, através da sua cultura e identidade tradicionalista, fortalecendo as características e a história, através do caminho das Tropas e da bravura do povo serrano, como foi registrado historicamente no fato“Lages Boi de Botas, E Sou”.
No evento de encerramento foi lançada a data da Semana Farroupilha 2018. Será de 14 a 20 de setembro. Também foi confirmada da realização da tradicional cavalgada, prevista para odia 15 de setembro de 2018.
No entanto, outros eventos ainda estão acontecendo no decorrer deste final de semana. Confira a programação final:

Sexta - 22 de setembro
20h00 Mauro Moraes Teatro do SESC

Sábado - 23 de setembro
13h00 Apresentação com Daniel Silva
Local Lages Garden Shopping
20h00 – UilianMichelon Teatro do SESC
Mais informações sobre UilianMichelon

O espetáculo instrumental apresentado pelo acordeonista UiliamMichelon oferece ao público uma síntese da música feita com seriedade e dedicação à arte. O repertório é composto, na sua grande maioria, por composições autorais do acordeonista, refletindo suas várias influências, que passeiam pela música tradicional, chamamè, tango, jazz, mpb e música clássica, resultando em nuances de campo e cidade, tradicional e contemporâneo
Mais sobre o músico: UiliamMichelon é Músico (Acordeonista), Arranjador, Compositor e Professor de Acordeom. Natural de Vacaria/RS, teve como principais professores os senhores João Maria Pinheiro da Rosa (Vacaria/RS) e Oscar dos Reis (Caxias do Sul/RS), tendo este último, feito especializações em acordeom na Rússia, Itália e Espanha, com os principais nomes do acordeom mundial.

20h30 Jantar Comemoração do Dia do Gaúcho às 20h00
Conjunto de Arte Folclórica Garrão de Potro, na associação dos aposentados, na Av. Belizário Ramos, próximo a ACIL, as 20h30
Cardápio: *massas, *galeto, *saladas, *polenta Terá também apresentação das danças tradicionais gaúchas. Sorteio de brindese bingo.

Domingo - 24 de setembro
13h00 Apresentação com Giancarlo Orsoleta
Local Lages Garden Shopping


Câmara sugere implantação de atendimento pré- hospitalar na Companhia de Aviação da PM em Lages


Os vereadores aprovaram na sessão de segunda-feira (18) a moção legislativa 240/2017, que reivindica ao governo do estado providências para implantação do projeto de suporte avançado em atendimento pré-hospitalar na Companhia de Aviação da Polícia Militar, instalada em Lages, com disponibilização de um médico para desempenhar funções nas operações diárias.
Autor da proposição, o vereador Mauricio Batalha Machado (PPS) explica que quando o helicóptero da PM, o Águia 04, necessita de apoio de um profissional médico, a Central de Regulação de Emergências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) é acionada e um médico é disponibilizado para realizar atendimento ou acompanhar no deslocamento. Entretanto, essa situação acaba deixando o quadro de profissionais da região de Lages ou São Joaquim, área de circunscrição do Batalhão de Aviação, reduzido para realização dos demais atendimentos.
“Nas cidades de Joinville e Florianópolis isso já acontece, então a ideia é que um médico seja contratado das 7h30min até às 19h30min e permaneça a disposição da aeronave para realizar esses atendimentos, a fim de garantir plena efetividade aos serviços de atendimento pré-hospitalar da Companhia de Aviação em Lages”, enfatizou o vereador. O documento ainda aponta que nos últimos 12 meses o Águia 04 de Lages atendeu 123 missões envolvendo atendimento pré-hospitalar, missões de misericórdia, transporte inter-hospitalar, resgates e salvamentos, além de atendimentos de transporte de órgãos, com um total de 66 pessoas atendidas.
A reivindicação será encaminhada para análise do governador do estado, Raimundo Colombo (PSD), ao secretário estadual de Segurança Pública, César Augusto Grubba, e ao secretário estadual da Saúde, Vicente Caropreso. “Devido a disponibilidade, mobilidade e capacidade estrutural do Águia 04 nota-se que essa estrutura pode ser incrementada com prestação de um serviço de atendimentos a urgências através de suporte avançado à vida, isso em parceria com o BAPM e o SAMU, o que trará maior efetividade na prestação dos serviços de saúde na região”, salientou o autor da matéria.



Identificados potenciais turísticos de Ponte Alta

Os prefeitos conheceram na reunião em Ponte Alta, o primeiro levantamento de potencialidades turísticas realizado pela equipe da Amures e que será executado nos 18 municípios da Serra Catarinense. O trabalho de campo contemplou captura de imagens em 4K com drone, vídeos em 360º, fotografias dos pontos turísticos, georreferenciando e inventário de cada ponto público ou privado.
A assessora de turismo da Amures Ana Vieira e o jornalista Onéris Lopes realizarão nos próximos dias a devolutiva à comunidade do levantamento turístico de Ponte Alta. O prefeito Luiz Paulo Farias agradeceu ao presidente da Amures e a equipe que trabalhou nos últimos dois meses nesse projeto.
“A partir desse diagnóstico turístico poderemos atrair investidores de fora e incentivar os empresários locais a incrementar os negócios com aptidão para o turismo”, reconheceu o prefeito. Ele participou da cavalgada do sítio do Jucão até o Hotel Fazenda Gralha Azul e revelou que uma nova cavalgada integrando Ponte Alta, São Cristóvão do Sul e Ponte Alta do Norte está sendo planejada para fomentar o turismo.
À noite, o presidente da Amures participou no Centro de Eventos em Ponte Alta, da programação cultural do aniversário do município. Exposição das escolas e apresentações de danças lotaram o Centro de Eventos na Noite Cultural, onde teve até apresentação das Meninas de Rio Negro e Show com o Grupo Fogo de Chão na Praça central.



