quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Prefeitos irão a Brasília tratar da duplicação da BR-116

Presidente da Amures prefeito de Correia Pinto Vânio Forster definiu nesta quarta-feira (26), com a presidente da Associação da Região do Contestado – Amurc, Sisi Blind e o prefeito de Monte Castelo Aldomir Roskamp, representante da Associação dos Municípios do Planalto Norte – Amplanorte, duas agendas em Brasília em setembro para tratar da duplicação da BR-116.
A reunião aconteceu no gabinete do prefeito de Monte Castelo e contou com a presença do superintendente da concessionária Autopista Planalto Sul – Arteris,  Antônio Cesar Sass. Na primeira quinzena de setembro a agenda em Brasília será com o deputado federal coordenador do Fórum Parlamentar Mauro Mariani e outros parlamentares catarinenses.
O estudo preliminar da duplicação da BR-116 será mostrado aos deputados para juntos tentarem sensibilizar o governo federal a ajudar nos investimentos da duplicação. A segunda agenda federal será dia 24 de setembro, na Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT.
O proposito dos prefeitos e da concessionária é iniciar o quanto antes a duplicação da rodovia. Mas antes precisam de autorização do governo federal e de definições sobre o projeto, investimentos, custeio e parcerias. 



Serviço de jardinagem deixa espaços públicos mais bonitos

A Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa) conta a atuação de um jardineiro exclusivo. Ivaldir Correa (Flores) trabalha na manutenção e cultivo de flores e plantas ornamentais no espaço interno e externo das instalações onde está situada a Estação de Tratamento de Água (ETA), no bairro Popular. Flores é o responsável por cuidar de toda a parte de jardinagem da secretaria, no entorno do setor de serviços administrativos, anexo à ETA. “Estão plantados no pátio interno da Semasa cerca de 320 mudas, de várias espécies, como a flor de repolho roxo e branco e a flor de mel”, relata.
Flores também começou a cuidar do canteiro central da avenida 1º de Maio, mais especificamente no trecho que vai da rótula da Escola de Educação Básica (EEB) Zulmira Auta da Silva até o ponto de entrada principal da ETA. “Ao todo são mais de 600 mudas plantadas na parte interna do pátio da Semasa e no canteiro central da avenida”, avalia.
De acordo com o secretário da Semasa, Benjamin Schultz, cuidar da parte interna da secretaria também é uma demanda necessária. “O colorido das flores faz com que a visão fique bonita e o ambiente agradável. Isso contagia nossos colaboradores e as pessoas que nos procuram na Semasa”, destaca Benjamin.

Legenda: O jardineiro também começou a cuidar do canteiro central da avenida 1º de Maio, da rótula da EEB Zulmira Auta da Silva até o ponto de entrada principal da ETA (Foto: Luciano Mortari)





Luto oficial em Lages


O prefeito Toni Duarte, decretou  luto oficial  de três dias no município, em decorrência do falecimento  do ex-prefeito Renato Nunes de Oliveira. O ex-prefeito de Lages, faleceu nesta quarta (26), no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em decorrência de um câncer  na   medula óssea. Ele lutava contra a doença desde 2012. “Conheci o Renatinho na Câmara de Vereadores e ele sempre demonstrou interesse pela política. Neste momento resta-nos lamentar perda e nos solidarizar com a dor de sua família”, disse Toni.

Durante o período de luto oficial, as bandeiras de Lages ficarão hasteadas a meio mastro.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Carmen vai relatar PEC da Saúde

A deputada federal Carmen Zanotto (PPS-SC) foi designada relatora da proposta de emenda à Constituição (PEC) 01/2015, que dispõe sobre o valor mínimo a ser aplicado anualmente pela União em ações e serviços públicos de saúde. Carmen foi escolhida, por unanimidade, pelos deputados que atuam nas frentes de saúde da Casa para relatar a matéria na comissão especial instalada na Câmara.

“Essa proposta é importante para que possamos avançar na discussão sobre a responsabilidade constitucional do Estado em oferecer saúde pública de qualidade à população, principalmente aos brasileiros de baixa renda”, afirmou a parlamentar. 

A proposta de emenda à Constituição propõe que os repasses dos recursos sejam feitos pelo governo federal, de forma escalonada em cinco exercícios: 15%, 16%, 17%, 18%, até chegar a 18,7% do Orçamento da União no quinto exercício financeiro subsequente ao da promulgação da emenda constitucional.

Um dos pontos de destaque da PEC, é a incorporação do “Saúde+10”, projeto de iniciativa popular que obriga o governo a destinar 10% da arrecadação bruta da União ao SUS. “Esta proposta nos dá mais legitimidade para lutar por mais recursos”, disse.

Carmen Zanotto é relatora da subcomissão da saúde na Comissão  de Seguridade e  Família, é coordenadora adjunta  dos Direitos da Mulher, faz parte da Bancada Feminina, é titular da Comissão em Defesa da Pessoa com Deficiência e integra a CPI que investiga os desvios de recursos dos Fundos de Pensão. A deputada também preside a Frente Parlamentar de Diagnóstico, Tratamento e Prevenção do  Câncer.



Esclarecimentos sobre a cessão do estádio municipal

Nas últimas semanas, cresceu o debate sobre o decreto municipal que trata da cessão de uso do Estádio Municipal Vidal Ramos Júnior ao Esporte Clube Internacional (Inter de Lages). Para tentar sanar todas as dúvidas sobre o tema, seguem alguns esclarecimentos:

- O decreto é de CESSÃO, e não de DOAÇÃO do estádio. O Vidal Ramos Júnior permanecerá sendo um PATRIMÔNIO PÚBLICO, de propriedade do município de Lages - e, assim, de seus contribuintes e cidadãos;

- A cessão se faz necessária para dar SEGURANÇA JURÍDICA tanto à prefeitura de Lages quanto ao clube. Ela é, portanto, de interesse de ambas as partes. Embora o Inter utilize o estádio desde 1954, ano de sua inauguração, nunca houve um termo formal de uso do estádio pelo clube;


- Com a bem-vinda evolução e fortalecimento das instituições democráticas, entre elas o Ministério Público, e um maior ordenamento jurídico do país, é preciso que os termos de uso de bens públicos sejam formalmente estabelecidos. Assim, todos os DIREITOS e DEVERES estarão descritos em um documento público, acessível a qualquer cidadão. Isso ajuda a explicar por que a cessão está sendo discutida agora e nunca foi antes: hoje, as exigências são maiores. No passado, isso não existia - e quem ganha com isso é toda a população;

- A cessão é não apenas um instrumento necessário, mas também um PASSO DE EVOLUÇÃO da relação entre o município e o clube que o representa no futebol profissional. O mesmo instrumento já foi adotado em dois municípios que têm casos de sucesso no futebol catarinense: em Joinville, com a Arena Joinville (cedida ao Joinville, mas que permanece sendo um patrimônio público), e em Chapecó, com o Índio Condá (estádio municipal cedido à Chapecoense, mas que permanece sendo um patrimônio público). Esses dois casos têm sido usados para nortear as discussões que têm sido feitas em Lages;

