sexta-feira, 29 de abril de 2016

Prefeito Elizeu inaugura ampliação de Ceim no Popular

O município conta com cerca de 120 unidades escolares entre a educação infantil e o ensino fundamental, sendo que a metade teve alguma intervenção, seja de reforma ou ampliação, nos últimos três anos
Moradores do bairro Popular se reuniram na noite desta quinta-feira (28) para receber a ampliação do Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Iraci Steink. O prefeito Elizeu Mattos e a secretária de Educação, Leni Coelho Granzotto, inauguraram oficialmente a obra que aumenta a capacidade de atendimento da unidade, diminuindo a fila de espera na educação infantil nessa região da cidade.
Essa é uma das metas da atual administração municipal, que vem sendo buscada através da execução de numerosos projetos e ações. “Quando iniciamos a nossa gestão tivemos de elencar prioridades, pois o município não dispõe de recursos para resolver tudo. A educação, principalmente o aumento de vagas no setor infantil, estava entre nossas metas, pois acreditamos que, se queremos uma cidade desenvolvida, com mais pessoas no mercado de trabalho, temos que dar condições de as mães trabalharem e terem onde deixar seus filhos com segurança, em um local de ensino de qualidade”, diz o prefeito.
O município conta com cerca de 120 unidades escolares entre a educação infantil e o ensino fundamental, sendo que a metade teve alguma intervenção, seja de reforma ou ampliação, nos últimos três anos. Outras unidades estão sendo construídas, algumas com ordem de serviço já encaminhada.
Mais 60 vagas no Ceim
A diretora Márcia Aparecida Matteucci Neto diz que a partir de agora o Ceim atenderá melhor as necessidades da comunidade. “A lista de espera era grande, mas graças à compreensão do prefeito Elizeu, a obra saiu e vamos oferecer mais 60 vagas”, afirma. Para a ampliação do Ceim Iraci Steink, a prefeitura contou com recurso disponibilizado pelo programa Brasil Carinhoso, do governo federal, no valor de R$ 159.533,48.
A unidade escolar contará com uma área de 182,62 metros quadrados de infraestrutura baseada nas necessidades de desenvolvimento da criança, tanto no aspecto físico quanto no intelectual e social. São quatro salas de aula, cada uma com um banheiro para melhor atender os alunos, um refeitório e uma lavanderia, esta para facilitar os serviços de limpeza.
Antiga creche Sorriso
Na inauguração houve apresentação de alunos do maternal e também da Orquestra Sinfônica da Alam. A presidente da Comissão de Pais e Professores (CPP), Ana Paula da Silva, deu um depoimento emocionado de quando, há mais de 12 anos, matriculou seu filho na escola. “Ainda era uma creche Sorriso, bem pequena, mas admirava o trabalho destas professoras e sonhava em trabalhar aqui. Em 2008 passei no concurso público e iniciei como serviços gerais. Sempre ajudava na animação das festinhas temáticas com as crianças e percebia o comprometimento de toda a equipe. Cada uma destas professoras é um pouquinho mãe dos alunos”, define, ressaltando as mudanças ocorridas, incluindo a obra de ampliação e o aumento de vagas na creche.
Legenda: Muita gente compareceu ao ato solene realizado na noite desta quinta-feira (Foto: Sandro Scheuermann)

______________________________________________

Balcão Cidadão contempla comunidade estudantil

Os estudantes fizeram cadastro junto ao Banco do Emprego para estágios e programas sociais e aproveitaram para encaminhar pedidos de carteira de identidade e CPF
Os atendimentos comunitários do Balcão Cidadão contemplaram a comunidade estudantil da Escola de Educação Básica (EEB) Flordoardo Cabral, no Centro. Moradores próximos e até de outros bairros também participaram das atividades ocorridas na manhã desta sexta-feira (29). Além dos tradicionais serviços no que se refere à confecção de carteiras de identidade e de trabalho e cadastro de pessoa física (CPF), houve movimentação junto ao Banco do Emprego. O Instituto Mix (salão de beleza), a Polícia Comunitária e a rádio Clube também estiveram integrados aos trabalhos. “Estou aqui para renovar minha carteira de identidade. O documento já tem mais de 15 anos”, aponta Ivandir Sebastião Pessoa, policial militar aposentado, morador do bairro Centenário.
Os estudantes fizeram cadastro junto ao Banco do Emprego para estágios e programas sociais e aproveitaram para encaminhar pedidos de carteira de identidade e CPF. Um grupo de estudantes (formandos) ficou responsável pela animação musical e aproveitou a oportunidade para a venda de doces artesanais. “Deslocamos uma equipe de cerca de 20 pessoas entre servidores e estagiários”, enumera a secretária executiva do Balcão Cidadão, Arlete Pessatti. “E já programamos para o dia 2 de maio nova ação comunitária, agora no bairro Vista Alegre (na Emeb Madalena Miranda Largura), das 13h30min às 17h”, informa.
Legenda: Moradores próximos e até de outros bairros também participaram das atividades ocorridas na manhã desta sexta-feira (Foto: Cao Ghiorzi)