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Praça dos Bandeirantes está revitalizada

ão conjunta entre Semasa e Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente recuperou o espaço público
Após muitos anos desativado o chafariz da Praça dos Bandeirantes, localizada na Avenida Marechal Floriano, próxima ao Centro Universitário Unifacvest, voltou a funcionar. Uma ação da Secretaria de Águas e Saneamento (Semasa) que “adotou” o espaço público proporcionou a revitalização geral do local. Os serviços de melhorias foram concentrados no sistema de iluminação pública, plantio de flores, podas de árvores, trocas de peças do sistema hidráulico, do motor e bombeamento do chafariz, entre outros. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos também auxiliou na execução dos serviços de recuperação da Praça dos Bandeirantes.
O prefeito Antonio Ceron e o vice Juliano Polese prestigiaram o ato de entrega na noite de segunda-feira (18). “Uma nova praça, muito bonita e aconchegante. Pedimos que a comunidade colabore e nos ajude a preservar os espaços e o patrimônio público. Iniciativas como esta tornam nossa cidade ainda mais bela”, ressaltou o prefeito Ceron.

A história conta que a Praça recebeu este nome em homenagem aos bandeirantes desbravadores do Brasil. Lages foi fundada por um bandeirante paulista de origem portuguesa, Antonio Correia Pinto de Macedo. Este espaço foi inaugurado na administração do Prefeito Vidal Ramos Júnior, na década de 50.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Teatro Municipal Marajoara

Idealizada pela atriz Mitzi Evelyn, que divide a cena com Carolina Taulois, a peça com direção de Leo Gama, será apresentada no Teatro Marajora nesta quinta-feira (21)

Baseado em fatos reais, o espetáculo fala sobre a violência contra a mulher e a omissão dos fatos por parte das vítimas. Escrito por Jarbas Capusso Filho, possui a direção de Leo Gama e atuação das atrizes Mitzi Evelyn e Carolina Taulois. Após duas temporadas na cidade do Rio de Janeiro, Alices fará sessão em Lages (Teatro Municipal Marajoara - 21/09), a peça também terá apresentação em Xanxerê no dia 23.

Em janeiro de 2010, em Belo Horizonte, Maria Islaine de Morais, de 31 anos, estava trabalhando quando for surpreendida pelo ex-marido, que a matou com sete tiros. Antes do crime, ele já havia ameaçado diversas vezes a vítima, que registrou pelo menos oito boletins de ocorrência contra ele. Comovido com este brutal assassinato, o dramaturgo e roteirista Jarbas Capusso Filho resolveu escrever sobre a violência contra as mulheres.

Em 2012, a atriz Mitzi Evelyn se encantou com o texto de Capusso e se dedicou ao projeto, até então inédito no Brasil. “A peça aborda o tema de forma contundente, porém poética e lúdica. Queremos chamar atenção do público para uma reflexão sobre a violência que ainda destrói tantas mulheres”, destaca a idealizadora.

Para dirigir o espetáculo, Mitzi convidou Leo Gama, que trabalha na TV Globo há 30 anos e atualmente é Gerente Artístico de Pesquisa de Criadores, que abrange o corpo criativo da emissora com autores, diretores e assistentes de direção. Alices marca sua estreia no teatro, como diretor. “Adaptamos o texto original a partir de um intenso trabalho feito nos ensaios”, destaca Gama, que também assina a adaptação.

Sinopse
Em um não lugar e um não tempo, duas vítimas relatam trechos de suas vidas e se reconhecem através de histórias e lembranças. Baseado em fatos reais, o espetáculo fala sobre a violência contra a mulher e a omissão dos fatos.


Assistência Social e Habitação promove capacitação para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil

A ação é dirigida aos profissionais do Conselho Tutelar, Assistência Social, Educação e Saúde, que atuam na rede de atendimento do município

A Diretoria de Proteção Social Especial de Média Complexidade/ Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, da Secretaria de Assistência Social e Habitação, realiza nesta terça-feira (19), uma capacitação sobre Ações Estratégicas para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. A ação que acontece durante todo o dia, no Grande Hotel Lages, reúne cerca de cem profissionais do Conselho Tutelar, Assistência Social, Educação e Saúde, que atuam na rede de atendimento do município.
Na abertura do evento, o vice-prefeito, Juliano Polese, destacou a necessidade de aprofundamento da discussão do tema. “Porque ainda existem pessoas que defendem a necessidade do trabalho infantil. É uma cultura que precisa ser erradicada”, afirmou.
Para o secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, “o desafio é mudar essa visão ultrapassada e construir estratégias para enfrentamento do trabalho infantil que pode causar prejuízos à formação e ao desenvolvimento integral de crianças e adolescentes”. Nesse sentido, a diretora de Proteção Social Especial de Média Complexidade, Aline Bernardi destacou que desde abril deste ano estão sendo realizadas inúmeras atividades, com os profissionais da rede, através do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).
A capacitação está sendo ministrada pelo professor e Pós-Doutor em Direito, André Viana Couto. Segundo ele, a maioria das práticas de trabalho foi construída em determinados momentos históricos, e apesar de todos os avanços continuam se reproduzindo. Dados da Fundação Abrinque apontam que no país, existem de 2,6 milhões de crianças e adolescentes, entre 05 e 17 anos, em situação de trabalho infantil.

