segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Prefeito eleito Ceron e Toni prefeito atual se reúnem pela primeira vez




O prefeito eleito Antonio Ceron teve, no final da manhã desta segunda-feira (31) a primeira conversa com o prefeito Toni Duarte, para tratar da transição. A conversa reservada, começou por volta das 11 horas. Com certeza Lages terá uma transição harmoniosa.

MULTAS VÃO DOER NO BOLSO A PARTIR DESTA TERÇA FEIRA

Entram em vigor nesta terça-feira, 01 de novembro, os novos valores das multas de trânsito. Também alguns enquadramentos novos sobre infrações cometidas ao volante. É o caso de dirigir falando ao telefone que passa a ser multa gravíssima, com 7 pontos na carteira e R$ 293,47 de punição pecuniária.
Multas
Observe que até hoje os valores são esses à esquerda, mas a partir de amanhã tudo muda e fica mais pesado no bolso daqueles que cometem pecadinhos e pecadões ao volante

ALGUNS EXEMPLOS DOS NOVOS
PREÇOS PARA INFRAÇÕES DE TRÂNSITO
Empresário Arnaldo Souza compartilha no Grupo de Imprensa e o colega Jatir Fernandes também informa em seu grupo do Notícia no Ato um demonstrativo prático de como ficam algumas infrações de trânsito a partir desta terça-feira, 01 de novembro:
multae
Para algumas dessas infrações, além da punição pecuniária, há uma série de outras medidas que sugerem que tenhamos atenção no trânsito, seguindo aquilo que determina o CTB.

CURSOS NO IFSC


Últimos dias para se inscrever em cursos do IFSC

São mais de 400 vagas na Serra Catarinense para cursos técnicos, de graduação e pós-graduação

Termina na próxima quinta-feira (3) o prazo para inscrições no processo seletivo 2017.1 do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). Para a Serra Catarinense, são vagas para sete cursos técnicos, cinco de graduação e um de especialização. Ao todo, 420 oportunidades de qualificação, todas gratuitas, para os câmpus Lages e Urupema. Confira os cursos:

Superiores

Ciência da Computação (20 vagas) - Lages
Engenharia Mecânica (20 vagas) - Lages
Superior de tecnologia: Processos Químicos (20 vagas) - Lages
Superior de tecnologia: Alimentos (20 vagas) - Urupema
Superior de tecnologia: Viticultura e Enologia (20 vagas) - Urupema

Técnicos

Técnico concomitante: Agroecologia (40 vagas); Análises Químicas (40 vagas); Informática (40 vagas); Mecatrônica (40 vagas) - Lages
Técnico subsequente: Agronegócio (40 vagas); Biotecnologia (40 vagas); Eletromecânica (40 vagas) - Lages

Pós-graduação

Especialização: Agroecologia (40 vagas) - Lages

Como se inscrever

As inscrições devem ser feitas pelo Sistema de Ingresso do IFSC (https://sistemadeingresso.ifsc.edu.br/principal.php) até 3 de novembro. Quem não possuir acesso à internet pode realizar sua inscrição no Câmpus do IFSC em Lages (Rua Heitor Villa Lobos, 222, bairro São Francisco) ou Urupema (Estrada do Senadinho, S/N, Centro) onde há computadores destinados para esse fim. A taxa de inscrição é de R$ 55 para o exame de classificação é R$ 75 para o vestibular. Essa taxa deve ser paga até 4 de novembro por meio de boleto bancário em qualquer agência, em postos de autoatendimento ou via internet. Para o curso de especialização não há taxa de inscrição. Mais detalhes podem ser conferidos nos editais:




Entenda os cursos

Nos cursos técnicos concomitantes, o estudante faz o curso técnico no IFSC e o ensino médio em outra instituição, e para participar deve, pelo menos ter concluído o primeiro ano do ensino médio. Já os cursos subsequentes são para quem já concluiu o ensino médio. O processo seletivo dos cursos técnicos do Câmpus Lages é por meio de uma prova chamada exame de classificação que será realizado no dia 20 de novembro (pela manhã para os subsequentes e à tarde para os concomitantes).