- No momento, prefeitura e clube trabalham em conjunto para definir os TERMOS DA CESSÃO. São eles que informarão qual entidade ficará responsável por tudo o que é necessário para a operação do estádio. Quem vai aparar a grama? Quem vai pintar as arquibancadas? Quem vai reformar banheiros, cabines de imprensa e camarotes? Todos os pontos estão sendo discutidos e serão divulgados assim que houver definição. No momento, não há definição sobre esses detalhes porque as conversas ainda estão em andamento;

- Também nesse debate - desde o primeiro momento feito em bons termos e sempre tendo como norte o bem maior da população e das partes envolvidas -, prefeitura e clube vão ordenar o uso do estádio por outras modalidades e por atletas amadores. Quantas partidas do Jocol serão realizadas no estádio por ano? Quais partidas? Em que horários os atletas do paradesporto poderão treinar? 

- É importante salientar que a cessão não impedirá o uso do estádio por atletas e equipes amadoras. Mas, com a definição dos termos da cessão (que, frisamos, ainda estão em discussão), ficará definido formalmente como se dará esse uso;

- Embora os termos de uso sigam em debate, desde já o clube manifesta ser favorável à utilização do estádio também pelas modalidades amadoras. No caso específico do paradesporto, não só o clube já informou à associação que reúne esses atletas ser favorável ao uso do estádio para seus treinos como está em tratativas para uma parceria com o paradesporto lageano. Os detalhes dessa parceria, se concretizada, serão divulgados assim que ela estiver firmada;

O Inter salienta que as tratativas para definir os termos de cessão do estádio têm ocorrido em um espírito de cooperação mútua entre prefeitura e clube. Trata-se do espírito de parceria entre o poder público e o clube que tanto tem contribuído para o crescimento do Inter de Lages - e que seguirá contribuindo.

Tanto o Inter quanto a procuradoria do município estão à disposição para esclarecer todas as dúvidas que eventualmente ainda existirem sobre o tema.




Obras de ampliação do reservatório do Pró-Morar estão 60% concluídas


Estão sendo investidos cerca de R$ 500 mil, recursos próprios da Semasa. Além da ampliação será implantada uma nova rede de distribuição de aproximadamente 200 metros

Os trabalhos de construção do novo reservatório da Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa), o R-16, do bairro Pró-Morar, estão em ritmo acelerado: 60% da obra está concluída. O secretário Benjamin Schultz destaca que está sendo construído no mesmo local do reservatório já existente. “Atualmente o reservatório tem capacidade para armazenar 300 mil litros de água. Com a nova estrutura passará para 600 mil litros, o que contribuirá significativamente para a distribuição de água para toda a parte alta da cidade, incluindo os bairros da Área Industrial”, afirma.
Estão sendo investidos cerca de R$ 500 mil, recursos próprios da Semasa. Além da ampliação será implantada uma nova rede de distribuição de aproximadamente 200 metros. “Estamos investindo em redes de abastecimento e nas de coleta e tratamento de esgoto. Além dos trabalhos no Pró-Morar, nossas equipes estão atendendo solicitações e trabalhando na ampliação de redes em diversos pontos do município”, explica.
A empresa MBC Serviços de Saneamento Ambiental é a responsável pela obra. A previsão é de que o reservatório comece a operar em sua totalidade em outubro e juntos – o novo e o atual – atenderão cerca de 7.400 moradores. “O reservatório já existente atenderá a parte mais baixa dessa região, enquanto o outro abastecerá os pontos mais altos, sem que haja a necessidade de bombeamento”, explica a engenheira Carla Tubs.
Além dessa obra, que contribuirá para que não falte água na parte alta da cidade, principalmente no verão, a Semasa tem investido na construção da rede de saneamento básico para o novo condomínio do bairro Várzea, que receberá mais de 200 famílias, realocadas em função das obras da avenida Ponte Grande, e mais dois quilômetros na rua Virgílio Ramos, que dá acesso ao Órion Parque.
Outra grande obra, que está em fase de desenvolvimento do projeto, é a da rede de coleta e tratamento de esgoto de toda a extensão do bairro Guarujá. “Todas são com recursos próprios do município; não estamos poupando esforços para garantir o acesso ao abastecimento de água e coleta de esgoto com qualidade e eficácia”, finaliza.



 

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Toni prestigia aniversário da rádio Clube

A emissora montou um estúdio móvel no calçadão nesta terça-feira

O prefeito Toni Duarte esteve na manhã desta terça-feira (25) na praça João Costa visitando o estúdio móvel da rádio Clube, no dia em que a emissora comemora os seus 68 anos de atividades. Toni foi entrevistado pelo radialista Adilson Oliveira. Em seguida entregou para Adilson e para o repórter Vantuir Rech e a produtora Jane de Liz uma placa em homenagem ao aniversário da emissora. A Clube iniciou a transmissão externa nesta terça, direto da praça João Costa, às 9h.

Legenda: O prefeito entregou uma placa alusiva aos 68 anos de atividades à equipe que transmitia ao vivo a programação na praça João Costa (Foto: Divulgação)
______________________________________________

Carmen Zanotto pede a inserção da conclusão do aeroporto de Correia Pinto nas reivindicações da Facisc

A deputada federal Carmen Zanotto, como integrante do Fórum parlamentar Catarinense da Câmara dos Deputados, participou de uma reunião com representantes da Federação das Associações Empresarias de Santa Catarina (Fasisc), em São José.
Com o objetivo de buscar uma maior aproximação entre a classe política e a classe empresarial, no encontro, o presidente da Facisc, Ernesto João Reck, destacou a importância do associativismo como agente transformador da sociedade. Reck também apontou o documento Voz Única, que apresenta a visão da classe empresarial sobre o que é necessário para o Estado crescer.
Durante o evento os representantes da Facisc e das Associações Empresariais apresentaram suas reivindicações, entre as quais destaque para as obras de infraestrutura, como o Porto de Itapoá, a ferrovia Norte – Sul para o Oeste catarinense, a ferrovia litorânea, a manutenção de rodovias como a BR 282, BR 163, SC 470, e ainda a segurança pública e a gestão do dinheiro público.
A deputada Carmem Zanotto solicitou que fosse incluída na pauta a conclusão do Aeroporto Regional de Correia Pinto e manifestou sua preocupação com o atual momento do país. “Temos hoje três CPIs na Câmara dos Deputados e queremos saber para onde foi o dinheiro dos brasileiros”, expôs. A deputada também manifestou a preocupação com o setor de saúde. “O teto para cirurgias eletivas já foi estrangulado. Por isso precisamos enfrentar a crise renovando as esperanças principalmente no setor produtivo. Precisamos garantir os direitos dos trabalhadores para que o desenvolvimento e a economia aconteçam”, apontou a deputada.




Com investimentos de R$ 3,2 milhões, obras em escola estadual de Lages chegam a 50%

Com 50% das obras concluídas e dentro do cronograma, a Escola de Educação Básica Godolfin Nunes de Sousa, no bairro Penha, em Lages, aos poucos ganha novos ambientes com mais espaço para os 800 estudantes desenvolverem suas atividades.
Com investimentos de R$ 3,2 milhões por parte do Governo de Santa Catarina, são feitas a reforma geral, pintura, ampliação do ginásio de esportes e do refeitório, sala de artes, banheiros novos, instalação de playground e construção de um auditório com capacidade para 300 pessoas sentadas.
A diretora da escola, Rosemere Fontana, destaca alguns dos benefícios da nova estrutura. “Teremos mais espaços para os estudantes desenvolverem as atividades. Além disso, o ambiente está mais aconchegante e bem mais seguro com as novas instalações”.

Investimentos nas escolas estaduais da região passam de R$ 25 milhões

Neste momento, o Governo de Santa Catarina investe mais de R$ 15 milhões em grandes obras nas escolas da região, com destaque para Godolfin Nunes de Sousa (bairro Penha), Flordoardo Cabral (centro) e Colégio Industrial (Vila Nova), em Lages; e Mauro Gonçalves Farias, no centro de São José do Cerrito. Em julho, a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Lages assinou mais R$ 1 milhão em ordens de serviço para ações em outras escolas.
Além disso, só no último ano foram inauguradas sete arenas multiuso na região, sendo as duas últimas agora em 2015, nas escolas Visconde de Cairú, no bairro Vila Nova, em Lages; e Fazenda Olinkraft, no bairro Igaras, em Otacílio Costa.
Assim, entre reformas e ampliações de escolas e construção de ginásios de esportes, o governo de Santa Catarina investe mais de R$ 25 milhões nas 45 escolas da rede estadual de ensino dos 12 municípios vinculados à SDR Lages.

“Estamos reformando e melhorando praticamente todas as escolas da nossa região, pois infraestrutura boa reflete diretamente na qualidade da educação”, diz o secretário de Desenvolvimento Regional de Lages, João Alberto Duarte.

Prefeito participa de solenidade alusiva ao Dia do Soldado

Toni e demais autoridades foram convidados para, com o comandante do Batalhão, coronel Souto Maior, depositar uma coroa de flores junto ao busto do Patrono do Exército, Duque de Caxias

Nesta terça-feira (25), às 11h, o prefeito Toni Duarte participou da formatura militar alusiva ao Dia do Soldado, no 1º Batalhão Ferroviário, no bairro Conta Dinheiro. Toni e demais autoridades foram convidados para, com o comandante do Batalhão, coronel Souto Maior, depositar uma coroa de flores junto ao busto do Patrono do Exército, Duque de Caxias.
Neste mês de agosto é a segunda vez que o prefeito de Lages participa de solenidade militar no Batalhão. No dia 5 de agosto ele prestigiou a formatura que marcou a restituição do nome original da unidade militar: 1º Batalhão Ferroviário. Desde o início da década de 1970, o 1º Batalhão Ferroviário, também chamado de Ferrinho, havia se transferido para Santarém (PA). Em Lages, seria depois instalado o 10º Batalhão de Engenharia de Construção, agora substituído pelo histórico Ferrinho.

Legenda: O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (Foto: Cao Ghiorzi)


sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Caso de esquartejamento de São Joaquim é elucidado

Polícia Civil elucida caso do corpo encontrado esquartejado em São Joaquim
Porto Alegre – Depois de dias ininterruptos de investigação, a Polícia Civil de São Joaquim, com apoio da Delegacia de Pessoas Desaparecidas de Porto Alegre, resolveu o caso do corpo encontrado esquartejado dentro de uma mala em São Joaquim, no último dia 9 de agosto. A vítima, uma mulher de 34 anos, que morava em Porto Alegre, foi assassinada no dia 7 deste mês, conforme confissão dada à Polícia Civil, por um amigo próximo, um homem de 25 anos, na capital gaúcha.
O restante do corpo da mulher foi encontrado enterrado na frente da casa deste suposto amigo, na madrugada desta sexta-feira, 21, em Porto Alegre.
O caso
Desde que os membros inferiores e superiores de uma pessoa até então não identificado foi encontrado, a Polícia Civil de São Joaquim iniciou as investigações, inicialmente para identificar a vítima. Com o auxílio da Delegacia de Pessoas Desaparecidas (DPPD) catarinense e confirmação pelo IGP de Lages, chegou-se à identificação da vítima, no final da tarde de terça-feira, 18. No mesmo dia, levantou-se, que ela teria um Boletim de Ocorrência de Desaparecimento na DPPD de Porto Alegre.
Os policiais civis de São Joaquim, coordenados pelo Delegado de Polícia Civil Diego Azevedo, foram até Porto Alegre verificar a situação e buscar informações. Lá, o delegado, em comum acordo com a Delegada da Homicídios e da DPPD de Porto Alegre, Jeiselaure Rocha de Souza, reinquiriram algumas pessoas. Um deles, um amigo próximo da vítima, afirmou que teria viajado a São Joaquim no dia 8 de agosto deste ano e, após pressões, entrou em contradições várias vezes. Ao final, ele confessou o crime.
Segundo declaração do suspeito, ele teria um cúmplice, também próximo da vítima. Este cúmplice que teria encomendado e participado do assassinato da mulher, inclusive esquartejando o corpo dela com uma máquina makita. O assassinato teria ocorrido no próprio apartamento da vítima, com um martelo pequeno – os dois teriam golpeado a mulher – e depois esquartejado o corpo para escondê-lo. Os pedaços do corpo foram levados dentro do carro e parte dele enterrado na frente da casa do amigo.
A outra parte (membros superiores e inferiores) foi colocada dentro de uma mala e levado para São Joaquim, viagem que já estaria agendada pelo suspeito. Na cidade catarinense, ele se desfez da mala com o restante do corpo.

Como ficou confirmado que o crime ocorreu em Porto Alegre, o caso continuará com a Polícia Civil gaúcha. Será pedida a prisão preventiva do investigado e continuarão as diligências para apurar a veracidade das declarações do suspeito e de outros supostos envolvidos. Por enquanto, o investigado, responde em liberdade.

Venda de ingressos para Inter x Red Bull começa hoje

Os ingressos para Inter de Lages x Red Bull, no próximo dia 30, começam a ser vendidos nesta sexta-feira, dia 21. As vendas serão feitas na loja do clube, no Serra Shopping, que funciona diariamente das 10h às 18h e não fecha no horário do almoço.
Para essa partida, haverá um setor com ingressos a preços populares. Nessa área, situada atrás do chamado gol do placar, os bilhetes sairão por R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e R$ 5 (infantil). (Saiba mais aqui). Com a antecipação do início das vendas dos ingressos, os torcedores terão mais de uma semana para garantir sua entrada no jogo.
A partir deste domingo, quando enfrenta o Operário fora de casa, o Inter fará quatro partidas decisivas em sequência. Nelas, o Colorado Lageano tentará assegurar vaga na próxima fase da Série D, quando começam os mata-matas. O jogo contra o Red Bull será a segunda dessas quatro partidas decisivas - e o papel da torcida será crucial na luta da equipe pela classificação.

Grupo do Inter é o mais equilibrado da Série D
Antes do início do Brasileiro da Série D, muitos observadores diziam que o grupo A7 seria um dos mais equilibrados da competição. Depois de seis rodadas, e a quatro do encerramento da primeira fase, as previsões têm se confirmado. A diferença entre o primeiro e o último colocado da chave é de apenas quatro pontos - em nenhuma outra essa distância é tão pequena.
Todas as equipes do grupo A7 permanecem com chances reais de classificação. O Ypiranga lidera, com 9 pontos. Na sequência estão, pela ordem, Operário (7 pontos), Red Bull (7 pontos), Inter de Lages (6 pontos) e Resende (5 pontos). Embora esteja na quarta colocação, o Colorado Lageano é, no momento, o clube com o segundo melhor aproveitamento do grupo, de 50% - os adversários já disputaram cinco partidas, e o Inter ainda tem quatro. 
Em todos os outros quesitos, a chave se mostra igualmente equilibrada. Todas as equipes têm duas derrotas e já venceram pelo menos uma vez. A diferença entre o ataque mais eficiente e o menos positivo é de apenas dois gols - o Red Bull marcou quatro gols e o Resende, seis. 
Mais uma evidência de que a briga pela classificação para a próxima fase está acirrada foram os resultados da última rodada. Resende e Ypiranga, que estavam nas duas últimas posições, derrotaram Red Bull e Operário, então líder e vice-líder, respectivamente. Com a vitória por 2 a 0 contra o Operário, o Ypiranga pulou da quarta para a primeira posição. O Resende permaneceu em quinto, mas a apenas uma vitória da zona de classificação.
Neste domingo, o Inter, que folgou na rodada passada, estará em Ponta Grossa (PR) para enfrentar o Operário. Em Campinas (SP), o Red Bull recebe o Ypiranga. A depender dos resultados, a classificação pode mudar completamente mais uma vez.


Carmen reforça pedido de convocação de Vaccari na CPI dos Fundos de Pensão

A deputada federal Carmen Zanotto, cobrou, nesta quinta-feira (20), que a CPI dos Fundos de Pensão convoque o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, para prestar esclarecimentos sobre seu suposto envolvimento em operações fraudulentas que resultaram em prejuízo bilionário no Postalis, fundo de pensão dos funcionários dos Correios.

Segundo a parlamentar, o depoimento do presidente da Associação dos Profissionais dos Correios, Luiz Alberto Menezes Barreto, nesta quinta-feira, reforçou o comparecimento de Vaccari à comissão parlamentar de inquérito que investiga o esquema de corrupção no Postalis, Previ (Banco do Brasil), Petros (Petrobras) e  Funcef (Caixa Econômica Federal).


“O depoimento reforça as suspeitas sobre o ex-tesoureiro do PT, que, ao que parece, além de ser o operador do partido no esquema do Petrolão, ampliou suas teias no Postalis.  Isso reforça a sua convocação pela CPI”, afirmou Carmen.

Primavera terá chuva e temperatura acima da média em SC

primavera terá chuva mal distribuída e acima da média em Santa Catarina. Segundo a Epagri/Ciram, também há previsão de chuva intensa em períodos curtos. Porém, no início do trimestre, há chance de períodos maiores de seca. Estudos científicos apontam para aumento da chuva e tempestades severas no Sul do Brasil em anos de El Niño. No entanto, é importante lembrar que o El Niño norteia a previsão, mas o acompanhamento diário é determinante para prever eventos extremos. 

A primavera começa em 23 de setembro, às 5h21min

Coleta de materiais eletrônicos inservíveis chega ao bairro Penha

Eu moro nesta comunidade há 41 anos e nunca presenciei uma ação dessa natureza. Agradecemos por esse trabalho da prefeitura.” Volni Meros

Logo cedo nesta sexta-feira (21), veículos e funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos se deslocaram ao bairro Penha, onde estão sendo recolhidos o chamado lixo eletrônico, produtos inservíveis, que podem ser descartados em frente às residências ou levados até a associação de moradores para o transporte. Estão sendo encaminhados materiais altamente poluentes como baterias, pilhas, lâmpadas fluorescentes, componente e peças de computador, máquinas de lavar roupas, televisores, vídeos-cassete, aparelhos de DVD.
O secretário de Meio Ambiente, Mushue Hampel, acompanha os trabalhos e lembra que o recordista de coleta até agora foi o bairro Habitação, com 570 volumes, em ação promovida no mês passado. Na semana passada o recolhimento foi realizado no bairro Santa Catarina e Araucária com o transporte de 270 volumes. No Dia D promovido em 2013, coincidentemente, o Habitação também liderou a estatística, bem como quando da ocorrência do temporal de granizo, no dia 13 de outubro de 2014, com maior geração de resíduos.
Em 2013, em um único dia, com coleta em pontos fixos, o Dia D de coleta de eletrônicos rendeu quase uma tonelada, com carregamento de dois dumps (papa-entulhos)na praça João Costa, na primeira edição. “Todavia, detectamos que o maior problema não está na área central, mas nos bairros. Independentemente da quantidade recolhida, são itens a menos no meio ambiente”, avalia Hampel.
O secretário apela para que a população dissemine noções de consciência ambiental dentro de casa, entre a família, nos encontros comunitários e nas escolas. A coleta no bairro Penha é auxiliada pelo presidente da associação de moradores, Volni Meros. “Eu moro nesta comunidade há 41 anos e nunca presenciei uma ação dessa natureza. Agradecemos por esse trabalho da prefeitura”, frisa.

Dia 11 no Vila Nova
O mutirão de coleta de lixo eletrônico acontecerá toda segunda e última sexta-feira de cada mês. O próximo bairro a receber a ação será o Vila Nova, no dia 11 de setembro. Normalmente, a Secretaria monta um ponto fixo de coleta na associação de moradores. Veículos percorrem todas as ruas em busca do que é deixado em frente às casas.
O direcionamento correto aos componentes eletrônicos é realizado pela empresa Eco Centro Sul - Gerenciamento de Resíduos Tecnológicos, no bairro Sagrado Coração de Jesus, licenciada para esta finalidade. Todo material entregue é desmontado e cada peça é enviada a empresas especializadas na reciclagem deste tipo de produto.
Campanhas de conscientização e educação ambiental nas escolas são exemplos de iniciativas de estímulo ao descarte legal, assim como o projeto Recicla CDL, com determinação de pontos fixos em locais estratégicos, como no terminal rodoviário Dom Honorato Piazera, 24 horas por dia, inclusive nos finais de semana; Centros de Atenção Integral à Criança (Caics) Nossa Senhora dos Prazeres (bairro Santa Catarina) e Irmã Dulce (Guarujá), e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), ao lado do Terminal Urbano, no Centro.

Cinco atletas lageanos são convocados às Paralimpíadas Escolares 2015

Cinco atletas da Associação Esportiva e Paradesportiva de Lages (Asespp), entidade conveniada com a Fundação Municipal de Esportes (FME), foram convocados para a disputa das Paralimpíadas Escolares 2015. Larissa de Souza de Lima, Alan Carvalho da Mota, Ana Alice de Arruda Costa, Emanuelly Remoaldo (atletismo) e Amanda Lucrécio da Rosa (natação) representarão Santa Catarina na competição, de 23 a 28 de novembro, em Natal (RN).
O evento envolve todos os Estados brasileiros. Para os professores Edna Mendes e Augusto dos Anjos, a convocação é a coroação de um trabalho sério da equipe Asespp/FME. Eles ressaltam a importância do trabalho de base. “Sem base não tem rendimento”, destacam. O superintendente da FME, José Maximiliano Cappelletti Batalha (Capela), diz que a administração municipal é parceira de todas as modalidades e a FME vem trabalhando para que Lages obtenha bons resultados em todas as competições.

O que é a Paralimpíadas
Além de incentivar a prática de atividades esportivas e a inclusão de pessoas com deficiência, as Paralimpíadas Escolares revelam valores e possíveis atletas para representar o Brasil nas Paralimpíadas de 2016. A mais recente edição ocorreu em São Paulo e a equipe de Santa Catarina foi campeã. A competição ocorre desde 2006 e revelou atletas como Alan Fonteles, campeão mundial e ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres em 2012; Lorena Spoladore e Verônica Hipólito, campeãs mundiais de atletismo; Talisson Glock, medalhista mundial da natação; e Leomon Moreno, campeão e artilheiro do Mundial de Goalball (modalidade exclusiva para cegos).
A competição antes se chamava “Paraolimpíadas”. O nome perdeu o “o” para que o evento tenha a mesma nomenclatura dos demais países de língua portuguesa - Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste – onde a grafia é Paralimpíadas. A solicitação foi do Comitê Paralímpico Internacional. Paralímpico vem do inglês “paralympic”, palavra que reúne o início de “paraplegic” (para) com parte de “olympics” (lympics).


Polícia Civil de São Joaquim desvenda caso da mulher esquartejada

A Policia Civil de São Joaquim, desvendou o crime que chocou a população da Serra Catarinense no último Domingo.

Uma mulher, de nome Beatriz Lacerda Glufke, 34 anos, foi esquartejada, e seus pedaços foram abandonados em um terreno baldio em São Joaquim, e encontrado por um catador de latinhas, o qual acionou a Polícia.

Diante dos fatos, o IGP foi até o local, juntamente com a Polícia Civil, para tentar elucidar o caso.

Segundo informações preliminares do Delegado Diego Azevedo, da PC de São Joaquim, o acusado do assassinato é sogro da Vitima, de nome Vandré Caetano do Carmo, que teria encomendado a morte da nora, por suspeita de traição conjugal.

Uma equipe da Polícia Civil de São Joaquim, está em Porto Alegre, onde o assassino foi identificado, e para a surpresa dos policiais, o restante do corpo da vítima foi encontrado no quintal de sua residência.

Segundo o IGP, o corpo foi cortado com uma Serra Makita, e trazido em duas malas para São Joaquim.

Para a polícia o assassino detalhou friamente como ocorreu a execução, "a mulher de 32 anos foi morta por golpes de martelo e depois esquartejada com uma serra makita".

No dia da execução o marido da vítima estava nos Estados Unidos.

Segundo o Delegado Diego Azevedo, "o IGP e a papilocopista Simoni Ramos não pouparam esforços para identificar o corpo naquelas condições e após isso, levaram a prisão do assassino".

Com informações do Portal de Notícias São Joaquim Online.

Vandré Caetano do Carmo, acusado de ter assassinado a vítima


 Local onde o corpo foi encontado com as malas.



quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Coruja questiona a criação, em Florianópolis, de uma Central de regulação do SAMU

O  deputado Fernando Coruja ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para chamar a atenção sobre a criação, em Florianópolis, de uma Central de Regulação do Serviço Móvel de Urgência e Emergência (SAMU), em substituição às atuais oito centrais regionais.  Segundo a proposta, que será apresentada amanhã pelo governo do Estado, na prática a operação das ambulâncias e o encaminhamento aos hospitais continuam os mesmos, mas a coordenação e a logística de funcionamento teriam uma central única, que receberia as ligações e distribuiria o atendimento.
Coruja, que é médico, chamou a atenção para o que considera a diferença entre a vida e a morte de um paciente: a agilidade no atendimento. E questionou: "esta mudança vai ser capaz de reproduzir o modelo atual com a mesma eficácia e eficiência?".
Para Coruja, "é importante levar em conta a questão de deslocamento tendo em vista a localização e dificuldades de acesso nas várias regiões  e isso é suficiente para que secretaria de Saúde do Estado avalie  muito bem o grau de responsabilidade que essa iniciativa representa já que, teoricamente, haverá mais demora no atendimento". Atualmente o tempo médio de atendimento é de 10 minutos e a Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de SC (Fetessesc), calcula que vá demorar 50% a mais para dar o start na chamada para acionar a ambulância e buscar vagas em hospitais, neste novo modelo.
Na opinião do parlamentar catarinense, trata-se de uma atitude de risco, que deve ser levada em conta pela Secretaria de Saúde do Estado que deverá economizar, com isso, de R$1,5 milhão a R$2 milhões por mês . "Neste caso, especificamente, mais importante que a economia de recursos é a responsabilidade de continuar oferecendo atendimento ágil e competente  à população catarinense, salvando vidas".


Programa Fala Jovem será transmitido ao vivo da Uniplac nesta quinta (20)

O programa Fala Jovem, da TVAL, a emissora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina estará na noite de hoje em Lages para uma transmissão ao vivo direto da Uniplac.
O Fala Jovem quer discutir a sociedade nas voz dos jovens e universitários catarinenses. O programa, que tem uma hora e meia de duração será transmitido ao vivo a partir das 19h no auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) para todo o estado.
Convidados especiais protagonizarão conversas descontraídas no programa, que contará também com música regional com a banda Lenzi Brothers e o compositor nativista Adriano Posai, além de intervenções artísticas com o grafiteiro Wagner Wagz e o cartunista César Cartum.
Ele é um projeto da Assembleia Legislativa do estado e deve percorrer toda Santa Catarina promovendo a cultura e o debate de ideias.

Parceria com a prefeitura incentiva produtores


“Esses empreendimentos são fundamentais para o desenvolvimento do produtor rural. Todos os cooperados serão beneficiados com a melhoria das estradas de acesso às unidades.” Toni Duarte

O prefeito Toni Duarte recebeu o presidente da Cooperativa Agropecuária do Planalto Serrano (Cooperplan), Arnaldo Morares, para entregar o decreto de incentivos da prefeitura, referente à melhoria dos acessos nas unidades da Área Industrial e da Coxilha Rica. O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (20).
A Cooperativa investiu cerca de R$ 9 milhões na nova unidade de armazenamento e beneficiamento de sementes da Área Industrial, com 4.500 metros quadrados e capacidade para 80 mil sacos de sementes por ano. “Esses empreendimentos são fundamentais para o desenvolvimento do produtor rural. Todos os cooperados serão beneficiados com a melhoria das estradas de acesso às unidades”, afirma o prefeito.

Sobre a Cooperplan
A Cooperativa Agropecuária do Planalto Serrano foi fundada em 1993 e iniciou suas atividades com 22 produtores rurais, tendo sua sede administrativa em Lages, com capacidade de seis mil toneladas para o armazenamento de grãos. “Esses benefícios e parcerias com o poder público agregam valor aos produtores da cooperativa”, relata Arnaldo Moraes.
Com a necessidade de vários produtores rurais das regiões de Lages, Campo Belo, São José do Cerrito, Cerro Negro, Urupema, Ponte Alta, Correia Pinto e Otacílio Costa, a Cooperplan foi criada com o objetivo de facilitar o desenvolvimento agrícola da região. Atualmente conta com mais de 250 produtores associados e capacidade de armazenamento de mais de 30 mil toneladas de grãos e sementes. A Cooperplan disponibiliza aos clientes e associados produtos entre grãos, sementes, fertilizantes e insumos agropecuários, com destaque para a produção de milho, soja, feijão, trigo e aveia.

Legenda: Prefeito Toni Duarte recebeu o presidente da entidade, Arnaldo Moraes, na manhã desta quinta-feira (Foto: Cao 

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Motorista vai a óbito após perder controle de veículo na Curva da Morte

A curva da morte, como é conhecida a primeira curva da Avenida Santa Catarina, que liga o bairro Conte a BR 116, fez mais uma vítima na noite desta terça-feira, em Lages.

O condutor do veículo GM Kadett placas CME-6095 de Lages, Paulo Henrique da Silva Muniz, 25 anos foi a óbito após perder o controle de seu veículo e colidir contra um caminhão.

Há uma equipe de reportagem no local, trazendo maiores informações para o Plantão Gazeta.






Inter amplia presença na internet e chega a 25 mil seguidores nas redes sociais

Em campo, o Internacional de Lages tem obtido feitos de relevo nos últimos tempos, entre os quais estão sua melhor campanha no Campeonato Catarinense em três décadas e a classificação para a Série D, primeira competição nacional do clube desde 1966 (e o time está firme na briga por uma das duas vagas na próxima fase). Fora das quatro linhas, o Colorado Lageano também tem, passo a passo, ampliado sua musculatura - e o crescimento no mundo virtual é uma dessas frentes.
O Inter acaba de superar a barreira de 25 mil seguidores na internet. O número de fãs (que era de 25.351 até a manhã do dia 18 de agosto) engloba os cinco perfis oficiais do clube nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Flickr e Youtube. Pode ser um número ainda muito distante dos alcançados pelas maiores equipes do futebol brasileiro, mas não deixa de ser expressivo: afinal, há pouco mais de dois anos, o Inter estava apenas na terceira divisão do Campeonato Catarinense e não tinha nenhum canal oficial de comunicação, nem mesmo um site.
Todos os cinco perfis do Inter são alimentados periodicamente. Para além da simples divulgação de textos e imagens com informações sobre o clube, esses canais são utilizados como ferramenta de interação com torcida e fãs: o Inter utiliza as redes sociais para conversar com seus torcedores, tirar dúvidas e ouvir elogios, críticas e sugestões. Todas as manifestações são respondidas, registradas e levadas em consideração para futuras decisões do clube.
Além de conversar diretamente com seus torcedores, o Inter de Lages abriu mão de uma estratégia comum não apenas entre clubes de futebol, mas também empresas, marcas, artistas, celebridades e outros interessados em ganhar notoriedade: a compra de seguidores. A prática não é ilegal, mas serve para "inflar" artificialmente o número de fãs. Para o Inter, mais vale uma base menor de seguidores, mas efetivamente interessada na vida do clube, do que um grande número deles com localização, ou mesmo existência, incertas.
Saiba mais sobre os cinco perfis oficiais do Inter de Lages nas redes sociais.

Utilizado para a divulgação de notícias e vídeos da equipe principal, das categorias de base e da equipe feminina de futsal, além de canal de comunicação direta com torcedores e fãs. 


Utilizado para a divulgação de notícias da equipe principal, das categorias de base e da equipe feminina de futsal. No Twitter, o clube adota um tom mais descontraído e interage com os perfis de outras equipes e seus torcedores.


Registro de fotos e imagens não necessariamente noticiosas sobre o clube. Nesse perfil, entram registros de jogos e treinos, mas também imagens de ídolos do passado ou fotos inusitadas de torcedores nas ruas e nas arquibancadas.


Verdadeiro banco de imagens sobre o clube, disponível a torcedores, jornalistas e pesquisadores. No Flickr, que já tem quase 3.500 fotos arquivadas, são armazenadas imagens de todos os treinos e jogos da equipe principal e também de partidas importantes das equipes de base e do futsal feminino. Todas as fotos são catalogadas com data do registro, crédito do autor, legenda que identifica o personagem fotografado e distribuídas em álbuns sobre cada evento.


Vídeos de gols e material institucional sobre o clube. O canal do Inter de Lages no Youtube já tem mais de 150 mil visualizações.



NO ANEXO:

- O escudo do Inter e as logomarcas das redes sociais em que ele atua (Montagem: Inter de Lages)
 
--
Inter de Lages
Imprensa
 

www.interdelages.com.br

ACIL comemora seus 75 anos

No dia 19 de agosto de 1940, foi criada a Associação Comercial de Lages, tendo como objetivo defender os interesses imediatos da classe empresarial. Com as mudanças necessárias de seus estatutos passou a se denominar Associação Empresarial de Lages – ACIL, mas o objetivo permaneceu o mesmo. Ao longo desses anos a ACIL vem construindo um respeitável currículo de lutas e vitórias em proveito do setor produtivo e de toda a comunidade. E assim pretende prosseguir na construção de sua própria história, que está integrada à história da cidade em que atua, deixando em cada época a marca do associativismo como fator importante para o desenvolvimento econômico e social e de forma igualitária nos diversos setores da sociedade.
Neste mês de agosto, a ACIL completa 75 anos de fundação e para comemorar tão importante acontecimento está editando o livro “Construindo os 75 anos da ACIL”, que relata alguns fatos importantes realizados pelas diretorias que estiveram a frente da entidade. O livro será lançado durante um jantar festivo onde serão homenageados os ex-presidentes da entidade pelo tempo dedicado ao fortalecimento da ACIL, do associativismo e pelas lutas e conquistas em prol do desenvolvimento de Lages e região. Também serão feitas homenagens aos associados mais antigos, pela parceria e confiança na entidade . 

Município avalia pedido de doação de terreno

O presidente da Amures reivindica uma área próxima ao aeroporto federal para construir a sede da entidade

O prefeito Toni Duarte recebeu o presidente da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) e prefeito de Correia Pinto, Vânio Forster, e o procurador da República, Nazareno Jorgealém Wolff. Em pauta a doação de um terreno para a construção da nova sede da instituição. O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira (18). A área reivindicada fica próximo ao aeroporto federal Antônio Correia Pinto de Macedo.
Além da sede da Amures, a intenção é construir um novo espaço para o Consórcio Intermunicipal da Serra Catarinense (Cisama) e para o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS/Amures). “Vamos avaliar a possibilidade da doação do terreno. Conversaremos com o conselho administrativo e os secretários municipais para definir os encaminhamentos”, observa Toni.
Como a cidade está em franco crescimento, principalmente na região leste, com novos empreendimentos e construção de moradias, o procurador Nazareno Wolff defende o endereço como sendo o melhor espaço. “Com a nova sede, Lages fica consolidada como a capital da Amures, tornando-a de fato uma cidade-polo para atender todos os municípios da região”, pondera.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Cerveró complica vida de Lula


Cerveró confessa que pagou campanha de Lula com contrato superfaturado da Petrobras

Conforme Revista Veja o ex-diretor da Petrobras está prestes a assinar acordo de delação premiada, no qual conta que os contratos foram direcionados à construtora Schahin com o propósito de saldar dívidas da campanha presidencial petista em 2006


Nestor Cerveró: o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli o incumbiu pessoalmente de cuidar dos problemas de caixa que o PT enfrentava depois da eleição de Lula para o segundo mandato.
No início de 2007, a Petrobras experimentava uma inédita onda de prosperidade estimulada pelas reservas recém-descobertas do pré-sal. O segundo mandato de Lula estava no começo. Com a economia aquecida e o consumo em alta, a ordem era investir. A área internacional da companhia, sob o comando do diretor Nestor Cerveró, aportou bilhões de dólares na compra de navios-sonda que preparariam a Petrobras para a busca do ouro negro em águas profundas. Em março daquele ano, uma operação chamou atenção pela ousadia. Sem discussão prévia com os técnicos e sem licitação, a estatal comprou uma sonda sul-coreana por 616 milhões de dólares. E, ainda mais suspeito, escolheu a desconhecida construtora Schahin para operá-la, pagando mais 1,6 bilhão de dólares pelo serviço. Um negócio espetacular - apenas para a empresa que vendeu a sonda e para a construtora, que tinha escassa expertise no ramo. A Lava-Jato descobriu que, como todos os contratos, esse também não ficou imune ao pagamento de propina a diretores e políticos. O escândalo, entretanto, vai muito mais além.
Em delação premiada, o operador Julio Camargo, que representava a Samsung na transação do navio-sonda Vitória 10000, confessou ter pago 25 milhões de dólares em propinas a diretores e intermediários, incluindo aí o próprio Cerveró. Com o esquema em torno da sonda revelado, faltava descobrir o papel da Schahin na operação. E é exatamente Nestor Cerveró, preso em Curitiba e agora negociando a sua delação premiada, quem revela a parte até aqui desconhecida da história. Em um dos capítulos do acordo que está prestes a assinar com o Ministério Público, o ex-diretor da área internacional conta que os contratos de compra e operação da sonda Vitória 10000 foram direcionados à construtora Schahin com o propósito de saldar dívidas da campanha presidencial de Lula, em 2006. E, por envolver o caixa direto da reeleição do petista, a jogada foi coordenada diretamente pela alta cúpula da Petrobras.
Nos primeiros relatos em busca do acordo, Cerveró contou que o PT terminou 2006 com uma dívida de campanha de 60 milhões de reais com o Banco Schahin, pertencente ao mesmo grupo que administrava a construtora. Sem condições de quitar o débito pelas vias tradicionais, o partido usou os contratos da diretoria internacional para pagar a dívida da campanha. Então presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli incumbiu pessoalmente Cerveró do caso. O ex-diretor recebeu ordens claras para direcionar o contrato bilionário da sonda à Schahin. Uma vez contratada pela Petrobras, a empreiteira descontou a dívida do PT da propina devida aos corruptos do petrolão. Para garantir o silêncio sobre o arranjo, a Schahin também pagou propina aos dirigentes da Petrobras envolvidos na transação. Os repasses foram acertados pelo executivo Fernando Schahin, filho do fundador do grupo, Milton Schahin, e um dos dirigentes da Schahin Petróleo e Gás. Fernando usou uma conta no banco suíço Julius Baer para transferir a propina destinada aos dirigentes da estatal para o banco Cramer, também na Suíça. O dinheiro chegou a Cerveró e aos gerentes da área Internacional Eduardo Musa e Carlos Roberto Martins, igualmente citados como beneficiários dos subornos.
Além de amortizar as dívidas da campanha de 2006, o contrato da sonda Vitória 10000 serviu para encerrar outro assunto nebuloso envolvendo empréstimos do Banco Schahin e o PT. A história remonta ao assassinato do prefeito petista Celso Daniel, em Santo André, em 2002. Durante o julgamento do mensalão, ao pressentir que seria condenado à prisão pelo Supremo Tribunal Federal, Marcos Valério, o operador do esquema, tentou fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público. Em depoimento na Procuradoria-Geral da República, ele narrou a história que agora pode se confirmar no petrolão. Segundo Valério, o PT usou a Petrobras para pagar suborno a um empresário que ameaçava envolver Lula, Gilberto Carvalho e o mensaleiro preso José Dirceu na trama que resultou no assassinato de Celso Daniel.
Valério contou aos procuradores que se recusou a fazer a operação e que coube ao pecuarista José Carlos Bumlai, amigo pessoal de Lula, socorrer a cúpula petista. Segundo ele, Bumlai contraiu um empréstimo de 6 milhões de reais no Banco Schahin para comprar o silêncio do chantagista. Depois, usou sua influência na Petrobras para conseguir os contratos da sonda para a construtora. O próprio Milton Schahin admitiu ter emprestado 12 milhões de reais ao amigo de Lula. "O Bumlai pegou, sim, um empréstimo, como tantas outras pessoas. Mas eu não sou obrigado a saber para que o dinheiro foi usado", disse recentemente à revista Piauí.
Eivada de irregularidades, a contratação da Schahin tornou-se alvo de investigação da própria Petrobras. A auditoria da estatal concluiu que a escolha da Schahin se deu sem "processo competitivo" e ocorreu a partir de índices operacionais de desempenho artificialmente inflados para justificar a contratação. Os prejuízos causados pela transação em torno da Vitória 10000 foram classificados pelos técnicos como "problemas políticos", que deveriam ser resolvidos pela cúpula da estatal. Não fosse pela Lava-Jato, a trama que envolve a campanha de Lula e os contratos na Petrobras permaneceria oculta nos orçamentos cifrados da estatal. A Schahin, que vira seu faturamento saltar de 133 milhões de dólares para 395 milhões de dólares durante os oito anos de governo Lula, seguiria faturando sem ser importunada.
O cerco, porém, está se fechando. Os números das contas usadas no pagamento de propinas no exterior e até detalhes das viagens de Fernando Schahin à Suíça já foram entregues pelos ex-dirigentes da Petrobras aos procuradores. Apesar dos claros sinais de fraude no processo, o ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli defendeu a compra da sonda ao depor como testemunha de defesa de Cerveró na Justiça. Procurados, os advogados de Cerveró disseram que não poderiam se pronunciar sobre o andamento do acordo de delação com o Ministério Público. Os demais citados negaram envolvimento no caso. Ao falar da ordem para beneficiar a Schahin, Cerveró reproduziu a frase que teria ouvido de Gabrielli: "Veio um pedido do homem lá de cima. A sonda tem de ficar com a Schahin". E assim foi feito. Cerveró ainda não revelou quem era o tal "homem".

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Prefeito inaugura Laboratório de Análises da Água


Lages ganhou mais uma ferramenta de controle da qualidade sanitária. Foi inaugurado na manhã desta sexta-feira (14) pelo prefeito Toni Duarte, acompanhado da secretária de Saúde, Rose Possato, e da bioquímica Ester Santos de Souza, o Laboratório de Análises da Água. A estrutura está localizada no subsolo da Vigilância Epidemiológica. O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-SC) é o órgão que realiza as análises no Estado e decidiu descentralizar os trabalhos. O Lacen forneceu os equipamentos e materiais. A contrapartida do Município é disponibilizar recursos físico e humano.
O Ministério da Saúde conta com o Programa Nacional de Vigilância Ambiental em Saúde (Vigiagua), de controle e vigilância da qualidade da água, com especificações a partir de uma portaria sobre a obrigatoriedade de as redes de abastecimento, como a Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa), realizar controles diário, mensal e semestral.
Em Lages, a Vigilância Sanitária faz o controle da Semasa uma vez por mês, com coletas em diversos bairros e envio ao Lacen, em Florianópolis, num processo demorado. Com a inauguração do Laboratório, Lages fará todo o trabalho no município, com análises de água recolhida em Lages e nos 12 municípios pertencentes à 27ª Gerência Regional de Saúde e após, abrangendo a Regional de São Joaquim. Em Lages começará a funcionar nos primeiros dias de setembro (falta a informatização do local, feita pelo Lacen). O resultado das análises sairá em dois dias.
As coletas são feitas em locais que concentram grande número de pessoas e que são mais suscetíveis à contaminação como hospitais, clínicas, unidades de saúde, casas de repouso e universidades. “A novidade faz com que se amplie a referência de Lages em saúde”, observa o prefeito. Rose Possato destacou o início de um grande trabalho. “Temos insumos, materiais e corpo técnico capacitado para oferecer uma análise eficaz”, destaca. “E os cidadãos poderão requerer a coleta no local onde moram”, informa Ester.

Escola de Artes participa de concurso nacional de customização

artesanato, coloniais e uma novidade: os serviços de estética e beleza.
Valmor salienta que Lages é uma exceção hoje no país, onde o poder público municipal, através do trabalho em rede entre diversas secretarias e demais instituições, se unem para fomentar a organização de economia solidária. “A cidade possui uma Lei que rege todas as ações, um conselho municipal e um fórum atuante que trabalham beneficiando todos os envolvidos, seja na agricultura familiar, no artesanato ou até mesmo na recuperação de uma empresa”, diz.
O prefeito Toni Duarte esteve presente na abertura da feira. Ele salienta o desenvolvimento do setor e o apoio da municipalidade nesta nova forma de se fazer economia. “O grande diferencial da economia solidária é a cooperação, a autogestão e a preocupação com a sustentabilidade. Temos diversos empreendimentos que, além de praticarem esses princípios, estão gerando renda para seus grupos”, comenta.
Para a presidente do Conselho Municipal de Economia Solidária, professora Jô Antunes, esse novo movimento não é somente a preocupação com trabalho e lucro, mas sim o desenvolvimento social, sustentável e de cooperação entre os empreendimentos. “Já tivemos muitas conquistas, como a aprovação e sanção da Lei Municipal de fomento. Agora nossa tarefa é a elaboração do plano municipal de Economia Solidária”, enfatiza. Para o secretário municipal de Agricultura e Pesca, Moisés Savian, a vinda de um diretor nacional é especial, pois fortalece ainda mais o segmento no município.

Parcerias
A conferência de Política Pública de Economia Solidária é realizada pelo Conselho Municipal de Economia Solidária e Fórum Regional com o apoio das Secretarias Municipais de Agricultura e Pesca; Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda; Assistência Social; Educação; Meio Ambiente e Serviços Públicos; Executiva de Assuntos Comunitários; Fundação Cultural de Lages (FCL); Cáritas Diocesana; Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC); Incubadora de Cooperativas Populares da Universidade do Planalto Catarinense (ITCP Uniplac) e demais parceiros.


Legenda: O prefeito Toni Duarte esteve presente na abertura da feira. Ele salienta o desenvolvimento do setor e o apoio da municipalidade nesta nova forma de se fazer economia (Foto: Ari Junior) 

Fogo em Residência deixa moradores Preocupados no Petrópolis

Um incêndio causou preocupação a moradores da rua Criciúma na tarde desta Sexta-Feira (14).

Um botijão de gás que ficava na parte da cozinha causou o incêndio que se alastrou até os quartos e sala da residência. 

O Corpo de Bombeiros Militares resgatou uma vítima que estava no local do incêndio, e por fim apagaram o incêndio.

O Samu foi acionado para prestar atendimento à vitima, que foi conduzida até o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

Ainda não se tem a informação de quantos litros d'água foram usados para combater o incêndio.