Apesar de ainda ser um número alto, segundo o professor Couto, já houve uma redução de 70% nos últimos 20 anos. Os avanços variam entre os municípios, alguns apresentam uma incidência maior, dependendo das práticas de enfrentamento adotadas. “Um dado significativo da pesquisa também aponta que quanto maior a escolaridade da mãe, menor será o índice de exploração do trabalho infantil, independentemente da renda salarial. Isso significa que a educação é uma importante ferramenta nesse processo”, ressaltou Couto.

“Monge João Maria” ganha estátua na Praça Siqueira Campos

A iniciativa foi de fiéis do Santuário Santa Cruz e a estátua foi patrocinada por 12 empresários

Na sexta-feira (15), a comunidade católica ligada ao Santuário Santa Cruz, em Lages, inaugurou a estátua do “Monge João Maria”, implantada na Praça Siqueira Campos, onde está localizada esta popular Igreja. O ato inaugural ocorreu após a Santa Missa rezada pelo pároco da Catedral Diocesana, Pe. Valdir Goedert, e em seguida centenas e fiéis e populares ali presentes participaram de jantar de confraternização e bingo, no salão comunitário, em frente à praça.
O coordenador do Conselho de Pastoral Comunitária (CPC), Domingos Rodrigues, disse que a ideia do monumento com a estátua do monge surgiu em 2013, durante a tradicional Festa de Santa Cruz. “Ela foi aprovada pelo CPC e pelo Pe. Valdir. Em seguida foi feito o orçamento da estátua e a busca pelos financiadores do projeto. São 12 benfeitores, cada qual tendo contribuído com R$ 1 mil. A estátua construída em concreto armado, é de autoria do escultor João Batista”, relata Domingos.
Domingos explica que a inauguração do monumento se deu no dia 15 de setembro, por ocasião da passagem do dia da Exaltação da Santa Cruz, concelebrada naquele santuário, na véspera, 14 de setembro.
Muitos fiéis, a maioria deles idosos, em demonstração de culto à memória dos antepassados, os quais eram, por assim dizer, adeptos dos ensinamentos e mensagens deixadas pelo “monge” - popular eremita que visitava, periodicamente, a região serrana de Santa Catarina, no século XIX -, fizeram questão de tocar a escultura com as mãos (sinal de respeito e veneração).
Segundo a literatura histórica, João Maria teria passado por Lages e bebido da água da fonte da Cacimba, e feito pouso nas imediações, onde também plantou uma cruz de cedro. “A cruz está em redoma de vidro no altar da Igreja desde 1862. Conta-se que ao talhar esta cruz notou-se que não havia o prego mestre para sustentar a madeira que formava os braços”, fala o coordenador do CPC.
Então, diante deste fato, teria dito o monge: “Saiam dois homens. Caminhem por esta rua e encontrarão um galpão. Entrem e passem a mão sobre a linha no canto esquerdo de quem entra. Lá encontrarão o prego”. E tudo teria acontecido tal qual dissera o “Monge João Maria”.
 Tal ocorrência motivou, posteriormente, a construção, primeiramente, da Capela Santa Cruz, isso em 1870, quando era vigário geral de Lages o Pe. Antonio Esteves.

Participação da Prefeitura

Presente à solenidade de inauguração desse monumento, o secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô, disse que a prefeitura em colaboração com o CPC da Igreja construiu o pedestal, em concreto e pedra, e também melhorou o sistema de iluminação da praça, fez a poda de árvores, plantio de novas mudas e cultivo de flores.


sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Melhor hambúrguer do Brasil em destaque na Câmara de Lages


No dia 2 de outubro, a Câmara de Vereadores concede uma moção de aplauso e parabeniza o senhor Dmitri Vaz Arruda pela classificação no concurso “O melhor hambúrguer do Brasil”, realizado pelo programa de culinária “Mais Você”. Proposto pelo vereador Bruno Hartmann (PSDB), o evento acontecerá a partir das 19h, no Plenário Nereu Ramos, localizado na rua Otacílio Vieira da Costa, 280, no Centro.

Proprietário do restaurante Jimmy Burguer, o chefe lageano, formado em gastronomia, teve seu prato classificado entre os 12 melhores hambúrgueres do país, sendo o único catarinense na disputa. Denominado “Bomba de Queijo”, sua receita chegou a semifinal da competição. “Esta moção parabeniza e aplaude o autor da receita pela ousadia, talento e empreendedorismo na criação de seus hambúrgueres e pelo resultado alcançado no referido concurso, que conferiu destaque e reconhecimento da culinária lageana e catarinense para todo o Brasil”, destaca a matéria. 

Perguntas sobre o Centro Cultural Vidal Ramos são feitas na Câmara

Com o intuito de requerer informações sobre a atual situação do Centro Cultural Vidal Ramos (Colégio Rosa), o vereador David Moro (PMDB) apresentou o requerimento 155/2017, que pergunta sobre o tipo de parceria realizada pelo Governo do Estado e o Sesc, se existe um convênio e se este é oneroso ou gratuito. Também indaga sobre quais os benefícios que esta parceria tem trazido à população e os cursos que são oferecidos no local são gratuitos ou cobrados.
Um dos principais símbolos da história de Lages, inaugurado em 1913, o Colégio Rosa passou por uma grande reforma cujo investimento por parte do Governo do Estado foi superior a R$ 6.5 milhões. Em seguida, o local sediado no Centro da cidade foi cedido ao Sesc, que disponibiliza no local galerias de arte, espaço para aulas artísticas, dança, música, teatros e cursos literários, além de um pequeno cinema, um café e uma biblioteca especializada na história da cidade e região.