Secretário vistoria obras do Complexo Araucária

De um total de 39 mil metros de extensão de redes de esgoto do Complexo Araucária restam dez mil metros a serem implantados. Também está sendo construída a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) formada por cinco grandes tanques – módulos do esgotamento sanitário de seis bairros e de um loteamento, onde residem em torno de 25 mil pessoas. Na manhã desta sexta-feira (29), o secretário municipal de Águas e Saneamento (Semasa), Benjamim Schultz, e o engenheiro de fiscalização Charliston Drehmer, visitaram as obras em áreas dos bairros Araucária, São Luiz e Santo Antônio.
O secretário destaca o trabalho já executado de implantação da rede de esgoto em cerca de 30 quilômetros de ruas, com transposição de riachos, sangas e canais urbanos, bem como o andamento da construção da ETE. “A rede passa pelos riachos através de vigas de concreto, tecnicamente chamadas de tubos envelopados, em meio aos quais são embutidos canos de PVC. E em muitos locais, para que isso seja feito, é preciso implantar galerias pluviais em substituição aos velhos pontilhões de madeira”, informa, demonstrando a complexidade da obra.
Em relação à ETE, Benjamim ressalta a importância do tratamento do esgotamento sanitário. “Está sendo construído o que há de mais moderno atualmente. O esgoto que passar pela ETE será despejado no rio, completamente despoluído”, garante. Ao longo de toda a rede do Complexo Araucária estão sendo implantados tubos de PV de várias bitolas (400, 300, 200, 250, 150 e 100 milímetros de diâmetro). “Nestas vistorias os moradores nos procuram para conversar e reclamar dos impactos sofridos pelas obras e é quando temos oportunidade para explicar detalhes quanto à complexidade de todo o sistema”, ressalta.
Para orientar a população da área de abrangência do Complexo Araucária a Semasa conta com equipe do plantão social que diariamente visita a comunidade. “Mas sempre é necessária a nossa intervenção direta para a resolução de uma série de transtornos surgidos no decorrer das obras”, argumenta Benjamim. A construção da ETE e o gerenciamento e fiscalização de todo o trabalho no Complexo Araucáriaé feito pelas empresas Krieger Metalúrgica Indústria Técnica e a L’art Arquitetura e Engenharia (gerenciamento geral), licitadas pela prefeitura.
Benjamin relata que com o Complexo Araucária, somando-se as demais obras já executadas e em execução, como as do projeto Ponte Grande, Lages alcançará um índice de 65% de tratamento de esgoto. “Nunca se investiu tanto em saneamento básico como agora”, garante. O engenheiro Charliston Drehmer frisa o quanto envolve de tempo e técnica operacional para uma simples abertura de vala em determinados terrenos, nos leitos das ruas. “Em certas áreas o terreno contém até 40 centímetros de serragem, de antigos depósitos de serrarias. É preciso escavar de três a quatro metros de profundidade em áreas de argila e em beiras de riachos. Têm locais onde são escavados até seis metros ou mais para implantar caixas de inspeção de rede”, detalha.
Legenda: Somando-se as demais obras já executadas e em execução, como as do projeto Ponte Grande, Lages alcançará um índice de 65% de tratamento de esgoto (Foto: Cao Ghiorzi)

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Lojistas firme no combate à pirataria


FCDL/SC renova parceria no combate à pirataria
Entidade do varejo catarinense compõe o Conselho Estadual temático
O combate à pirataria é uma das premissas da Federação das CDLs de Santa Catarina (FCDL/SC), que renovou nesta quinta-feira (28) o termo de cooperação que mantém com o Conselho Estadual de Combate à Pirataria (Cecop) para este trabalho. Para Ivan Tauffer, presidente da entidade, a adesão é uma das formas de proteger o consumidor. “Precisamos somar esforços, pois os ilegais prejudicam tanto o lojista - pela concorrência desleal - quanto o consumidor, que não tem qualquer garantia ou defesa dos seus direitos”, afirma.
A FCDL/SC integra o Cecop e mantém o trabalho articulado com o varejo estadual para coibir a venda de produtos de procedência duvidosa, penalizando quem cumpre as obrigações tributárias e ainda sonegando impostos.
Para Jair Schmitt, presidente do Cecop, para acabar com a pirataria é necessário fazer um trabalho de “formiguinha” e de investigação. “Assim como os ambulantes daqui precisamos nos prevenir também com as ‘Feirinhas do Brás’, que agitam todo o estado com instalações improvisadas em estacionamentos ou centros de eventos”, pontua.

A renovação do termo aconteceu na CDL da Capital, durante o lançamento da campanha municipal sobre o mesmo tema. Na avaliação de Marco dos Santos, presidente da entidade, esta prática acontece diariamente na região central e necessita ser coibida. “Os ambulantes atuam livremente pelos calçadões do centro”, denuncia.​

Secretário representa Lages em Seminário de Mobilidade Urbana

“Lúcia Mendonça (do Ministério das Cidades) fez questão de exaltar a gestão do prefeito Elizeu, salientando que projetos de mobilidade urbana que se tem desenvolvido em Lages não devem ficar engavetados por conta das dificuldades econômicas.” Jorge Raineski

Com o objetivo de reunir diversos segmentos relacionados à mobilidade urbana e ampliar o canal de discussão e troca de experiências, foi realizado, na segunda-feira (25), em Florianópolis, o Seminário de Mobilidade e Gestão de Infraestrutura Urbana. O evento foi organizado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (Crea) e pelo governo do Estado, através da Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Florianópolis (Suderf). O secretário de Planejamento de Lages, Jorge Raineski, integrou a mesa de autoridades.
Foramministradas palestras, entrando em pauta os processos que compreendem desde a concepção e projeto à gestão e operação das redes urbanas de infraestrutura e suas interações com o projeto urbano das cidades, além das suas interferências entre os diversos sistemas. Logo depois foi aberto ao debate entre os participantes. O auditório do Creaesteve lotado por profissionais das áreas afins, universitários e pesquisadores.
Entre as autoridades presentes esteve Cássio Taniguchi, superintendente de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis e ex-prefeito de Curitiba;Lúcia Mendonça, engenheira Civil e gerente de projetos no  Ministério das Cidades; o engenheiro civil Aloísio Pereira da Silva, entre outros.
Lages, representado pelo secretário Jorge, foi o único município do interior do Estado a ser convidado para o evento. “Lúcia Mendonça fez questão de exaltar a gestão do prefeito Elizeu Mattos, salientando que projetos de mobilidade urbana que se tem desenvolvido em Lages não devem ficar engavetados por conta das dificuldades econômicas”, informa o secretário.

Projetos inovadores
Como base da mobilidade urbana, não se pode deixar de ressaltar a importância do transporte coletivo, segundo o secretário Jorge Raineski. Em Lages estão sendo elaborados projetos de praças de embarque nos principais bairros, algo inédito e inovador na cidade. Futuramente se prevê a implantação de corredores de ônibus, como uma alternativa com o transporte rápido. “Será um grande passo. O projeto está causando ótima impressão tanto no Ministério das Cidades quantonas autoridades presentes no seminário”, afirma Jorge Raineski.
Outros projetos foram pensados de acordo com a mobilidade urbana, a exemplo da Emiliano Ramos (Via Gastronômica), humanizando a rua e colocando os pedestres em primeiro lugar, com menos espaço para os automóveis.
A mobilidade urbana é vista por três pilares: em primeiro lugar o transporte público, seguido pelo incentivo à implantação de ciclovias nas cidades e em terceiro o uso do automóvel, demonstrando que este tem representado a deterioração das principais cidades brasileiras. “A humanização das cidades é um grande desafio, mas acredito que Lages está na vanguarda, com projetos inovadores, voltados para a faixa da população que antes não tinha muito espaço, que são os usuários do transporte coletivo e da bicicleta”, diz.
O projeto de revitalização do Centro de Lages está sendo analisado, cuidadosamente, com colaboração de várias entidades e segmentos da sociedade, com engenheiros e arquitetos, para que entre na mesma linha de raciocínio. “Em Lages enfrentamos um pouco de resistência quando se fala, por exemplo, em tirar um estacionamento de um lado da rua para implantar ciclovias ou ampliar as calçadas. Em cidades como Florianópolis as discussões não passam mais por isso. Muitos estão deixando o automóvel em casa e indo trabalhar de bicicleta”, exemplifica.