Já o ingresso nos cursos de graduação ocorre por meio de vestibular, que será realizado no dia 4 de dezembro. Para este vestibular, serão preenchidas metade das vagas para os cursos superiores. A outra metade da turma será composta com os aprovados via Sistema de Seleção Unificado (Sisu), que usa notas do Enem. Cada processo seletivo também possui procedimentos próprios para inscrição. As informações detalhadas devem ser conferidas nos editais disponíveis na página do Ingresso do IFSC.

Reserva de vagas

O IFSC adota reserva de vagas em cursos técnicos e de graduação, independentemente do tipo de processo seletivo. Metade das vagas é destinada a estudantes que vêm de escolas públicas. Dentro desse total, metade é reservada a candidatos com renda familiar bruta igual ou superior a 1,5 salário mínimo por pessoa e a outra metade a candidatos com renda familiar bruta inferior a esse valor. Em ambos os casos, há ainda mais uma subdivisão, a racial: 16% das vagas em cada faixa de renda são reservadas a pessoas autodeclaradas pretas, pardas ou indígenas.

Novos cursos

Dois dos cursos oferecidos neste processo seletivo são novidades: o superior de tecnologia em Processos Químicos e a especialização em Agroecologia, ambos do Câmpus Lages. O curso superior de tecnologia em Processos Químicos é a terceira graduação ofertada pelo Câmpus Lages, que já conta com as consagradas Ciência da Computação e Engenharia Mecânica. Ele terá duração de três anos e será ofertado no período matutino.

Já o curso de especialização em Agroecologia será a terceira pós-graduação presencial oferecida no IFSC Lages (em andamento, estão Tecnologias e Práticas Educacionais e Gestão Escolar). Ele se destina a profissionais formados em cursos superiores nas áreas de Agronomia, Zootecnia, Medicina Veterinária, Administração, Biologia, Economia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Ambiental, Sociologia, Pedagogia ou áreas afins que queiram se qualificar para explorarem novas oportunidades de desenvolvimento sustentável do ambiente rural com foco na produção agroecológica.


O processo seletivo para o preenchimento das 40 vagas do curso de pós-graduação será realizado por meio de análise curricular e documental, com critérios de pontuação estabelecidos no edital. Não há taxa de inscrição. O curso terá duração de 18 meses (um ano e meio) com encontros quinzenais às sextas-feiras, das 18h30 às 22h30 e aos sábados, das 08h às 12h e das 13h às 17h.

OCORRÊNCIAS POLICIAIS NO FINAL DE SEMANA EM LAGES E REGIÃO


RELEASE DIÁRIO

LAGES – SC 30 de Outubro para 31 de Outubro de 2016 Turnos 24 Horas

A CENTRAL REGIONAL INTEGRADA DE EMERGÊNCIAS DE LAGES INFORMA QUE DENTRE AS OCORRÊNCIAS ATENDIDAS AS QUE MERECEM DESTAQUES SÃO AS SEGUINTES:

Ocorrência: Violência doméstica
Rua: Ernesto Martins
Bairro: São Miguel
Data: 30/10/2016
Horário: 10h46m
               
A Guarnição policial militar deslocou até o endereço supracitado onde fez contato com a solicitante e vitima D. F. A. de 52 anos a qual informou que seu marido J. J.D. J. de 40 anos chegou em casa alterado, devido a ter feito uso de entorpecentes e bebida alcóolica e lhe ameaçou de morte pedindo dinheiro, discutiram e ele a agrediu com empurrões, a jogando contra uma porta da residência, a fazendo cair no chão, resultando ainda dano a porta na qual ela foi empurrada, a vitima disse ainda que já possui diversos boletins de ocorrência, por agressão e ameaças em desfavor do seu marido, o agente se encontrava na casa onde foi dado voz de prisão e conduzido a Central de policia, para lavratura de um boletim de Ocorrência Prisão em flagrante.

Ocorrência: Porte ou posse ilegal de arma de fogo
Rua: Célio Batista de Castro
Bairro: Santa Helena
Data: 30/10/2016
Horário: 11h14m

A guarnição policial militar do PPT quando em rondas pela referida rua avistou um adolescente em atitude suspeita, o qual ao ver a viatura dispensou alguma coisa, ao ser abordado foi verificado que se tratava de uma arma de fogo calibre .22 a qual continha uma munição intacta em seu interior, foi encontrado ainda no bolso do adolescente de 17 anos mais 10 munições intactas. Diante dos fatos foi dado voz de prisão e conduzido ate a delegacia pra providências legais.