“Precisamos ter estas informações para nós vermos onde está indo o nosso dinheiro, a forma como está sendo aplicado e qual retorno à população, porque 6.5 milhões daria para fazer quantas salas de aula, quantas creches”, indaga o vereador. A matéria foi encaminhada ao governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo; ao gerente do Sesc Lages/SC, Sebastião Moura; ao executivo da Agência de Desenvolvimento Regional Lages, João Alberto Duarte; e ao diretor da Gerência Regional de Educação (Gered) de Lages, Humberto Aloízio De Oliveira.

Poste na rua Independência está seguro apenas pelos fios

No requerimento 156/2017, aprovado na Câmara de Lages, o vereador Pedro Figueredo (PSD) solicita a troca de um poste de energia localizado no fim da rua Independência, às margens da via férrea, no bairro Dom Daniel. O pedido é encaminhado ao gerente regional da Celesc em Lages, José Afonso Marin.
Segundo o vereador proponente, o referido poste está torto e seguro apenas pelos fios de energia, o que coloca em risco os veículos e as pessoas que passam pelo local, já que pode cair a qualquer momento. “Queria que o gerente regional mandasse o pessoal dar uma olhadinha lá, porque o poste está em riscos à comunidade, população, criança, até mesmo um animal que passe lá”, argumentou Pedro Figueredo.

A convite da Deputada Carmen Zanotto, Senador Cristovam Buarque cumpre agenda em Santa Catarina

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF), estará desembarcando em Santa Catarina no próximo domingo (17). O convite foi feito pela deputada federal Carmen Zanotto que preside o PPS Estadual e é vice-líder do partido na Câmara Federal.  

O encontro político acontece na Câmara de Vereadores de Itajaí a partir das 15h30min. São esperadas lideranças de várias regiões do Estado. O senador irá realizar uma coletiva com a imprensa às 15 horas.  

Recentemente Cristovam apresentou Projeto de Lei que permite aos estados, Distrito Federal e os municípios, por meio de uma cooperação federativa, transferirem para a União a responsabilidade por oferecer o ensino básico. 

O projeto também institui o padrão nacional mínimo de qualidade da educação básica que inclui parâmetros de estrutura física, remuneração e capacitação docente e adoção do horário integral a serem assegurados pelo Governo Federal às escolas da rede pública. A proposta está sendo analisada pela Comissão de Educação que promoverá uma audiência pública sobre o tema.

Em um confuso cenário na sucessão presidencial, Cristovam se colocou à disposição do PPS para concorrer ao cargo, esse fato acabou originando um forte movimento nas bases do Partido, denominado "Brasil Em Frente", defendendo candidatura própria para Presidente da República.

Agenda 

13h30min - Recepção ao Senador Cristovam Buarque pela a Deputada Carmen Zanotto e lideranças políticas no Portão de   Desembarque do Aeroporto Internacional de Navegantes
15h - Coletiva de imprensa no Plenarinho da Câmara;
15h30min - Encontro regional do PPS na Câmara de Vereadores de Itajaí
18h - Viagem para Brusque.

Com informações da Secretaria de Comunicação do PPS-SC


:

Prefeito Ceron reafirma legado dos Jogos Abertos em Lages

Nossa expectativa é muito grande. Lages já vive o clima dos Jogos Abertos com eventos esportivos queesta sendo realizados na cidade”, disse o prefeito Antonio Ceron.
A realização da 57ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina em Lages deixará uma marca na cidade. Além do grande número de pessoas circulando durante os jogos, de 03 de 11 de novembro, as obras físicas com as melhorias das praças esportivas, escolas públicas que servirão como alojamentos e o complexo esportivo do ginásio Jones Minosso serão de fundamental importância para o desenvolvimento do esporte local.
Para o prefeito Antonio Ceron, o convênio com o Governo do Estado, no repasse de recursos, na ordem de R$ 2.500.00,00 viabilizam também os trabalhos ligados diretamente ao esporte de base e amador. “Nossos ginásios estão sendo reformados, o estádio municipal e a pista do atletismo estão sendo melhorados, a pista de bicicross, os campos de futebol do bairro Vila Mariza e do Amador, no Pisani. Tudo isso ficará à disposição da comunidade depois dos JASC”, enfatiza.

O prefeito cita também que algumas ações de infraestrutura viária serão feitas com recursos próprios da municipalidade. “A cidade já vive o clima dos Jogos Abertos. Na semana passada tivemos jogos de basquete na rua e no ginásio Ivo Silveira, a final da Copa do Brasil de Futsal Feminino foi um evento-teste para a nossa organização local. Em outubro teremos provas de Downhill e Bicicross e as Leoas voltam à quadra na final do Catarinense, além do amistoso da Seleção Brasileira de Futsal Feminino contra o Paraguai. Teremos também o envolvimento de todos os alunos da rede pública de ensino, municipal e estadual, prestigiando as competições. Enfim, uma série de fatores que elevam a autoestima dos lageanos e que movimenta a cidade economicamente”, conclui Ceron.