Frio venho com tudo pra serra catarinense



Após registrar a primeira neve do ano, Santa Catarina segue com temperaturas baixas em todas as regiões
28/04/2016
A primeira neve de 2016 em Santa Catarina foi registrada na Serra na noite desta quarta-feira, 28. A umidade elevada e a temperatura próxima a -1°C deram condições para a precipitação de pequenos flocos de neve, por alguns minutos, por volta das 21h, em Urupema e São Joaquim.
As temperaturas mínimas em Santa Catarina, na madrugada e amanhecer desta quinta-feira, 28, ocorreram no Morro da Igreja (-3,6°C) e em Urupema (-3,2°C). Nessas localidades, o vento forte, com intensidade variando entre 60km/h e 70km/h, deu sensação de -20°C e -22°C, como mostra a Tabela 1 e 2. O meteorologista da Epagri/Ciram, Clóvis Corrêa, informa que houve registro de sincelo em SC nesta madrugada. "A garoa gelada, quando toca em algumas superfícies, começa a congelar. É uma característica que acontece muito nas partes mais altas no estado", explica.

Sincelo em Urupema. Foto: Marília Oliveira/Prefeitura
>>> Galeria de fotos

Foto: Marília Oliveira/Prefeitura

São Joaquim na manhã desta quinta-feira. Foto: Elenise Nunes/ADR São Joaquim
Tabela 1 - Temperatura mínima registrada em SC até as 7h do dia 28/04/2016:
Região Município Estação Mínima (ºC)
Extremo Oeste Caibi 1039-Caibi 4,7
Dionísio Cerqueira 1544-Dionísio Cerqueira-INMET 2,6
Itapiranga 2450-Itapiranga - SDS 6,3
Maravilha 2456-Maravilha 1,8
Novo Horizonte 1514-Novo Horizonte-INMET 2,5
Fpolis Litorânea Antônio Carlos 2383-Antonio Carlos- MDA 6,7
Florianópolis 1006-Florianópolis - Automática 8,1
Santo Amaro da Imperatriz 2384-Santo Amaro da Imperatriz - MDA 8,1
São José 1501-São José-INMET 10,3
Tijucas 2385-Tijucas - MDA 7,3
Fpolis Serrana Alfredo Wagner 2319-Fapesc SDR-Alfredo Wagner 3,8
Major Gercino 1053-Major Gercino - Campinho - MDA 3,5
Rancho Queimado 1050-Rancho Queimado 2,6
São Bonifácio 1054-São Bonifácio - MDA 4,4
Litoral Norte Balneário Barra do Sul 1060-Balneário Barra do Sul - MDA 8,5
Camboriú 2201-Camboriú - EMASA 9,0
Corupá 2393-Corupá - MDA 7,0
Corupá 2399-Corupá - SDS 7,4
Garuva 2381-Garuva - MDA 7,0
Ilhota 2387-Ilhota - Morro do Baú -  MDA 8,8
Itajaí 1517-Itajaí-INMET 8,7
Itapoá 1503-Itapoá-INMET 6,0
Jaraguá do Sul 1052-Jaraguá do Sul - MDA 7,1
Joinville 1051-Joinville - Vila Nova - MDA 12,0
Joinville 2382-Joinville - Pirabeiraba - MDA 8,5
Luiz Alves 1062-Luiz Alves - MDA 7,2
Massaranduba 2388-Massaranduba - MDA 7,6
Schroeder 2389-Schroeder - MDA 7,7
Litoral Sul Araranguá 1516-Araranguá-INMET 7,4
Imbituba 1055-Imbituba- Porto de Imbituba 10,4
Laguna 1500-Laguna-INMET 11,6
Urussanga 1513-Urussanga-INMET 6,0
Meio Oeste Caçador 1510-Caçador-INMET 2,9
Campos Novos 1048-Campos Novos - Trento 0,9
Curitibanos 1505-Curitibanos-INMET 0,9
Tangará 1046-Tangará - Trento -0,2
Oeste Água Doce 1044-Água Doce - Trento -0,7
Chapecó 1037-Chapecó 3,6
Xanxerê 1509-Xanxerê-INMET 2,5
Planalto Norte Major Vieira 1519-Major Vieira-INMET 2,5
Rio Negrinho 1511-Rio Negrinho-INMET 1,5
Planalto Sul Bom Jardim da Serra 1504-Morro da Igreja -3,6
Campo Belo do Sul 1014-Campo Belo do Sul - Baesa 0,5
Lages 1583-Lages - INMET 0,9
Otacílio Costa 2451-Otacílio Costa - Águas Paradas -  SDS 1,3
Rio Rufino 2436-Rio Rufino - SDS 4,3
São Joaquim 1512-São Joaquim-INMET -1,3
São Joaquim 2375-São Joaquim- Chapada Bonita 0,3
São Joaquim 2413-São Joaquim - Santa Isabel 1,8
São Joaquim 2454-São Joaquim - Chapada Seca - SDS 0,0
Urubici 2266-Urubici - Mundo Novo -2,3
Urupema 1064-Urupema - Morro de Urupema -3,2
Vale do Itajaí Benedito Novo 1059-Benedito Novo - Santa Maria - MDA 5,7
Botuverá 2392-Botuverá - MDA 7,6
Indaial 1502-Indaial-INMET 8,0
Ituporanga 1506-Ituporanga-INMET 4,8
José Boiteux 1058-José Boiteux - MDA 6,2
Lontras 1045-Lontras - Salto Pilão 8,1
Petrolândia 2316-Fapesc SDR-Petrolândia 5,0
Rio do Campo 1507-Rio do Campo-INMET 4,7
Vidal Ramos 2315-Fapesc SDR-Vidal Ramos 4,1
Tabela 2 - Rajada máxima de vento nas últimas 24 horas em SC (das 8h do dia 27/04/2016 até as 7h do dia 28/04/2016):

Região Município Estação Vento Máximo (km/h) Vento Máximo (data máximo)
Litoral Sul Laguna 1500-Laguna-INMET 69,12 27/04/2016 10:00
Planalto Sul Bom Jardim da Serra 1504-Morro da Igreja 69,84 28/04/2016 01:00
Urupema 1064-Urupema - Morro de Urupema 81,50 28/04/2016 03:00
Vale do Itajaí Indaial 1502-Indaial-INMET 55,08 27/04/2016 09:00
Fonte: Estações meteorológicas automáticas monitoradas pela Epagri/Ciram, INMET e ANA. Dados sujeitos à correção posterior.
Alerta de mar agitado
O mar permanece muito agitado a grosso no Litoral de SC nesta quinta, com picos de onda de 3m a 4m e acima deste valor em áreas mais afastadas da costa, devido à passagem de uma frente fria e a um ciclone extratropical (baixa pressão intensa) no oceano em frente ao Litoral do Uruguai e Sul do RS. Há risco de ressaca, sendo desaconselhável a navegação de pequenas e médias embarcações.
Previsão para os próximos dias
Nesta quinta-feira, 28, as temperaturas não sobem muito na maior parte das regiões. Especialmente no Planalto Sul, as máximas variam entre 9°C e 12°C. O ar polar novamente deixa a madrugada de sexta-feira, 29, com temperatura abaixo de 0ºC no Planalto Sul. As temperaturas baixas do Oeste ao Planalto, áreas altas do Vale do Itajaí e Litoral, com temperatura mínima entre 3°C e 0°C mantém a condição de geada. A figura abaixo mostra as regiões do estado com maior probabilidade de ocorrência de geada forte na sexta-feira. No sábado, 30, ainda ocorre geada nas áreas altas do Oeste ao Planalto.
Figura - Previsão de geada forte em parte de Santa Catarina:


Lages, um bom negócio: Hospital de Clínicas Bermiro Saggioratto investe R$ 30 milhões em novas alas

A intenção é tornar Lages referência na área da saúde, ampliando a capacidade resolutiva para as mais diversas enfermidades, impedindo que os pacientes precisem se deslocar muitas vezes centenas de quilômetros para encontrar cirurgias e tratamentos clínicos de alta complexidade

Através do espírito empreendedor do casal Bermiro e Herta Saggioratto, iniciou em Lages o que seria um dos grandes investimentos na área da saúde. O Hospital de Clínicas Bermiro Saggioratto completa este ano 30 anos de fundação. A princípio consolidou-se como a clínica e maternidade Clini Mulher, ampliando posteriormente suas especialidades e evoluindo para hospital.
Há quatro anos, visualizando o grande potencial da estrutura, podendo tornar-se um hospital de alta complexidade, iniciou um sonho que está prestes a ser realizado. Até o fim do ano serão inauguradas as novas alas do hospital, ampliando e melhorando as condições de atendimento aos pacientes em todas as especialidades, exceto na área de pediatria.
O prefeito Elizeu Mattos visitou as obras e ficou otimista com os investimentos na área da saúde, tão necessários para o desenvolvimento da região. “Essa é a prova de que os investidores acreditam em Lages. Temos exemplos diários de que dá para fazer acontecer. Nós da administração municipal estamos fazendo nossa parte, com incentivos em áreas estruturantes da cidade, que facilitam esses empreendimentos. O funcionamento do aeroporto é um exemplo, pois vai facilitar muito a vinda de médicos ou a participação de profissionais locais em congressos e seminários em grandes centros”, comenta.
A intenção é tornar Lages referência na área da saúde, ampliando a capacidade resolutiva para as mais diversas enfermidades, impedindo que os pacientes precisem se deslocar muitas vezes centenas de quilômetros para encontrar cirurgias e tratamentos clínicos de alta complexidade em outras regiões.

Alguns serviços já estão disponíveis
Após a fase de idealização e planejamento, a obra encontra-se em plena execução. Alguns serviços já foram inaugurados e disponibilizados para a população,e outros setores estão sendo encaminhados para entrar em funcionamento nos próximos meses. No dia 27 de novembro do ano passado iniciaram outros serviços, através da parceria com o Grupo Digimax Medicina Diagnóstica, responsável por toda a área de imagens, como ressonância nuclearmagnética; tomografia computadorizada; ultrassonografia; mamografia; raios X e densitometria óssea.
No fim deste ano serão inaugurados os serviços de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), hemodinâmica (exame que identifica obstruções das artérias coronárias ou avalia o funcionamento das válvulas e do músculo cardíaco) e cirurgias cardíacas e neurocirurgias. A UTI terá muitos diferenciais, com cerca de 500 metros quadrados de área construída, focada na humanização, com apartamentos individuais, tecnologia de ponta, entre outros.

Investimentos
O Hospital de Clínicas Bermiro Saggioratto conta com parceiros, formando um complexo, constituído pelo sistema de imagem, laboratórios, pronto-atendimento, hemodinâmica e a parte de cirurgia cardíaca. Os investimentos no empreendimento, contabilizando recursos do próprio complexo e parceiros externos, serão de aproximadamente R$ 30 milhões, sendo R$ 15 milhões em obras físicas e o restante na aquisição de equipamentos de ponta e tecnologia avançada.
Serão cerca de nove mil metros quadrados de área construída. Atualmente o hospital conta com 3.400 metros quadrados de área, ou seja, o total irá praticamente triplicar. “Todos esses investimentos serão em Lages, beneficiando a região. Estamos trazendo médicos renomados que aceitaram morar aqui porque viram o potencial da cidade na área da saúde, a exemplo de um cirurgião cardíaco e dois médicos hemodinamicistas de São Paulo, além de muitos profissionais locais que se especializaram até fora do país, com grande conhecimento científico, mas que até então não contavam com tecnologias adequadas e não conseguiam aplicar. Agora poderão fazer isso aqui”, comenta o diretor executivo Julimar de Oliveira.
Existe uma preocupação também com a parte estética do hospital, dentro das normas estabelecidas, pensando na segurança dos pacientes. Após a conclusão dos trabalhos, será pleiteado um selo da Organização Nacional de Acreditação Hospitalar (ONA). Trata-se de um sistema de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde.

Aumento da capacidade de atendimento
Com todas essas etapas vencidas, o hospital passará dos atuais 35 leitos para 145, sendo dez da UTI, um aumento significativo. Também terá um acréscimo no quadro de funcionários, que passará de 35 para 200 de forma direta, gerando emprego e renda na cidade. A lavanderia e a cozinha foram terceirizadas, contando com empresas lageanas para esse serviço. O corpo clínico é aberto, portanto, a maioria dos médicos locais presta serviços no hospital.
Muitos pacientes que não conseguiam tratamento em Lages, em nenhum dos hospitais, eram encaminhados para centros como Florianópolis, Curitiba, Joinville e Blumenau (SC), além de Passo Fundo, Caxias do Sul e Porto Alegre (RS), e também São Paulo (SP). Com a implantação de atendimentos em todas as especialidades no Hospital de Clínicas Bermiro Saggioratto, esse problema será quase zerado.
Além dos moradores locais, os hospitais de Lages atendem pacientes de toda a Serra, chamada microrregião, e do Oeste, a macrorregião. O mapeamento da capacidade de atendimentos futuros, após a entrega da obra, é de uma área de cerca de um milhão de pessoas. “Quando você sabe que na sua cidade tem todos os serviços que necessita, estando próximo aos familiares e do seu lar, terá mais conforto e sensação de segurança. Esse quesito é fundamental na recuperação de qualquer paciente”, aponta o diretor.

Legenda: No fim deste ano serão inaugurados os serviços de UTI, hemodinâmica, cirurgias cardíacas e neurocirurgias (Foto: Nilton Wolff

Maternidade Darcy Vargas vai receber Prêmio Dr Pinotti 2016

A Maternidade Darcy Vargas, localizada em Joinville (SC), será uma das cinco organizações do Brasil agraciadas com o Prêmio Dr Pinotti em 2016. A indicação e a defesa da importância da unidade hospitalar coube à deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) com apoio do deputado Espiridião Amim (PP-SC) em reunião nesta quarta-feira (27) em Brasília.  
Carmen Zanotto ressaltou o histórico da maternidade, inaugurada em 1947 com a finalidade de prestar serviços obstétricos e neonatológicos para atender a população das regiões Norte e Nordeste de Santa Catarina.
A maternidade é reconhecida como referência em parto normal: sendo 63% deles e apenas 37% de cesáreas.
O Prêmio “Dr. Pinotti – Hospital Amigo da Mulher” é concedido pela Câmara dos Deputados a entidades governamentais e não governamentais cujos trabalhos ou ações merecem especial destaque pela promoção do acesso e pela qualificação dos serviços de saúde da mulher.
A premiação acontece uma vez por ano, em cerimônia no Salão Nobre da Câmara dos Deputados. O evento é realizado no mês de maio, na semana do dia 28, em alusão à data em que se comemora o Dia Mundial de Combate à Mortalidade Materna.
A escolha para a premiação é feita por um conselho formado por um representante de cada partido político com assento na Câmara dos Deputados. Este ano, Carmen Zanotto foi a representante do PPS no colegiado.

Mais informações:
Gabinete Carmen Zanotto

Sionei Ricardo Leão
(61) 3215-5240 – 8407-4294 - Brasília


Silviane Mannrich
(49) 3223-6018 – Lages


Wiatec Eletricidade une-se ao Inter de Lages no projeto da nova loja do clube

A Wiatec Eletricidade é o mais novo reforço do Internacional de Lages no projeto de construção da futura loja própria do clube. A empresa confirmou sua entrada na iniciativa nesta quarta-feira, horas depois de o clube dar início à campanha de busca por parceiros para o projeto.
E MAIS:

A empresa procurou o clube para oferecer toda a mão de obra necessária para a instalação dos sistemas elétrico e preventivo da loja. A Wiatec une-se, assim, à All Bekaa, autora do projeto da loja (criado pelo arquiteto Malek Dabbous), e à NDDigital, que vai ceder tijolos, vidros e as peças de alumínio que vão compor as entradas do espaço.
Para levar o projeto adiante, o Inter segue em busca de mais parceiros. A Leão Baio Store, como o projeto está sendo chamado, será instalada no espaço debaixo das arquibancadas cobertas do Vidal Ramos Júnior.
Com a nova loja, o Inter deixará de ter despesas com aluguel. Além disso, por ficar no estádio, o novo espaço poderá receber torcedores inclusive nos dias de jogos, além de melhorar o atendimento aos sócios, que terão uma área na loja dedicada apenas a eles.
Interessados em apoiar o Inter de Lages nessa iniciativa podem entrar em contato pelo telefone (49) 9191-1149.


NO ANEXO:

- Concepção artística de como deve ficar a futura loja colorada (Arte: Malek Dabbous / All Bekaa Arquitetura e Engenharia)
 
--
Inter de Lages
Imprensa

 

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Deputada Zanotto fala da depressão econômica brasileira

Carmen manifesta preocupação com a crise econômica

A deputada Carmen Zanotto (SC), vice-líder do PPS na Câmara, manifestou nesta terça-feira (26) preocupação com a  grave situação econômica do país. Para ela, a disputa política, as posições contraditórias continuarão,  até porque fazem parte da democracia.
“Mas o que os brasileiros não suportam mais é a depressão, a estagnação econômica e o desemprego”, afirmou.
Segundo a parlamentar, o Brasil não pode ficar parado, à espera da solução política. Para ela, seja  qual for o resultado da apreciação do impeachment no Congresso Nacional,  é preciso urgentemente resolver os problemas.
“É isso que a população, sobretudo os milhões de desempregados, espera de todos nós. A nação está em primeiro lugar”, alertou Carmen, em pronunciamento.

A deputada voltou a defender a retomada das votações no plenário da Câmara. Ela lembrou que há matérias importantes na pauta para serem apreciadas, como a da PEC da Saúde, cujo segundo turno precisa ser aprovado pela Casa.

1°Batismo, troca de corda e formatura Magia da Bahia Lages

Neste fim de semana dia 23/04, na praça de alimentação do Lages Garden Shopping, aconteceu o 1°Batismo, troca de corda e formatura do grupo Magia da Bahia de Lages.Esse evento contou com a presença de vários mestres renomados e convidados de diversas cidades.

Tendo como objetivo a iniciação de 80 crianças no mundo da capoeira, esse trabalho já vem acontecendo a um ano com a parceria dos CRAS e nas associações de moradores dos bairros Habitação,  Guarujá, Novo Milênio, Santa Mônica e Bela Vista.E no Orfanato Nossa Senhora das Graças.

Prefeitura reclama de vetos da câmara de vereadores de Lages

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura de Lages vem a público se manifestar sobre a rejeição pela Câmara de Vereadores dos vetos parciais do Chefe do Poder Executivo aos Projetos de Leis Complementares nº 006 e 007/2016, com respectivas Redações Finais nº. 013 e 009/2016

O Prefeito de Lages, visando dar cumprimento à decisão judicial proferida pelo TRF 4ª, nos autos da Ação proposta pelo Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região – CREFITO/SC, determinando a redução da jornada de trabalho de 40h para 30h semanais para os ocupantes dos cargos de Fisioterapeuta, Fisioterapeuta de Programas de Saúde, Terapeuta Ocupacional e Terapeuta Ocupacional de Programas de Saúde, encaminhou à Câmara de Vereadores projetos de leis que tratavam, dentre outros assuntos, da alteração da legislação visando a redução da jornada de trabalho desses profissionais.
Contudo, os referidos projetos sofreram emendas modificativas de autoria do Vereador Juliano Polese, alterando a redação original do projeto. Com isso, retirou do projeto o cargo de Fisioterapeuta, objeto da decisão judicial, e reduziu a jornada de trabalho de 40h para 30h semanais de outros cargos de nível superior, quais sejam: Administrador, Assistente Social, Biólogo, Dentista, Enfermeiro, Farmacêutico Bioquímico, Fonoaudiólogo, Médico, Psicólogo, Educador Físico e Nutricionista, em sua maioria os de Programas de Saúde, motivo pelo qual o Prefeito Municipal decidiu vetar os artigos decorrentes das emendas modificativas, de autoria do Vereador Juliano Polese, por constituírem matéria de iniciativa do Chefe do Poder Executivo, conforme preconiza a Lei Orgânica do Município e a Constituição da República, o que impede os vereadores de proporem tais alterações.
A jornada de trabalho de 30h a todos os profissionais supramencionados afeta diretamente a manutenção dos serviços de saúde prestados à população, pois contraria as bases do Sistema Único de Saúde – SUS. Apesar disso, os vetos foram rejeitados pelo Poder Legislativo, impondo ao Município de Lages a obrigação de cumprir a jornada reduzida dos profissionais da saúde de nível superior em detrimento de outros servidores de nível superior e os de nível médio, fazendo com que não apenas o serviço público de saúde, mas também toda a população seja diretamente afetada.
Esse prejuízo ocorrerá porque todos os programas que recebem recursos do Governo Federal exigem a jornada de trabalho dos profissionais da saúde de 40 horas semanais (Unidades Básicas de Saúde, CAPs, PAPs, CEREST e as Coordenações de Saúde da Mulher, Saúde da Criança, Saúde do Idoso, NASF e Academia da Saúde), afetando também os demais serviços prestados à população que contam com esses profissionais, como os do Pronto Atendimento. Ao todo, 232 profissionais de saúde terão a jornada de trabalho reduzida.
Com a rejeição do VETO pelos Vereadores e para que o Município possa manter funcionando seus serviços de saúde com qualidade, o Município seria obrigado a contratar outros profissionais, o que viola a legislação eleitoral considerando que essas vagas não estão previstas na legislação municipal e teriam que ser criadas.
Assim, com as emendas do Vereador Juliano Polese, as obrigações que foram impostas ao Município, além de gerarem aumento de despesas, trarão prejuízos à população, em um momento que o País exige que os gestores tenham cautela e ainda mais responsabilidade no trato da coisa pública, considerando que se cumprido o teor da emenda, restaria inviabilizada a execução dos Programas do Governo Federal, cujos repasses ao Município giram em torno de um milhão de reais/mês e que poderiam ser reduzidos ou suspensos.  Sem tais repasses não haveria condições de manter as Unidades de Saúde abertas para atendimento da nossa população, considerando ainda que a redução dos horários comprometeria a qualidade do serviço prestado.
A Prefeitura respeita a posição do Poder Legislativo, mas, no entanto, reafirma que buscará o apoio do Poder Judiciário para anular a decisão e seus efeitos, corrigindo o vício constitucional existente e também para preservar os direitos da população em geral.

       Resumo de possíveis consequências:
1)      Redução de horário de atendimento à população;
2)      Impossibilidade da realização das atividades do profissional de nível médio, uma vez que estará sem supervisão;
3)      Descumprimento da legislação dos Conselhos profissionais, vez que o técnico não pode ficar sem a devida supervisão;
4)      Possível redução de repasses por parte do Governo Federal e Estadual, num montante de R$ 17.352.458,00/ano;
5)      Redução dos Serviços e Programas oferecidos à população;
6)      Redução do número de atendimentos por Serviço de Saúde;
7)      Agravamento na fila de espera por atendimento;
8)      Possível redução da Cobertura da Saúde da Família;
9)      Aumento da procura pelos Serviços do Pronto Atendimento Municipal Tito Bianchini, Policlínica, Central de Atendimento, Sala de Vacina Central, ou seja, CENTRALIZAÇÃO DO ATENDIMENTO;
10)  Possível redistribuição das Unidades de Saúde;
11)  Possível realocação dos Profissionais de Saúde;
12)  Retrocesso na Atenção à Saúde do Município;
13)  Possível perda da qualificação do Município no Programa de Melhoria da Qualidade de Acesso na Atenção Básica – PMAQ, com a redução de cerca de R$ 3.300.000,00/ano;
14)  Não permanência no PMAQ, devido a necessidade de cadastramento e atualização regular, por parte dos gestores, de todos os profissionais das Equipes no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), assim como o cumprimento da carga horária de acordo com o informado;


Legenda: A Prefeitura respeita a posição do Poder Legislativo, mas, no entanto, reafirma que buscará o apoio do Poder Judiciário para anular a decisão e seus efeitos. (Foto: Arquivo / Sandro Scheuermann)

Usar ou não "o" cartão de crédito


Hoje resolvi escrever sobre este tema, por entender que algumas situações devem ser trazidas a tona, e para que nós consumidores, tenhamos em mente alguns pontos importantes para considerar.

O tema cartão de crédito ainda pode ser considerado para muitos, algo fora da realidade, porém para outros, uma dor de cabeça tremenda, e para outros, vantagens inigualáveis.

Toda questão deve ser abordada por diferentes prismas, ou seja, o que é bom para uns, pode não ser bom para outros, e assim sucessivamente.

Não posso nem vou dizer que a utilização de cartão de crédito seja ruim, ou abominável, pois sabemos que utilizado de forma correta, pode sim trazer benefícios. A questão é como utilizar de forma correta? 

Na hora de escolher o cartão a ser usado, hoje em dia, com os benefícios oferecidos, pode ser muito interessante ter apenas "um cartão" e minhas sugestões são:

1 -  Que NÃO cobre anuidade (já vi que temos cartões operando desta forma atualmente);

2 - Tenha apenas um cartão de crédito, assim você pode concentrar toda sua despesa num só lugar.

3 - Escolha um cartão que te traga pontuações/benefício de retirar prêmios (como viagens, mercadorias, descontos, combustível, etc);

4 - Comece com limite baixo, e com o tempo, se suas finanças estiverem bem, você pode aceitar o aumento do limite, mas com moderação;

5 - Coloque todas as despesas da casa, no cartão, em apenas uma parcela, desta forma você consegue quantificar sem precisar de planilhas auxiliares, quanto gasta por mês (economia de tempo). Lembrando que você já gastaria esse valor em dinheiro, débito ou cheque, então não se assuste com o montante, use isso a seu favor, para verificar possíveis reduções de custos.


Porém alguns cuidados são necessários para você não perder o controle:

1 - Nunca pague parcela mínima do cartão, ou seja, se puder comprar no cartão, mas somente em uma parcela, faça, assim você sempre saberá quanto gastou no mês;

2 - Não faça parcelas que não pode pagar, com a facilidade de parcelamento do cartão, não nos damos conta de que em algum momento, parcelas vão ser reunidas e terão que ser pagas num determinado mês, e isso pode exceder o que você ganha;

3 - Se você tem vários cartões, CANCELE imediatamente um por um, ficando apenas com aquele que não te cobra anuidade e que oferece melhores recompensas;


Com certa instabilidade financeira que estamos vivendo, o desemprego, o mercado oscilando continuamente, temos que estar atentos e buscando oportunidade de cada vez mais controlarmos nossas finanças pessoais e nosso dinheiro, tendo assim uma vida mais tranquila e feliz!

Conte conosco para ajudar neste propósito.

Karine Giordani Machado
Palestrante/Consultora Financeira
Facebook: EconomiaFinanceiraJa
Skype: karine_consultoria
WhatApp: 49 - 9831 8432

Foto Min

Prefeitura leva campanha contra a gripe A ao interior de Lages


O dia D, no sábado, fecha a programação envolvendo as comunidades rurais

A Secretaria de Saúde divulga o cronograma de atendimento para as comunidades do interior do município para a campanha de vacinação contra a gripe A. Nesta terça-feira (26) os moradores de Lambedor, Entrada do Campo e Potreiros foram atendidos.

Cronograma
Nesta quarta-feira (27),a população residente na localidade de Santa Catarina recebe a campanha, às 9h; Mirante, às 11h; Gramados, às 11h30min; Cadeados, às 15h. Na quinta-feira (28) está previsto atendimento para os moradores de Cajuru, às 9h; Morrinhos, às 10h30min; São Jorge, às 13h; Baú, às 14h30min.
Na sexta-feira (29) recebem a dose da vacina os moradores de Rancho de Tábuas, às 9h; Macacos (UBS), às 13h30min; Macacos (Escolinha), às15h.A campanha de vacinação no interior de Lages será finalizada no sábado (30), dia D da campanha, com atendimento na UBS de Índios das 8h às 17h, sem intervalos.

Grupos de risco
Devem procurar pela vacina o público considerado em situação de risco, ou seja, são mais vulneráveis à contaminação: gestantes; idosos; doentes crônicos (pessoas que sofrem com obesidade, diabetes, doenças respiratórias, problemas cardíacos, imunodepressão e hipertensão); crianças de 6 meses até a idade de 4 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes; puérperas com até 45 dias após o parto; trabalhadores da saúde; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional.


Inspetores da Anac vistoriam o aeroporto federal de Lages

O aeroporto está prestes a receber voos regulares da conexão Lages - Campinas, operacionalizados pela empresa Azul Linhas Aéreas, com data prevista para 15 de junho
Chegaram a Lages, por volta das 17h10min desta terça-feira (26), os inspetores da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Fábio Cesar da Costa Bertocco e Felipe Lopes Lindemann, do Rio de Janeiro, para o primeiro dia da vistoria no aeroporto federal Antônio Correia Pinto de Macedo. O aeroporto está prestes a receber voos regulares da conexão Lages - Campinas, operacionalizados pela empresa Azul Linhas Aéreas, com data prevista para 15 de junho.
O prefeito Elizeu Mattos, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Juliano Chiodelli, e profissionais técnicos e administradores do aeroporto, se reuniram no fim da tarde para serem situados sobre o funcionamento da fiscalização. Os especialistas permanecerão em Lages até a manhã de quinta-feira (28), quando retornarão ao Rio. Eles devem levantar pontos de caracterização física e administração do aeroporto como pintura, sinalização, condições de pista, bordas, cabeceiras, pátio e estacionamento.
Os técnicos verificarão ainda itens como balizamento, saguão, terminais, biruta, refletores, iluminação, máquinas de raios X, medições, iluminações, pavimento, texturas, dimensões, nivelamento, combate contra incêndio, segurança, manutenção, formação de profissionais, entre outros tópicos. Se julgarem necessário, se manifestarão somente no fim da vistoria. 
Legenda: O prefeito Elizeu, o secretário Juliano e profissionais técnicos e administradores do aeroporto se reuniram no fim da tarde para serem situados sobre o funcionamento da fiscalização (Foto: Nilton Wolff)

______________________________________________

terça-feira, 26 de abril de 2016

Lageano faz show para arrecadar recursos em prol de cães abandonados

Os ingressos estão sendo vendidos ao preço promocional de R$ 20,00 na banca Central, na praça João Costa, e na bilheteria do teatro Marajoara no dia do evento

Está marcada para o dia 11 de maio a apresentação do artista lageano Daniel Lucena, no teatro municipal Marajoara, a partir das 22h, com o show “Daniel Lucena e convidados”, em evento beneficente que visa arrecadar fundos para tratamento de cães abandonados, já recolhidos e necessitados de cirurgia, como a de castração.
Os ingressos estão sendo vendidos ao preço promocional de R$ 20,00 na banca Central, napraça João Costa, e na bilheteria do teatro no dia do evento. A promoção é da defensora dos animais abandonados, Valéria Lucena,com o apoio da Fundação Cultural de Lages (FCL).
A intenção é arrecadar fundos para custear a castração de animais recolhidos e outras cirurgias de alguns que estão doentes. “A preocupação com os animais de rua é uma questão de saúde pública. Faremos o possível para ajudar o maior número de animais e alcançar o maior número de pessoas para a conscientização”, afirma. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (49) 9996-0383.

Legenda: Valéria, que organiza o evento, diz que a preocupação com os animais de rua é uma questão de saúde pública(Foto: Nilton Wolff)
 

 

Audiência pública garante ampliação do limite de isenção de ICMS no projeto do microprodutor rural

Durante a audiência pública realizada na tarde de segunda-feira (25) para debater  o Projeto de Lei 35/2016, que garante legislação simplificada e  isenção de imposto para  microprodutores rurais, representantes da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF)  aceitaram rever o limite de isenção fiscal proposto no projeto, passando de R$ 60 mil para até  R$80 mil nas vendas diretas ao consumidor final.

"Foi uma audiência importante, com um encaminhamento concreto. Além do aumento do teto de faturamento, o governo do Estado também vai rever o valor da renda bruta anual do produtor para enquadramento no programa, que passaria a ser de R$ 360 mil, em vez de R$ 120 mil. Assim, adequamos o projeto à Lei Federal 11.326 e  97% dos agricultores familiares catarinenses poderão aderir aos benefícios da lei",  destaca o deputado estadual Dirceu Dresch (PT), que requereu a audiência sobre a proposta em debate na Comissão de Constituição e Justiça - CCJ.

A expectativa é de que o governo do Estado, que estava representado na audiência pelo auditor fiscal da SEF, Ari José Pritsch, e pelo secretário adjunto da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, envie ainda esta semana as emendas alterando o projeto original, atendendo assim o pleito das entidades dos agricultores familiares.
Dresch destacou que a lei é uma reivindicação antiga dos agricultores. “O incentivo vai garantir que as pessoas continuem no meio rural e vai diminuir a informalidade, este é o papel da política pública”, defendeu o parlamentar.

Sobre o projeto
O projeto concede  isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), entre outros benefícios fiscais, para os chamados microprodutores primários, categoria que engloba agricultores familiares, pescadores artesanais, turismo rural, entre outros. Também prevê tratamento diferenciado da Vigilância Sanitária e da Fatma.

De acordo com a proposta , será considerado empreendedor primário a pessoa física ou o grupo familiar regularmente inscrito no Cadastro de Produtor Primário da Secretaria de Estado da Fazenda, que explore até quatro módulos fiscais, que utilize predominantemente a mão de obra da família e tenha como principal meio de subsistência a renda obtida pela atividade agropecuária, extrativa vegetal ou mineral, turismo rural, pesca artesanal, maricultura, apicultura e congêneres.

Assessoria de Imprensa
Deputado Estadual 

Diretran disciplina trânsito na Duque de Caxias

A novidade são duas novas lombadas eletrônicas que estão sendo instaladas como reforço à sinalização vertical e horizontal

A Secretaria de Segurança e Ordem Pública, através da Diretoria de Trânsito (Diretran), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, executa obras de melhoria na infraestrutura da avenida Duque de Caxias, que, no seu conjunto, resultarão na disciplina de motoristas, ciclistas e pedestres que a utilizam.A novidade são duas novas lombadas eletrônicas que estão sendo instaladas como reforço à sinalização vertical e horizontal.
Toda a sinalização horizontal e vertical, bem como a pintura da ciclovia, sobre o canteiro central da Duque, foi feita pela empresa executora do projeto de revitalização da avenida. “Já a limpeza, roçada e pintura dos meios-fios (laterais e junto ao canteiro central), entre outras melhorias, estão sendo executadas por equipes da Secretaria de Meio Ambiente”, informa o titular da Diretran, Gustavo Oliveira.
Sobre as duas novas lombadas eletrônicas, Gustavo diz que ocuparão os seguintes pontos: em frente às empresas JZago e Citröen, de forma paralela (uma em cada faixa e sentido de trânsito). “Na semana que vem as lombadas deverão estar visíveis nestes locais. Por enquanto o que se realiza são as obras de base e instalação elétrica que passam despercebidas dos usuários da via”, explica.
Segundo o chefe da Diretran, o limite de velocidade dessas duas novas lombadas será de 40Km/h, enquanto que o limite de velocidade de pista é de 50km/h. “Não temos recebido reclamações quanto a esses limites, até porque a Duque se transformou em movimentada avenida, onde estão localizadas escolas e comércio com expansão acentuada. Com isso, a velocidade máxima não pode ser maior do que 50km/h”, justifica.
Para dar ideia do quanto o tráfego já foi disciplinado na Duque, Gustavo conta sobre a atuação dos agentes de trânsito, na última semana, utilizando-se de radar móvel. “Iniciamos blitz permanentes e num período de uma hora estavam sendo multados uma média de 20 motoristas, por excesso de velocidade, havendo casos de até 90km/h. Em poucos dias o número caiu para nove motoristas multados no mesmo período de tempo. Agora, com as novas lombadas eletrônicas, o trânsito ficará ainda mais seguro na Duque”, conclui.

Legenda: O limite de velocidade onde estarão os novos equipamentos será de 40Km/h, enquanto o de pista é de 50km/h (Foto: Cao Ghiorzi e Sandro Scheuermann)
______________________________________________