Ocorrência: Vias de fato.
Rua: Corina Caon.
Bairro: Ponte Grande
Data: 30/10/2016
Horário: 14h21m

                A guarnição policial militar deslocou até a rua supracitada, para verificar uma suposta discussão de duas mulheres por causa de suas filhas, no local as femininas já estavam em vias de fato, sendo necessário uso de técnicas policiais para acalmar os ânimos, foi posteriormente lavrado um Termo circunstanciado para as envolvidas Sra. F. W. S. de 38 anos, e C.C.S. 49 anos.

Ocorrência: Furto tentado
Rua: Dom Pedro II
Bairro: São Cristovão
Data: 30/10/2016
Horário: 16h12m

               A guarnição policial militar deslocou até o referido endereço, onde fez contato com o solicitante, o qual informou que ao chegar a seu veículo viu que um masculino havia arrombado seu Vw Fusca e estava dentro dele, então foi até o veículo e o retirou a força, segurando-o no local, aguardando a chegada da PM, o agente I. B. de 46 anos foi conduzido a Delegacia de Policia e lavrado boletim de Prisão em Flagrante.
                                                                                                                                                    
Ocorrência: Encontro de motocicleta furtada
Rua: Padre Ludovico Kuck
Bairro: Guarujá
Data: 30/10/2016
Horário: 19h31m                                       

A guarnição policial militar deslocou até o endereço supracitado onde conversou com o solicitante e vitima o qual relatou que a cerca de um mês teve sua motocicleta furtada, e que na data de hoje recebeu a informação que sua motocicleta estaria em uma residência no bairro Cristal, que então deslocou até o local e avistou um masculino e empurrando a mesma, que então tentou abordar o agente que acabou abandonando a motocicleta e se evadindo, então apanhou a moto retirando-a do local e acionou a polícia, a guarnição deslocou até a residência onde a vitima informou ter pego a motocicleta, mas o agente não se encontrava, foi lavrado BO/COP relatando os fatos.

Ocorrência: Ameaça
Rua: Dejaime Joaquim Alves
Bairro: Passo Fundo
Data: 30/10/2016
Horário: 21h27m

A guarnição policial militar deslocou até o referido endereço onde entrou em contato com a solicitante e vitima, a qual informou que chamou a atenção de um adolescente, por ele estar vendendo drogas em frente sua residência, e que este mesmo não teria gostado de tal atitude e o ameaçou com uma arma de fogo. A guarnição acalmou os ânimos que estavam bem exaltados, porém não foi localizada a referida arma de fogo, Diante das ameaças e o infrator se tratar de adolescente as partes foram conduzidas a delegacia para os procedimentos cabíveis.

Ocorrência: Violência Doméstica (Maria da Penha)
Rua: Evaristo Pereira
Cidade: Urupema
Data: 3010/2016
Horário: 21h32m

A guarnição policial militar deslocou até o endereço supracitado onde fez contato com solicitante e vitima M. L. de 33 anos, a qual informou que seu amásio, D. A. M. de 40 anos, havia lhe agredido. A vitima apresentava lesões no rosto, sendo conduzidos a DP de São Joaquim para os procedimentos cabíveis.

Ocorrência: Som alto e perturbação.
Rua: Jeremias Alves Rocha
Cidade: Ponte Alta
Data: 30/10/2016
Horário: 22h08m

A guarnição policial militar deslocou até o referido endereço onde havia uma perturbação do sossego com som alto em uma residência, foi feito contato com o responsável o Sr. R. C. L. F. de 22 anos, sendo recolhido um aparelho de som marca Panasonic modelo SA ak180 com duas caixas de som e lavrado Termo circunstanciado contra o agente.

Ocorrência: Cumprimento de Mandado de prisão.
Rua: Mailt Almeida Neto
Bairro: Araucária.
Data: 31/10/2016
Horário: 02h45m


A guarnição policial militar foi acionada via Central de Emergência para apoio à Agência de Inteligência que tinha abordado e detido Everton Felisberto Ramos, o qual estava foragido do presídio de Lages. Diante dos fatos foi confeccionado Boletim de ocorrência e o masculino conduzido ao Presídio do bairro São Cristóvão.