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Infracea vence licitação para administrar Aeroporto de Lages

Duas empresas se habilitaram para o certame licitatório, sendo que a homologação da vencedora poderá ser feita ainda nesta semana
Duas empresas participaram da licitação pública para contratação de empresa administradora do Aeroporto Federal Antônio Correia Pinto de Macedo. A vencedora foi Infraestrutura em Controle do Espaço Aéreo e Aeroportos (Infracea Serviços Aéreos). “A homologação da licitação está prevista para sexta-feira (15)”, informa o secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô (Tchá Tchá).
Com a contratação de empresa administradora, a prefeitura de Lages irá ficar apenas com a responsabilidade de fiscalização geral. “Ao deixar a administração aos cuidados de empresa contratada, a prefeitura irá remanejar cerca de dez servidores públicos, de acordo com as atividades que cada um deles ainda exerce, no Aeroporto. São servidores que atuam desde a área de gerência, segurança e serviços gerais, por exemplo. Ali atuará apenas um fiscal”, salienta Tchá Tchá.
O secretário afirma que com a terceirização daquele setor administrativo o Município terá economia de recursos financeiros e espera-se que haja também melhoria na qualidade técnica dos serviços públicos naquele local prestados. “Esses serviços ficarão a cargo de empresa especializada na área de administração aeroportuária”, conclui.
Segundo informação do atual diretor administrativo, Klaus Ramos Klinger, cerca de 180 movimentos de aeronaves - de empresas comerciais, de órgãos públicos e da iniciativa privada - são registrados mensalmente, no Aeroporto de Lages. “A empresa Azul mantém em operação quatro voos de transporte de passageiros e cargas: às segundas, quartas e sextas-feiras, e no domingo. São voos com chegada a Lages às 15h10min e retorno a Campinas (SP) às 15h45min.”


CPMI da JBS não pode ser usada como retaliação, diz Carmen Zanotto


A deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) disse esperar que a CPMI (Comissão Parlamentar de Inquérito Mista) da JBS, instalada semana passada, não seja usada para retaliar o Ministério Público Federal. O principal foco das investigações são os empréstimos obtidos pelo grupo J&F, que controla o JBS, junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).
Mas o presidente do colegiado, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) já antecipou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o relator dos processos da Operação Lava Jato no STF, Edson Fachin, serão convocados para depor.
“Uma CPMI dessa magnitude exige muita responsabilidade na condução dos trabalhos para que não seja apurado apenas um lado. Não pode ser usada para retaliar o Ministério Público Federal, nem a Operação Lava Jato ”, reagiu a parlamentar.
O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) integra a CPMI.
Relator
Nesta semana, a escolha do relator dos trabalhos da comissão, deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), gerou reações. Os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e Otto Alencar (PSD-BA) deixaram a comissão alegando que Marun integra a chamada “tropa de choque” do presidente Michel Temer no Congresso Nacional.

“As denúncias são gravíssimas e devem ser apuradas com a isenção que o momento exige. Até porque os olhos da sociedade estarão voltados para essas investigações”, alertou Carmen Zanotto.

Prefeito negocia dívidas de precatórios junto ao Tribunal de Justiça

Nas reuniões junto ao TJ, o prefeito busca uma maneira mais rápida visando saldar as dívidas dos precatórios.

O prefeito AntonioCeron, juntamente com outros chefes do executivo, inclusive, a presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Adeliana Dal Pont, prefeita de São José, esteve nesta última quarta-feira (13), no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em Florianópolis para novas conversações sobre as dívidas de precatórios. Em reunião como presidente do TJ, o desembargador Torres Marques foi conversado sobre a possibilidade da liberação de recursos de depósitos judiciais, exatamente para que os municípios possam pagar seus precatórios. Conforme o prefeito Ceron, já existe uma abertura para que isso aconteça, a partir de decisão do ministro, Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).
O prefeito que está tratando do assunto pessoalmente, disse que a reunião no Tribunal de Justiça foi bastante produtiva, com a questão bem encaminhada. – Nós estamos muito otimistas, e assim como outros municípios, Lages tem a possibilidade de acessar os recursos dos depósitos judiciais, e que serãousados única e exclusivamente para pagamentos de precatórios. Conforme ainda disse, o município de Lages acumula uma dívida em torno de R$ 25 milhões.
AntonioCeron reiterou também que, a partir dos novos encaminhamentos há possibilidade de que os credores possam receber os seus créditos de maneira mais rápida. Na próxima segunda-feira, 18, está agendada uma nova reunião na Capital, junto ao Tribunal de. O relator da Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa (Alesc), o deputado Marcos Vieira também esteve presente e acompanhou a reunião, e deu suporte aos propósitos dos prefeitos.


quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Legislativo Lageano celebra as campeãs nacionais Leoas da Serra


Uma verdadeira máquina de gols, com uma defesa praticamente intransponível, assim pode ser definida a equipe das Leoas da Serra na vitoriosa campanha da 1ª Copa do Brasil de Futsal. Foram oito jogos, com sete vitórias e um empate. Melhor ataque e defesa da competição, com 49 gols pró e 4 contra. Na final, duas goleadas sobre a equipe amazonense do Iranduba: 5 x 1 em Manaus e 6 x 0 em Lages, em um Jones Minosso lotado por uma torcida extasiada.
Com a conquista, as Leoas vão disputar em 2018 a Copa Libertadores de Futsal Feminino, enfrentando equipes de todo o continente sul-americano. Por levar o nome de Lages a todos os cantos do país, a Câmara Municipal prestou homenagens às históricas campeãs nacionais. A proposição partiu dos vereadores Aida Hoffer, Gerson Omar dos Santos e Jean Pierre Ezequiel (todos do PSD) e Mauricio Batalha Machado (PPS).
Atletas, comissão técnica e dirigentes receberam diplomas especiais do Legislativo e medalhas alusivas à conquista. Além disso, a melhor jogadora do mundo, Amandinha Lyssa; a capitã e artilheira da Copa do Brasil com dez gols, Greice Behn; e a lageana Amanda Souza, presente desde o início do projeto esportivo em 2013, também foram reverenciadas a parte.
Também seria homenageada na noite a autora do gol de placa Jéssica Sant’anna, a Getúlio, famosa no país todo pelo gol de lambreta marcado na semifinal do torneio. No entanto, por motivos profissionais, ela não pôde se fazer presente. Uma nova data deverá ser marcada para que a atleta receba o diploma do Legislativo Lageano. Outras ausências foram as atletas Beatriz Mariano, Diana Santos, Kawane Ribeiro e Lediane Marcolan.

Confira a relação das homenageadas:

Atletas
Amanda Cristina Souza
Amanda Lyssa de Oliveira Crisóstomo
Fernanda Fernandes
Gislene Costa
Greice Behm
Jhennif Karonlay da Silva Machado
Juliana Santa Catharina
Luana Rodrigues de Souza
Miriam Thais Werle
Rúbia Teresinha Ferreira Wasmann
Thais Amaral Fernandes Moreira

Comissão Técnica
Rafaela Vicentina Alves Nicolete
Alberto de Souza
Volnei Correa da Silva
Anthony Rodrigues
Luana Barbosa Mazzuchetti
Guilherme dos Santos Lima

Presidente
Geane Ferreira de Jesus


“’As mulheres são o sexo frágil’, é uma citação ultrapassada e somente para aquelas pessoas que não conhecem o rugido das Leoas”, disse o vereador Jean Pierre.

“O Brasil inteiro conheceu a nossa cidade através de vocês. Nada mais justo em fazer esta homenagem, aprovada por todos os vereadores, e reconhecer as Leoas. O talento é de vocês, das atletas, da equipe, do clube que se esforça para isso”, reconheceu o vereador Gerson, que afirmou que os lageanos tem muita alegria em ser representados por este time.

“Vocês nos representaram muito bem e fica aqui nosso carinho, desta Casa, o respeito e dizer que vocês são parte da família lageana. (...) Desejo que este sucesso continue por muitos e muitos anos e que possam ainda trazer muitas alegrias para nos”, afirmou Aida.

“Hoje não somos mais só conhecidos como a Capital do Turismo Rural, mas somos conhecidos como a Capital Brasileira do Futsal Feminino e isso graças a vocês, atletas, dirigentes, comissão técnica. Isso tudo traz um espírito renovado de esporte”, apontou Mauricio Batalha, que fez um apelo para que mais pessoas e mais empresas venham a colaborar com as Leoas, especialmente pelo projeto social que desenvolvem.

Leoas da Serra é um projeto esportivo e de inclusão social à mulher

Tendo como lema “Esporte, inclusão social e valorização da mulher na Serra Catarinense”, a Associação Leoas da Serra atua em duas frentes: o esporte de rendimento e a inclusão social através do esporte. Foi fundada como associação independente em fevereiro de 2015, mas já atuava desde 2013 como um departamento da equipe de futebol Inter de Lages. No campo esportivo, as Leoas já acumulam títulos de campeão catarinense e um vice-campeonato nacional.
As atletas de rendimento, muitas delas jogadoras da Seleção Brasileira, recebem bolsas de estudo, moradia, alimentação, assistência médica e odontológica. Em contrapartida, ministram aulas de futsal feminino gratuitamente para mais de 400 meninas, entre 6 e 12 anos, em oito polos espalhados por diferentes regiões da cidade. O projeto, inclusive, já foi premiado pelo Instituto Gustavo Kuerten (IGK) pela promoção da inclusão social através do esporte.
A única exigência para participar do Escola de Leoas é que as alunas estejam matriculadas na rede de ensino, o que contribui contra a evasão escolar. Além do aspecto esportivo, o projeto é um instrumento de empoderamento feminino e de combate à violência doméstica contra a mulher, também são fornecidos através dele atendimento médico e noções de cidadania às alunas.
O projeto Escola de Leoas foi aprovado pelo Ministério do Esporte, com isso, a iniciativa privada também pode contribuir com esta causa. Pessoas físicas podem doar até 6% do Imposto de Renda ao projeto, enquanto empresas tributadas por Lucro Real podem doar 1% do IR. Mais informações no e-mail leoasdaserrafutsal@gmail.com ou nos telefones (49) 3018-5682 ou (49) 99983-0922.



É NESTA QUINTA-FEIRA: Lages recebe Seminário Regional “Pelo Fim da Violência Doméstica Contra a Mulher”

A Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de SC, coordenada pela deputada estadual Luciane Carminatti, realiza em Lages, nesta quinta-feira, dia 14 de setembro, o Seminário Regional “Pelo fim da violência doméstica contra a mulher”.

O seminário é aberto a toda a comunidade da região serrana - mulheres e homens do campo e da cidade, organizações populares, coletivos de mulheres, instituições, estudantes, lideranças políticas, do judiciário e da segurança pública responsáveis por implantar e fiscalizar as políticas públicas contra as violências sofridas pelas mulheres.


O ciclo de encontros que percorre todo o Estado é realizado em parceria com a Escola do Legislativo e o Movimento de Mulheres Camponesas de SC. Na região serrana, tem também a participação do Grupo Gênero, Educação e Cidadania na América Latina (Gecal) e a Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac).

“É um importante momento para debater, refletir e ampliar o conhecimento sobre leis, direitos e políticas públicas de responsabilidade do poder público no enfrentamento e prevenção da violência doméstica, assim como verificar a eficácia de sua aplicabilidade”, explica a deputada Luciane.


O seminário acontecerá no Auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), da Uniplac, e as inscrições podem ser feitas no link http://escola.alesc.sc.gov.br/evento?eid=996) e também no dia do evento. Os participantes inscritos terão certificados emitidos pela Escola do Legislativo.