sábado, 29 de outubro de 2016

Farra de grana brasileira continua na Suíça




ODEBRECH MOVIMENTOU US$211 MILHÕES  NA SUÍÇA


Foto: RODOLFO BUHRER | REUTERS
 
A Odebrecht movimentou pelo menos US$ 211,6 milhões em contas secretas por meio de empresas de fachada na Suíça. Documentos do Tribunal Federal do país europeu apontam para a suspeita de que o montante foi destinado para pagamento de propinas a ex-diretores da Petrobrás e políticos brasileiros. O dinheiro também teria beneficiado executivos da empreiteira que é alvo da Operação Lava Jato – força-tarefa que investiga esquema de corrupção e desvios na petroleira.
A informação consta de quatro despachos da Justiça suíça que embasaram a decisão de enviar ao Brasil mais de 2 mil páginas de extratos bancários com movimentações da empreiteira no país. “Existe a suspeita de que esses pagamentos sejam propinas”, aponta um desses documentos. Procurada pela reportagem, a Odebrecht não se pronunciou sobre as suspeitas.

A partir de investigações realizadas com base em delações premiadas da Operação Lava Jato, os relatórios suíços mostram que a Odebrecht teria controlado “várias contas” no país europeu. Os pagamentos indevidos seriam feitos com o dinheiro depositado nessas offshores. As movimentações financeiras foram realizadas entre 2008 e 2014. As delações premiadas ocorreram no fim do ano passado.
Sem citar a identidade dos envolvidos, os relatórios da Justiça suíça apontam que, entre agosto de 2012 e junho de 2014, US$ 96 milhões foram movimentados e teriam sido distribuídos a quatro ex-diretores da Petrobrás. Para justificar os pagamentos, “contratos puramente fictícios” foram firmados, dizem os despachos. Em troca das propinas, os servidores teriam garantido contratos para a Odebrecht em obras da estatal brasileira.
Uma conta teria transferido no fim de 2011 mais de 1,9 milhão de francos suíços e US$ 3,6 milhões em propinas. Na mesma conta, entre setembro de 2008 e julho de 2010, foram mais US$ 8 milhões para um operador que, por sua vez, teria distribuído os recursos para três ex-diretores da Petrobrás.
“Além disso, no período entre fevereiro de 2008 e março de 2010, pelo menos US$ 3 milhões foram transferidos para I. SA”, indica o tribunal. I se refere a uma empresa de fachada, cujo nome não foi revelado. A letra, porém, não seria a inicial de seu nome.
No dia 26 de março de 2010, uma transferência de US$ 565.037.35 foi apontada para apenas “um ex-diretor” da Petrobrás.
A partir de uma outra empresa de fachada, a construtora teria enviado a uma só conta entre dezembro de 2008 e julho de 2010 “pelo menos US$ 42 milhões”. A partir dessa conta é que então são apontados três beneficiários do dinheiro.
Em outra sociedade, pelo menos mais US$ 31 milhões e ¤ 21 milhões foram repassados entre dezembro de 2008 e março de 2010 pela conta controlada pela Odebrecht. “Da parte dessa empresa, numerosos pagamentos também foram feitos a ex-diretores da Petrobrás”, indica a Justiça suíça. Nessa movimentação, quatro beneficiários foram identificados, mas o nome dos suspeitos não foi revelado. Em março de 2010, mais US$ 3 milhões foram pagos a três dos beneficiários.
Eleições. Nos documentos, os suíços reforçam que a empresa está sob investigação por “pagamento de propinas para influenciar políticos e executivos para garantir projetos em seu benefício”. O Ministério Público em Berna já admite que identificou recursos de origem supostamente ilícita para financiamento de campanhas eleitorais.
Agora o foco da apuração são os destinatários dos recursos. Os procuradores suíços não estão preocupados com o uso do dinheiro, mas com a origem ilícita dos recursos – principalmente a suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro. Por ora, eles não revelam nem nome de candidatos nem partidos beneficiados pelas movimentações financeiras suspeitas.
Para tentar identificar a fonte dos recursos, a nova onda de delações envolvendo os executivos da Odebrecht no Brasil é considerada como uma etapa “fundamental”.
Colaboração. A perspectiva de advogados de alguns brasileiros alvo da Lava Jato em Genebra é de que, com esse movimento de acordos de delação no Brasil, uma nova fase na colaboração entre o País e a Suíça seja lançada. Um dos obstáculos, porém, é o anúncio de que o procurador que cuidava do caso da Odebrecht na Suíça, Stefan Lenz, pediu demissão e deixa o cargo em dezembro.
Procurado para comentar delações recentes no Brasil envolvendo executivos da Odebrecht, o Ministério Público suíço disse que não se pronuncia sobre o andamento do processo. “Não estamos em posição de revelar qualquer informação sobre pessoas possivelmente ligadas aos processos criminais”, afirmou, em nota, a procuradoria

Garotinha de 8 anos publica livro

http://www.clmais.com.br/informacao/100704/d%C3%A9cimo-terceiro-sal%C3%A1rio-injetar%C3%A1-r$-197-bi-na-economia

Menina de 8 anos publica livro a partir de história vivida com o pai em SC

Júlia Gava Hoepers Costa escreveu 'Por que lavar atrás das orelhas?'.
Neste sábado (29), é comemorado o Dia Nacional do Livro.

Do G1 SC
Júlia autografou livro para colegas de escola, amigos e familiares (Foto: Satc/Divulgação)Júlia autografou livro para colegas de escola, amigos e familiares (Foto: Satc/Divulgação)
Em Criciúma, no Sul de Santa Catarina, a brincadeira de uma menina de 8 anos de escrever histórias com o pai se transformou no livro “Por que lavar atrás das orelhas?”. Júlia Gava Hoepers Costa, de 8 anos, fez o lançamento na quinta-feira (27), dois dias antes do Dia Nacional do Livro, comemorado neste sábado (29).
A garota não é a primeira escritora da família. A irmã mais velha, Sofia, de 9 anos, escreveu em 2014 o livro "Quanto é três mais dois?". "Eu vi que a Sofia tinha feito um livro e queria ter um também. O pai me deu folhas e começamos a fazer. Depois, eu peguei o caderno e comecei a escrever e desenhar", disse Júlia.

Ela é aluna do segundo ano do ensino fundamental e se destaca pela seriedade com que desempenha as tarefas. "A Júlia é uma menina maravilhosa e a família é muito empenhada, dando um exemplo", disse a professora da menina, Janaína Machado dos Santos.
Júlia com o pai, a mãe e a irmã, Sofia (Foto: Satc/Divulgação)Júlia com o pai, a mãe e a irmã, Sofia (Foto: Satc/Divulgação)
Nos horários livres, Júlia, a irmã Sofia e o pai, Rodrigo Cardoso Costa, têm por hábito escrever e desenhar. Eles escolhem o tema e constroem uma sequência de fatos através de desenhos para compor a história. 

"Tudo isso foi feito nestes momentos em casa. É um tempo nosso, mas que podia ser compartilhado. Eu queria introduzir nelas o hábito da leitura, o prazer de ler. Com isso, também aproveitar a brincadeira e produzir algo de que se orgulhassem. Quando vem alguém nos visitar, elas mostram contentes os livros que fizeram. Aproveito a experiência para brincar com as minhas filhas e conhecê-las cada vez melhor", contou o pai.
Conforme Rodrigo, "Por que lavar atrás das orelhas?" aproveita um tema comum a muitas família com crianças: a dificuldade de colocar os pequenos no banho. "A história é de uma bruxinha que manda o morcego e a cobra tomarem banho e aí se desenrolam as aventuras", antecipa.

Depois de alguns meses trabalhando em “Por que lavar atrás das orelhas?”, o pai contou a uma colega de trabalho, professora de um curso técnico de Comunicação Visual, sobre o livro da menina, que resolveu levar para a sala de aula a história para ser ilustrada pela turma.

Segundo o pai de Júlia, a publicação não tem finalidade comercial - os livros estão sendo um presente para os amigos e familiares. "Antes, no fim da noite, eu lia histórias para elas, agora, elas escolhem os livros e leem para todos. Quem dorme sou eu", diverte-se.
Por que lavar atrás das orelhas foi lançado na quinta (Foto: Satc/Divulgação)Por que lavar atrás das orelhas foi lançado na quinta (Foto: Satc/Divulgação)

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Renan do Senado pede desculpas à Cármen Lúcia do STF


Renan diz ter 'orgulho' de presidir Congresso com Cármen Lúcia no STF

Presidentes do Congresso e do STF trocaram farpas nos últimos dias.
Após reunião no Itamaraty, ele disse que ministra é 'exemplo de caráter'

O presidente do Senado, Renan Calheiros, durante entrevista coletiva no Palácio do Itamaraty após reunião sobre segurança pública entre os chefes dos três poderes (Foto: Luciana Amaral / G1)
O presidente doCongresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), declarou nesta sexta-feira (28), após reunião para discutir a segurança pública no país, que tem “muito orgulho” de ser presidente do Congresso Nacional no momento em que a ministra Cármen Lúcia preside o Supremo Tribunal Federal (STF).Nos últimos dias, declarações de Renan contra o Judiciário geraram críticas públicas da ministra. A troca de declarações começou quando Renan criticou a Operação Métis, que apura suposta tentativa de policiais do Senado de obstruir investigações de parlamentares na Operação Lava Jato.
Após a ação nas dependências do Senado, o peemedebista disse que um "juizeco" de primeira instância não pode, a qualquer momento, "atentar contra um poder".
”Aproveitei a oportunidade [da reunião] para dizer que tenho muito orgulho, é um orgulho que vou levar para a minha vida, de ser presidente do Congresso Nacional no exato momento em que Cármen Lúcia é presidente do Supremo Tribunal Federal", disse Renan após a reunião.A afirmação do senador gerou reação da ministra Cármen Lúcia. Durante sessão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a presidente do STF pediu "respeito" ao Poder Judiciário e disse que "onde houver um juiz destratado, eu também sou".
"Ela é, sem dúvida nenhuma, o exemplo do caráter que nós precisamos, que identifica o povo brasileiro", concluiu o peemedebista.
Pedido de desculpas
Na noite desta quinta (28), segundo a GloboNews, Renan ligou para a presidente do Supremo para se desculpar. No telefonema, tentou explicar as declarações que deu durante a semana e disse a Cármen Lúcia que admirava o trabalho dela na presidência do STF.
Renan, segundo a GloboNews, também disse que somente quis defender o Senado e o Legislativo, da mesma forma que ela fez ao responder às críticas e defender o Judiciário. De acordo com a GloboNews, a ministra aceitou o pedido de desculpas.
Reunião sobre segurança
Além de Renan e Carmen Lúcia, o encontro no Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, foi também foi comandado pelo presidente Michel Temer.
Além dos chefes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, foram chamados para a reunião desta sexta o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os ministros Alexandre de Moraes (Justiça), Raul Jungmann (Defesa), Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional), José Serra (Relações Exteriores), Dyogo de Oliveira (Planejamento), o diretor da Polícia Federal, Leandro Daiello, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia.
Também foram à reunião desta sexta os comandantes da Marinha, almirante Eduardo Bacellar Leal, do Exército, general Eduardo Villas Bôas e da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Nivaldo Rossato.
Na chegada ao palácio, o grupo entrou por uma entrada lateral, atravessou o salão térreo e foi para uma sala reservada, sem falar com a imprensa. O encontro começou pouco depois das 11h, o horário marcado, e se estendeu com um almoço.

Toni Duarte assume a prefeitura de Lages definitivamente


Toni Duarte faz primeiro pronunciamento como prefeito de Lages

Com aproximadamente 60 dias para o término da atual gestão, Toni buscará o equilíbrio das contas do município para que o impacto seja o menor possível na futura administração
Após a renúncia de Elizeu Mattos do cargo de prefeito de Lages, o vice Toni Duarte assume a partir desta quinta-feira (27) a titularidade. Toni continuará com os processos de transição de governo e o fechamento desta gestão. Em seu primeiro pronunciamento oficial na condição de prefeito, afirma entender os motivos do afastamento de Elizeu. “Elizeu Mattos sempre foi um idealista e entusiasta e trabalhou para que as coisas acontecessem da melhor maneira possível. Infelizmente passou por vários problemas pessoais que se agravaram com a perda da esposa e mãe de seus filhos (Cristiane Garcez). Por isso tem todos os motivos para pedir o afastamento”, afirma Toni.
O prefeito Toni ressalta o sentimento de gratidão de Elizeu por todas as pessoas que acreditaram nele e o apoiaram até o fim, deixando um legado para o município com a realização de inúmeras obras, entre iniciadas e concluídas. “Sabemos que a atitude de renunciar ao cargo foi tomada pensando no bem maior, que é sua família. Agradeço a ele termos sido parceiros nesta jornada”, ressalta.
Com aproximadamente 60 dias para o término da atual gestão, Toni buscará o equilíbrio das contas do município para que o impacto seja o menor possível na futura administração. O prefeito tem convicção de que a equipe entregará a administração bem melhor do que recebeu em 2013. “Por ser o último ano de mandato, a Lei de Responsabilidade Fiscal impõe algumas regras que precisam ser obedecidas em relação aos gastos públicos”, frisa.
Reunião de colegiado
O primeiro grande passo a ser tomado será a reunião com a equipe de colegiado, prevista para segunda-feira (31). “Apesar de ser fim de governo, queremos manter uma equipe motivada a trabalhar, porque acima de tudo temos uma cidade para administrar”, alerta. Sobre o processo de transição, Toni afirma que os relatórios de todas as secretarias serão apresentados ao próximo prefeito e a reunião será focada em preparar um ambiente de transição transparente para que seu sucessor, Antônio Ceron, tenha livre acesso e possa planejar e executar as ações a partir janeiro de 2017.
Eventos de fim de ano

Em relação às festividades natalinas e as comemorações dos 250 anos de fundação da cidade, tudo fluirá conforme planejado anteriormente. “Sabendo que governo passa e a cidade fica, temos uma grande responsabilidade em todasas decisões que tomarmos, principalmente com o compromisso para estes eventos de fim de ano que unem a família lageana e contribuem para o fomento da economia local”, diz. “Temos muito que nos orgulhar pelos feitos desta administração e nestes últimos dois meses trabalharemos para concluir com excelência nossa gestão”, finaliza.

Presidente Temer sansiona lei das micro e pequenas empresas


Lei do Supersimples vai incentivar a retomada de crescimento do país

Conjunto de medidas amplia de 60 para 120 meses o prazo de parcelamentos de dívidas tributárias de empresas optantes do Simples Nacional

Brasília, 27/10/2016 – O presidente da República, Michel Temer, sancionou nesta quinta-feira (27/10), durante evento no Palácio do Planalto, o Projeto de Lei Complementar (PLC) 25/2007, que amplia o prazo de parcelamento de dívidas tributárias e teto do Simples Nacional e do Microempreendedor Individual (MEI) a partir de 2018.
O deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC) participou da cerimônia e destacou que a lei vai ajudar o Brasil na geração de empregos. “É muito importante essa lei. Vai incentivar a retomada do crescimento da economia do país”.

O conjunto de medidas denominado “Crescer sem Medo” amplia de 60 para 120 meses o prazo de parcelamentos de dívidas tributárias de empresas optantes do Simples Nacional. A legislação também aumenta de R$ 60 mil para R$ 81 mil o teto anual de faturamento do Microempreendedor Individual (MEI) e aumenta o teto do Simples Nacional de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões.

A lei também regulamenta a figura dos investidores-anjo, aquelas pessoas que financiam com recursos próprios empreendimentos ainda em seu estágio inicial, e permite que os pequenos negócios do segmento de bebidas (cervejas, vinhos e cachaças) possam optar pelo Simples Nacional.

Amures recebe os novos prefeitos

Novos gestores conheceram a estrutura da Amures

Conhecer a estrutura da Amures, os serviços e as equipes técnicas. Foram os objetivos do encontro realizado na manhã desta quinta-feira (27), com os prefeitos eleitos e reeleitos da Serra Catarinense. A reunião técnica no auditório da associação de municípios teve presença maciça dos novos gestores que foram recepcionados pelo presidente da entidade, prefeito de Rio Rufino Ademar de Bona Sartor.
“É importante que os novos prefeitos saibam que a Amures pode os ajudar em áreas como engenharia, assessoria jurídica, comunicação, assistência social, turismo, movimento econômico, cadastramento de convênios e até orientar os portais de transparência. É uma equipe técnica altamente qualificada que opera sem custos aos municípios”, explicou Ademar Sartor. Ele salientou que, aos poucos os novos prefeitos saberão da importância da Amures na solução de problemas das prefeituras.
A secretária executiva da Amures, Iraci Vieira de Souza coordenou as apresentações das equipes e reiterou que a entidade trabalha para atender as demandas municipalistas. Ela apresentou todos os projetos que estão sendo executados com destaque para o Plano Regional de Turismo em parceria com a Autopista Planalto Sul – Arteris que deverá abranger os 18 municípios.
O diretor executivo do Consórcio Serra Catarinense – Cisama Selênio Sartor e a coordenadora do Consórcio de Saúde Nalú Júlio, também apresentaram a estrutura dos respectivos consórcios aos prefeitos e explicaram como procede o atendimento das demandas municipais. O superintendente da Caixa Econômica Federal Ricardo Bier Troglio ocupou uma parte da reunião para falar dos programas e ações que podem ser realizadas em parceria com banco.
O prefeito eleito de Lages, Antônio Ceron foi breve em suas considerações e desejou sucesso aos colegas prefeitos na empreitada que inicia em primeiro de janeiro. Ele concluiu sua fala dizendo que espera que a população de todos os municípios seja recompensada no final de quatro anos, com uma melhor qualidade de vida.

O próximo encontro dos novos prefeitos será em Brasília, de 7 a 9 de novembro no Seminário Novos Gestores, no Centro Internacional de Convenções do Brasil. O evento é organizado e custeado pela Confederação Nacional de Municípios – CNM.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

A mania de protestar sem ter o direito. Isso é um perigo.

Tem que ser político ou algo pelo estilo para tolerar a onda de protestos que está acontecendo  por todos os quadrantes do território nacional , com participações de cidadãos que nada representam na ordem do dia, por estudantes menores de idade ou pelos baderneiros  de plantão, os quais saqueiam lojas, praticam atos de vandalismo e geralmente são pagos por políticos opositores ao Governo. Nota-se que os poderes constituídos, nem sequer estão preocupados com essa onda barata, mesquinha e rasteira de ocupações de escolas. Até porque, numa decisão ao extremo das autoridades,  se mandarem as tropas federais para a rua, a maioria daqueles que estão protestando por aí, desistem e acabam indo prá casa. O que sobra, geralmente são presos, que depois de levarem umas chibatas pelas costas são mandados a procurar seus ninhos. “Contra a força, não há resistência”, isso já se conhece desde mil novecentos e antigamente. Teimam porque são burros, teimosos ou gostam de apanhar. Os pais dos estudantes que estão acampados em escolas, faculdades, universidades e estabelecimentos de ensino federal, devem estar preocupados, pois sabem que, alguém pode perder a paciência e mandar a Polícia Militar desocupar os prédios públicos. Ai daqueles que resistirem. Neste caso, até os urubus voam baixo. E o cacete não alivia. Estão brincando com fogo. Sinal que nem imaginam o que pode acontecer numa situação dessas. Ou então, não assistiram em nada parecido com o dia 31 de março de 1964.  

Elizeu Mattos já não é mais o prefeito de Lages: apresentou seu pedido de renúncia

Em virtude da morte prematura de sua esposa Cristiane Garcez Mattos, ocorrida no último dia 16 de outubro, Elizeu Mattos torna pública sua decisão, em caráter irrevogável, de renunciar ao mandato de Prefeito de Lages. 
Neste momento de profunda dor, optou por ficar ao lado dos filhos, menores de idade, que precisam de amparo e acolhimento. Sua presença no dia a dia junto à família torna-se necessária para o reestabelecimento do elo afetivo e amoroso rompido abruptamente com o falecimento da esposa e mãe.
Aproveita para agradecer as inúmeras mensagens de apoio recebidas neste período de luto e envia uma saudação especial a todos aqueles que, de alguma forma, contribuíram com  sua administração.
Despede-se da prefeitura com o sentimento de dever cumprido, onde teve a oportunidade de levar o município de Lages a um novo patamar de desenvolvimento e implantar as medidas estruturantes, tão necessárias para garantir um futuro ainda melhor para os cidadãos lageanos.
Com o coração apertado, deixa o cargo de prefeito e assume, em tempo integral, o papel de pai, presente e dedicado. Tarefa que, infelizmente, não consegue mais compatibilizar com a vida pública. 
Aproveita para desejar a seu vice, Toni Duarte, um final de gestão com muito sucesso e serenidade e saudar a todos os funcionários, sejam efetivos, contratados e comissionados, pelo apoio incondicional recebido durante todo o mandato.
Um especial sentimento de gratidão a todos os cidadãos que sempre estiveram solidários ao trabalho da atual administração e nunca deixaram de acreditar na transparência, no esforço de fazer o melhor e na imensa vontade de deixar à Lages um legado de ações positivas e voltadas unicamente ao bem comum.
 Atenciosamente,
 Elizeu Mattos