O primeiro seminário foi realizado em Guarujá do Sul, no dia 17 de agosto e reuniu mais de 300 pessoas dos municípios do extremo-oeste catarinense. Depois de Lages, o ciclo de seminários segue para Iporã do Oeste (22/09), Mafra (28/09), Caçador (29/09), Orleans (05/10), Ipumirim (16/10), Campos Novos (17/10), Ipuaçu (27/10), Chapecó (24/11), Blumenau (24/11), Joinville (dezembro) e Florianópolis (07/03/2018).




Seminário Regional “Pelo fim da violência doméstica contra a mulher”
Data: 14/09/2017 - quinta-feira
Local: Auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), Uniplac
Av. Castelo Branco, 170 - Bairro Universitário – Lages
PROGRAMAÇÃO 
7h30: Credenciamento
8h: Abertura com apresentação artística “Violência contra a mulher”, com alunas do 9º Ano da EMEB Santa Helena, coordenada pela profª Drª Maria Isabel Vieira Branco
8h30: Palestra: “Ações políticas para o enfrentamento da violência contra as mulheres”, com a Deputada Estadual Luciane Carminatti (Coordenadora da Bancada Feminina da Alesc)
9h30: Apresentação do Mapa da Violência (2012-2015), com os jornalistas Vinícius Prado e Halyson Kratz
10h: Palestra: “Gênero e educação: empoderamento de mulheres em situação de violência doméstica”, com a professora Drª Mareli Eliane Graupe (Uniplac) e a professora mestra Lucia Helena Matteucci Bondavalli. Mediação da pedagoga e camponesa Justina Cima (MMC/SC)
11h30: “Relatos de experiências: violências de gênero e enfrentamentos”, com Casa da Gente (sobre lesbofobia); Vivian Melo (sobre transfobia) e Janaina de Liz (sobre o feminismo negro)
12h30: Almoço
13h30: Mesa-redonda: “Mulheres e empoderamento”
Mediadoras: pedagoga e camponesa Justina Cima (MMC/SC) e professora Drª Mareli Eliane Graupe (Uniplac)
Temas: “Economia solidária e mulheres”, com a doutoranda Josilaine Antunes Pereira; “Mídia e mulheres”, com a jornalista Camila Paes; “Política e as mulheres”, com a historiadora Suzane Faita

14h30: Palestras, dinâmicas de grupo, depoimentos e encaminhamentos regionais. 
Tema central: “Mudar o mundo, mudar nossas vidas”. 
Subtemas: “Legislação e direitos da mulher” e “Enfrentamento da violência”, com a pedagoga e camponesa Justina Cima (MMC/SC), a professora Drª Mareli Eliane Graupe (Uniplac) e Erli Camargo Conselheira do MNDH/SC.




Santa Catarina intensifica os trabalhos para erradicar a brucelose e a tuberculose bovina

Santa Catarina é o estado brasileiro com a menor incidência de brucelose e tuberculose bovina. Com menos de 1% dos rebanhos infectados e 250 propriedades certificadas como livres de brucelose e tuberculose, o estado passa a contar com um Programa Estadual de Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PEEBT). Nesta terça-feira (12), o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, reuniu representantes da iniciativa privada, produtores, e do Ministério da Agricultura para discutir as novas diretrizes no combate a essas zoonoses em Santa Catarina.

O Programa faz parte de uma iniciativa nacional para controlar e erradicar a brucelose e tuberculose, estabelecida pela Instrução Normativa n° 10 de 03 de março de 2017. Como em Santa Catarina a prevalência das doenças é muito baixa, as ações serão voltadas para erradicar as doenças, principalmente, através da vigilância ativa em abatedouros e laticínios e da educação sanitária. Para dar suporte aos técnicos da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), foi criada uma comissão formada por representantes do Governo do Estado, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), iniciativa privada e produtores, que irão ajudar a adaptar o Programa para a realidade catarinense.

O representante da Divisão de Sanidade dos Ruminantes do Mapa, Marcio Piani, explica que para o controle eficaz das doenças no país, os estados serão classificados de acordo com o grau de risco para brucelose e tuberculose e a partir desta classificação serão definidos os procedimentos para defesa sanitária animal. “Existe um tripé para erradicar as doenças no país. Não adianta só o serviço oficial fazer a sua parte, os produtores rurais e as agroindústrias precisam ser parceiras nesse processo”, ressalta.

Piani destaca ainda que Santa Catarina é o estado brasileiro mais adiantado no combate à brucelose e tuberculose e que está muito perto da erradicação das doenças. Hoje, o estado possui um rebanho de aproximadamente 4,4 milhões de bovinos, distribuídos em 220 mil propriedades, e a incidência de brucelose e de tuberculose não chega a 1% desses animais. Todos os anos são realizados em média 150 mil exames para analisar a presença das zoonoses no rebanho catarinense. O estado conta ainda com 250 propriedades classificadas como livres de brucelose e de tuberculose.

Para manter a sanidade dos rebanhos catarinenses, os animais acometidos de brucelose ou tuberculose são abatidos sanitariamente e os proprietários indenizados pela Secretaria da Agricultura, através do Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fundesa).  O secretário da Agricultura, Moacir Sopelsa, explica que o Fundesa faz parte da política de defesa sanitária do Governo do Estado e, com a indenização, os produtores podem adquirir animais sadios para continuarem a produção de carne e leite. “Lembrando que a erradicação da brucelose e da tuberculose não é importante apenas para a saúde dos rebanhos, mas também para a saúde da família e dos funcionários rurais”.

Vacinação
O uso da vacinação em massa, com a vacina B19, é recomendado apenas para estados que possuem altos índices da doença, portanto é proibida em Santa Catarina para evitar custos desnecessários aos produtores e interferência nos testes de diagnóstico. O rebanho catarinense pode ser vacinado com amostra RB51, seguindo as normas do Regulamento Técnico do Programa de Erradicação da Brucelose Bovina e Bubalina no Estado de Santa Catarina.

Febre aftosa
Outra preocupação do agronegócio catarinense é sobre a intenção do Ministério da Agricultura de ampliar as zonas livres de febre aftosa sem vacinação.  Status que foi conquistado por Santa Catarina em 2007, com reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

O secretário da Agricultura Moacir Sopelsa afirma que o controle da doença e os trabalhos para erradicação da febre aftosa devem ser cercados de todo cuidado para não colocarem em risco o status catarinense. “Nós apoiamos todas as iniciativas de erradicar a febre aftosa e nossa experiência pode ser útil nesse processo. Em Santa Catarina foram mais de 40 anos de combate à doença até conquistarmos a certificação internacional, foi um longo caminho trilhado com o apoio dos produtores rurais, da iniciativa privada e do Governo do Estado”.

A certificação internacional contribui para que Santa Catarina se tornasse o maior produtor de suínos do país e o segundo maior produtor de aves, exportando para os mercados mais competitivos do mundo.


3º Salão do Livro da Serra Catarinense

Segundo dia com debate sobre Clarice Lispector, aumento nas vendas de livros, teatro, música e contação de histórias
Debate “Clarice Lispector ao Quadrado” apresentou o mundo complexo e apaixonante da escritora
A terça-feira (12) marcou mais um dia do 3º Salão do Livro da Serra Catarinense, na Praça Joca Neves. Um dos destaques nesta edição do evento são as diversas livrarias posicionadas nos estandes. Com direcionamento ao público juvenil e adulto, uma delas é a Unilivros, representada pelo livreiro Mauricio Geraldo, que trabalha neste ramo há 30 anos. Ele começou sua carreira profissional na área atuando em uma editora e hoje destaca a importância de participar do evento em razão de que “as feiras de livros têm como principal objetivo aproximar o leitor das obras e incentivar o hábito da leitura”. A La Fontaine e a ABC do Livro também estão presentes no Salão do Livro. Uma com foco em clientes de faixa etária em geral e outra apenas às crianças, respectivamente.

Assim como no primeiro dia, as visitas escolares movimentaram o espaço. Nesta terça a Escola Municipal de Educação Básica Professora Belizária Rodrigues se fez presente no evento com as turmas do 8º e 9º ano.

Nos períodos matutino e vespertino os instrutores dos cursos de violão da Escola de Artes Elionir Camargo Martins, da Fundação Cultural, e Projeto Lages Melhor, Álvaro Xavier e Marcelo Berndhart apresentaram canções para os alunos das escolas presentes. Os espetáculos da CIA Avenida Lamparina e também o projeto “Guia de Leitura-Baú de Livros” de Gelson Bini tiveram mais um dia de performances.
Para encerrar as atrações, lançamento de livros de autores da Serra Catarinense: Antônia Waltrick com a obra “Avaw Poesias” e “Respingos Poéticos” de Ivanilda Godinho. E por fim, o debate “Clarice Lispector ao Quadrado” com Simone Paulino e Tânia Ramos, sob mediação de Raul Arruda Filho, que apresentou o mundo complexo e apaixonante da escritora de obras como “Laços de Família”, “A Hora da Estrela” e outras.
Programação de quarta-feira (13)
A programação desta quarta-feira (13) continua com espetáculos culturais pela manhã e tarde e a palestra com Dado Villa-Lobos a partir das 19 horas. Os ingressos são gratuitos e começam a ser distribuídos a partir das 8h30 no estande da Fundação Cultural, na Praça Joca Neves.
O 3º Salão do Livro da Serra Catarinense acontece de 11 a 17 de setembro na Praça Joca Neves. Entre as programações artísticas nas manhãs e tardes, o público poderá encontrar livros de diversos estilos a preços promocionais e palestras noturnas. A programação completa pode ser acompanhada pelo site da Fundação Cultural de Lages pelo endereço http://cultura.lages.sc.gov.br/salao-do-livroou pela fan page no facebook https://www.facebook.com/FundacaoCulturaLages/.

O evento é patrocinado pela Lei de Incentivo à Cultura e Ambev, tem o apoio do Instituto José Paschoal Baggio, Hotel Fazenda Boqueirão, Câmara Catarinense do Livro e Associação Lageana dos Escritores e é uma realização da Prefeitura de Lages através da Fundação Cultural e Ministério da Cultura.




terça-feira, 12 de setembro de 2017

Desassoreamento já atinge terça parte da calha da Avenida Carahá

Para retirar o excesso de terras e areia acumulado às margens do rio serão necessárias cerca de 18 mil cargas de caçamba
Um total de 682 caçambas de terra já foram retiradas das margens do rio Carahá, ao longo de trecho de 2,5 quilômetros já desassoreados. Ainda restam cinco quilômetros de margens para serem desassoreados.
Cada carga de caçamba pesa em média 16 toneladas, o que já totaliza 10.912 toneladas recolhidas do Carahá. Um terreno localizado na área industrial é o local de destinação de todo esse resíduo.
Paralelo ao desassoreamento e alargamento da calha do rio - no trecho margeado pela avenida Belizário Ramos -, está sendo reparado e melhorado o sistema de drenagem da avenida. Todo este trabalho é executado pela secretaria municipal de Planejamento e Obras. Já o trabalho de arborização e plantio de gramíneas é de responsabilidade da secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente.