sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Muitas leis para pouca política pública

Muitas leis para pouca política pública


No Brasil, assim como nos países latino-americanos, fazer política pública virou praticamente sinônimo de aprovar leis. Experimente acompanhar uma sessão do Senado, da Câmara Federal ou até mesmo do Legislativo de sua cidade para ver o quão impressionante é o volume de propostas legislativas. Se tornou remédio para quase todo o fim, com a grande diferença de que em muitos casos, muitos mesmo, sem qualquer tipo de eficácia.
Se legisla por quase tudo, desde a exigência de fixação de cartazes informativos em ônibus a obrigatoriedade de parada dos caminhoneiros. A quantidade de leis que um político é capaz de aprovar em vira, muitas vezes, motivo de propaganda política, sem que o resultado prático das leis tenha sido benéfico para a sociedade.
No caso da legislação dos caminhoneiros, é notório que o país não tem estrutura viária mínima para fazer valer a política pública nacional, onde os caminhoneiros são obrigados a parar e a descansar após seis horas, simplesmente não existem paradas adequadas ou segurança para isso. Ou seja, um problema público, caminhoneiros cansados ao volante, foi solucionado no papel, mas não no mundo real.
Então, quem analisa a política pública se pergunta: isso é culpa do caminhoneiro que não está fazendo direito, e que deveria obedecer a lei, ou é culpa do legislador? Acredito que a maior responsabilidade é do legislador, que faz algo simbólico, já sabendo que aquilo não vai dar certo, faz para agradar setores, sem considerar a implementação da política pública.
As manifestações mais contundentes e massivas que emergiram das ruas em junho de 2013 trouxeram a pauta política para o dia a dia do brasileiro. No fundo, essa situação versa sobre a incapacidade que o arcabouço político tem de dialogar com as verdadeiras demandas da sociedade. Começou com o Passe-Livre e logo foi a bandeira da Saúde, Educação, Infraestrutura, se alastrando por praticamente todos os setores da sociedade.
Nem sempre uma lei é a melhor forma de fazer uma ação na sociedade, então isso reveste a população no papel de fazer política pública no enfrentamento de uma catástrofe, no enfrentamento de problemas crônicos da economia, na questão do empreendedorismo, e fazer com que a sociedade também tome sua parte no fazer política pública.
O processo de amadurecimento democrático no Brasil, passa por repensar a o papel da sociedade civil, que não pode ser apenas um receptáculo de política pública, mas também deve assumir a sua própria responsabilidade no sentido de co-produzir políticas públicas e também gerar pressão nos governantes/representantes para que não façam tantas legislações inaplicáveis, as quais apenas geram desconfiança das instituições e custos sociais.
--

Leonardo Secchi é professor na Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG) da UDESC em Florianópolis autor do livro Políticas Públicas - Conceitos, Esquemas de Análise, Casos Práticos. 

Antigo Colégio Aristiliano Ramos começa a dar lugar ao novo centro de Lages

A previsão é que o serviço seja concluído até o final de semana. Após a retirada de materiais reutilizáveis, como portas e janelas, os resíduos serão levados para uma área no Bairro Morro Grande 

O prefeito Antonio Ceron e o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Lages, João Alberto Duarte, acompanharam na manhã desta sexta-feira, 8 de Dezembro, o início dos trabalhos de demolição da estrutura do antigo colégio Aristiliano Ramos.

Localizado no calçadão da praça João Costa, no centro da cidade, o prédio foi interditado pela Defesa Civil em dezembro de 2011, após a constatação de deterioração e de riscos de desabamento. “Essa estrutura faz parte da história da cidade, mas estamos escrevendo um novo capítulo, porque embora esse projeto não tenha iniciado na nossa gestão, coube a nós, entretanto, destravar o processo. Conseguimos adequar o projeto de revitalização as necessidades do comércio e temos a garantia de recursos do governo do Estado para executar uma obra que vai ficar para as próximas gerações”, explica o prefeito Antonio Ceron.

O edital para contratação da empresa que vai executar o projeto de revitalização da área central já está em andamento, e será contratado pelo Estado. O secretário de Planejamento e Obras do município, Clayton Bortoluzzi explica que os trabalhos de demolição iniciaram agora para assegurar o reaproveitamento de materiais e garantir que o terreno esteja preparado para o início da obra quando a licitação estiver pronta. Ainda segundo ele, a estrutura metálica e a cobertura do ginásio devem ser reaproveitadas para implantação de alguma outra estrutura esportiva da cidade, que ainda está em definição.


O serviço, que será executado em fases, por blocos, iniciou com a retirada de portas e janelas do prédio principal, e que serão reaproveitadas no programa Reuso, da secretaria de Assistência Social e Habitação do município. Com o auxilio de uma escavadeira hidráulica, a previsão é que o serviço executado pela Incopedra Indústria e Comércio de Pedras, seja concluído até o final de semana. Pelo contrato, no valor de R$ 146 mil, firmado em caráter emergencial por dispensa de licitação, a empresa também será responsável pela destinação dos resíduos para uma área de triagem localizada no Bairro Morro Grande e deverá ocorrer ao longo da próxima semana. 



Quinta noite de Natal Felicidade foi como bálsamo para os ouvidos


"Tem muita coisa vindo ainda por aí. Convidamos a comunidade a prestigiar o Natal Felicidade, organizado com carinho para que esta data seja especial no coração de todos." - Mario Hoeller de Souza

Dos cinco sentidos, o mais valorizado na quinta noite de programação do Natal Felicidade foi a audição. Três espetáculos abrilhantaram o evento mais colorido e lúdico da maior cidade da Serra no Parque Jonas Ramos, o Tanque, na noite desta quinta-feira (7 de dezembro). Depois de uma pancada de chuva rápida no final da tarde, um tímido arco-íris ensaiou uma aparição no centro da cidade, deixando o Parque ainda mais belo ao anoitecer. O grupo Ritmando Instrumental, com os músicos Andrey Schonardie, Luiz Augusto de Medeiros (Maraca) e Patrick Mota Schuermann, foi a primeira atração da noite. Prendeu a atenção da plateia ao redor do lago e emocionou pela precisão instrumental ao longo da apresentação que durou em torno de 50 minutos, com canções mundialmente famosas, como What A Wonderful World e a brasileira Aquarela.  
A partir da iniciativa de três acadêmicos de licenciatura em música da Uniplac, Matheus Colossi, Andrey Schonardie e Charlis Carniel, foi formado o grupo em 2010, com a intenção de se estudar a música instrumental. Desde então, o grupo se apresenta em diversos eventos levando a música instrumental com ritmos e gêneros ecléticos, como samba, choro, jazzblues, bossa nova, Música Popular Brasileira (MPB), milonga e chamamé. Além disto, traz à tona clássicos numa mistura regional e internacional.
O trio mostra arranjos próprios com diálogos entre gêneros musicais baseados na exploração da linguagem do improviso ao som da flauta, saxofone, escaleta, violão, guitarra, pandeiro, cajon e bombo leguero. "Esta deve ser a quarta vez que nos apresentamos no Natal. Embora veteranos no Natal, a sensação é sempre inovadora. Lages tem muitos músicos bons, inclusive alunos para os quais lecionamos. É uma satisfação sempre poder tocar, motivo de alegria. Estarmos reunidos é ótimo, pois não é sempre que podemos estar juntos porque cada um tem seus afazeres. Tocar é o que a gente mais gosta", salienta Andrey.  
Tiete do grupo assumida, a mãe de Andrey, Zenilda Schonardie, não perde nenhum show do filho e sempre garante lugar na primeira fileira em frente ao palco nas apresentações. "Fiz faxina o dia todo em casa, tomei um banho e vim correndo. Acompanho meu filho há vários anos. Ele é uma bênção, fez pós-graduação e dá aula de música no Sesc. Um orgulho." O secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mario Hoeller de Souza, esteve no Tanque e acompanhou os shows. "Tem muita coisa vindo ainda por aí. Convidamos a comunidade a prestigiar o Natal Felicidade, organizado com carinho para que esta data seja especial no coração de todos."

A voz aveludada de Danieli Porto

Na sequência do Natal Felicidade, por uma hora e 20 minutos, o público foi agraciado com o show dos músicos de renome regional, Danieli Porto, Matheus Colossi e Glaucio Maciel, formando um trio reconhecido. É um dos poucos grupos que possuem músicas cantadas e instrumentais, já que dispõe de violino, teclado, violão, guitarra semiacústica e voz. Consiste em um grupo versátil, com repertório diferenciado, que vai desde jazz, MPB, pop, samba, clássico, nativista, românticas, cantadas ou instrumentais, até o estilo livre. Entre as músicas interpretadas na quinta estiveram Photograph e Endless Love.

Blues no Tanque

A noite encerrou com o show do grupo Blues in Box, levando o blues para o palco do Tanque, tornando mais próximo da comunidade o gênero e forma musical originado por afroamericanos no Extremo Sul dos Estados Unidos em torno do fim do século XIX. Banda de "Cigar Box Guitar", formada em 2014, em Lages, tem como objetivo mostrar canções do blues a partir do uso de instrumentos confeccionados artesanalmente, semelhantes aos utilizados na época da grande depressão (Pós-Primeira Guerra Mundial), que iniciou em 1929 e se estendeu ao longo da década de 1930.
Foi um show com grandes clássicos do blues tocados apenas com cigar box, que é um antigo instrumento de cordas ressonante, feito com caixas parecidas com as de charutos. Tem esse nome devido às características semelhantes às das caixas de charutos e cigarros construídos com uma fina camada de madeira. Não possui dimensões, cordas e sons padronizados. Atualmente, o grupoBlues in Box tem como metas a difusão do seu trabalho para as demais regiões do país e a busca de parcerias para expandir os horizontes e alavancar a carreira.

A folga da família

O operador de máquinas, Roberto Wichinheski e a esposa Daniela Hulgen aproveitaram a folga de trabalho dele para passear no Tanque e conferir as atrações da noite. O casal convidou os três filhos, Camile, de cinco meses, Guilherme, de sete e Luane, com quatro anos, e saiu do bairro São Miguel direto para o Centro. "Natal no Tanque para mim é novidade. Está num espaço bonito, principalmente por causa das águas. Escolhemos hoje (quinta) por ser meu dia de folga. Eu trabalho seis dias e folgo quatro", lembra o pai, ressaltando que mais importante do que os presentes de Natal é celebrar a harmonia. Os filhos estão pensando nos pedidos ao Papa Noel. "Eu quero uma boneca", diz Luane, enquanto o corintiano Guilherme diz: "Eu quero quatro bolas originais e controles de videogame. A decoração do Mundo Encantado no Tanque torna o ambiente ainda mais convidativo. Na Praça João Ribeiro (Praça da Catedral), a Casa do Papai Noel pode ser visitada das 13h às 19h até o dia 9, e daí em diante das 14h às 21h.

Atrações desta sexta-feira (8 de dezembro), todas no Tanque:

19h30min - Dançar Passarela
20h30min - Grupo Tchê Loco Natal Feliz
21h30min - Entrevero Serrano
Fotos: Marcelo Pakinha 

 

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Demolição do Colégio Aristiliano Ramos tem hora e data para começar

A demolição do prédio antigo do Colégio Aristiliano Ramos, localizado na área central de Lages, está marcada para começar a partir das 8h desta sexta-feira, 8.  O secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) João Alberto Duarte e o proprietário da empresa Incopedra Indústria e Comércio de Pedras e Construção Ltda, Ezequias do Santos Pinto, assinaram no início da tarde desta quinta-feira, 7, a ordem de serviço para a demolição e destinação dos resíduos.

"Com a ordem de serviço liberada, estamos dando o primeiro passo para efetivar a revitalização do centro de Lages, já que temos R$ 20 milhões garantidos pelo governador Raimundo Colombo para realizar todo o projeto", salienta o secretário executivo da ADR Lages, João Alberto Duarte.  O serviço foi contratado em caráter emergencial por dispensa de licitação, ao custo de R$ 146 mil, em valor único e irreajustável. O processo que resultará na demolição do Colégio Aristiliano Ramos teve início na última quinta-feira, 30 de novembro, com a transferência dos quiosques para a praça João Costa, e a instalação do tapume que isola o prédio público. Durante a semana, a empresa prestadora do serviço também acertou todos os trâmites contratuais e técnicos para a liberação da ordem de serviço. 


De acordo com Esequias dos Santos Pinto, a demolição será feita com auxílio de uma escaveira hidráulica e deverá ser concluída ainda no sábado.  "É um serviço rápido, que se executa em um dia e meio a dois", destaca. Já o transporte dos resíduos, para uma área de triagem localizada no bairro Morro Grande, deverá se estender ao longo da próxima semana. O transporte será feito por caminhões basculantes, que deverão trafegar pela Rua Presidente Nereu Ramos, em direção ao Terminal Rodoviário. A Polícia Militar e a Guarda Municipal também participam do planejamento para isolamento da área, de acordo com a necessidade da empresa prestadora de serviço, mas priorizando minimizar eventuais transtornos e eliminar riscos à população que circula pelas imediações do calçadão e das ruas laterais ao prédio.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Proerd recebe carro zero quilômetro com recursos economizados na Câmara de Vereadores


Na noite desta terça-feira (5), durante a formatura dos 1.220 alunos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), no Centro Serra, a presidente do Legislativo Lageano, Aida Hoffer e o prefeito Antonio Ceron (ambos do PSD) realizaram a entrega de mais um veículo adquirido com recursos economizados no ano de 2017 pelos vereadores de Lages. A Câmara repassou à prefeitura R$ 50 mil para serem destinados ao Proerd, desse valor R$ 38.500,00 foram utilizados na compra de um Gol modelo 2018 e o restante R$ 11,5 mil ficarão à disposição do programa educacional.

O coordenador executivo do Proerd, 3º sargento Paulo da Silva Ribeiro disse que a ação da Câmara representa a funcionalidade do programa e vem para facilitar e operacionalizar o trabalho desenvolvido com as crianças e adolescentes nas escolas. “Este automóvel será utilizado para o deslocamento dos policiais até as instituições e nós estávamos precisando de mais esse suporte. Queremos agradecer a parceria dos vereadores e de todos envolvidos nesse processo. São iniciativas como esta que possibilitam a continuidade desse programa de sucesso”, agradeceu.

Administração municipal discute questões contratuais com os conselheiros do empreendimento

“O Conselho Administrativo do Lages Business Park está de acordo com as exigências legais em relação à efetiva doação e escrituração do terreno, pois são necessárias e pertinentes para o pleno sucesso deste importante empreendimento”, diz o prefeito Antonio Ceron 
O prefeito Antonio Ceronesteve reunido nesta quarta-feira, 6 de dezembro, com membros doConselho Administrativo do Lages Business Park para tratar do processo de doação e escrituração do terreno para implantação doempreendimento, que consiste em um condomínio multissetorial de indústria, comércio e serviços às margens da BR-282, no distrito de Índios.
Na reunião foram debatidas as questões legais para que se finalize, efetivamente, o processo de doação e escrituração do terreno.São pendências como a complementação do projeto executivo do Lages Business Park (memorial descritivo de execução) e a execução do contrato conforme chamamento público número 07/2016, que consiste na garantia equivalente a 5% do valor do empreendimento por meio de caução em dinheiro ou títulos da dívida pública, seguro-garantia ou fiança bancária.
Além do prefeito Ceron e dos conselheiros do empreendimento, participaram do encontro o presidente da Associação Empresarial de Lages (Acil), Sadi Montemezzo; o vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Antonio Wigers;o procurador-geral do município, AgneloMiranda; e os secretários municipais do Planejamento e Obras, Claiton Bortoluzzi; do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mário Hoeller de Souza; e da Administração e Fazenda, Antonio Arruda.

“OConselho Administrativo do Lages Business Park está de acordo com as exigências legais em relação à efetiva doação e escrituração do terreno,pois são necessárias e pertinentes para o pleno sucesso deste importante empreendimento”, diz o prefeito Antonio Ceron.

Será bloqueado o tráfego de veículos e pedestres a partir das 20h no entorno da Praça dos Bandeirantes

Usuários das vias interditadas deverão buscar alternativas sugeridas pela Diretoria de Trânsito da Prefeitura
Por determinação do Ministério Público, a Diretoria de Trânsito da Prefeitura de Lages (Diretran) informa que o trânsito será totalmente interrompido nesta quinta-feira, dia 7 de dezembro, a partir das 20h, no trecho entre as ruas Cristiano Brascher, Praça dos Bandeirantes, Rua Pedro Cândido e Avenida Marechal Floriano, conforme mapa em anexo. Ainda conforme determinação da Promotoria, o bloqueio será total, inclusive para pedestres.
Os condutores das ruas Sete de Setembro e Avenida Marechal Floriano (sentido centro, cemitério Cruz das Almas) terão como alternativa de tráfego seguir pela rua Sete de Setembro. Por sua vez, os condutores das ruas João Cruz Júnior e Maximiliano Batalha poderão seguir pela contramão (com muita atenção) na Avenida Marechal Floriano, até a rótula com Dom Joaquim do Arco Verde.

Já os condutores que estão se direcionando ao centro deverão seguir pela Rua São Joaquim e tomar a Rua Sete de Setembro.

Música marca o segundo dia de apresentações da Escola de Artes

Música marca o segundo dia de apresentações da Escola de Artes


De David Bowie, Queen, Pink Floyd, Legião Urbana, passando por clássicos e músicas tradicionalistas, os alunos de piano, violão, teclado, violino e acordeon mostraram ao público muita emoção e desenvolvimento técnico na arte aprendida nos ensaios
A noite da terça-feira, 05 de dezembro, foi de continuidade da semana de apresentações dos alunos dos cursos da Escola de Artes, da Fundação Cultural de Lages, no Teatro Marajoara. Depois das performances de teatro na segunda-feira, a primeira etapa dos shows de música mostrou um pouco do que alunos e instrutores desenvolveram durante o ano.
De David Bowie, Queen, Pink Floyd, Legião Urbana, passando por clássicos e músicas tradicionalistas, os alunos de piano, violão, teclado, violino e acordeon mostraram ao público muita emoção e desenvolvimento técnico na arte aprendida nos ensaios na Fundação Cultural e na Escola de Artes. As apresentações desta terça-feira foram coordenadas pelos instrutores: Álvaro Xavier, Bianca Del Pizzol, Danieli Porto, Matheus Colossi, Ricardo Guasselli, Rene Santos e Thiago de Paula.
O superintendente da Fundação Cultural de Lages, Giba Ronconi, diz que, como na noite de abertura com o teatro, o que a Escola de Artes tem mostrado é que a cidade está não só descobrindo novos valores na cultura, mas tem dado oportunidades para a nova geração de artistas se manifestar em espaços públicos. “Estamos atendendo uma determinação do prefeito Ceron de valorizar o nosso artista. Uma prova de que as ações na área da cultura estão atingindo seus objetivos. O menino Enzo, de apenas quatro anos é um dos exemplos, com o acordeon, ele não só deu um bonito espetáculo como tenho a certeza que despertou o interesse em outras pessoas para aprender música 

O PMDB do Sul reforça movimento contra a cúpula nacional

O PMDB do Sul reforça movimento contra a cúpula nacional


Em reunião da executiva, líderes catarinenses também manifestam posição contrária
Liderado pelo PMDB de Santa Catarina, o movimento que pede a renovação da cúpula nacional do PMDB ganha cada vez mais força. Nessa segunda-feira (4), representantes dos Diretórios Municipais do PMDB de Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, Rafael Xavier, Celso Sandrini e Antenor Ferrari, se reuniram na Capital, com o presidente do PMDB/SC, deputado Mauro Mariani, para discutir um posicionamento diante da Convenção Nacional do partido, marcado para o próximo dia 19. O grupo decidiu que irá mobilizar as bases e deixá-las preparadas para marcar posição contra a cúpula nacional no dia do evento. “É uma reação contra a concentração de poder da executiva nacional, que pretende esvaziar os diretórios municipais e estaduais. Temos a responsabilidade de exigir a renúncia da cúpula e buscar pessoas sérias e comprometidas com um novo rumo para o Brasil”, destacou Mauro Mariani.
Na próxima quarta-feira, em Brasília, uma reunião entre os presidentes de diretórios estaduais do PMDB pode engrossar ainda mais o movimento, já que pelo menos oito estados estariam contra a cúpula nacional. “Os peemedebistas de Florianópolis estão engajados nesse movimento do PMDB do Sul pela renovação da cúpula nacional. O PMDB de Santa Catarina não é esse de Romero Jucá”, ressaltou o vereador Sandrini.
EXECUTIVA PMDB/SC – Em reunião da executiva estadual do PMDB, também na manhã de segunda-feira (4), os líderes do PMDB catarinense  renovaram manifestação contra a cúpula nacional. De acordo com o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, o Brasil e Santa Catarina têm pautas mais relevantes e urgentes do que as que serão discutidas na convenção nacional, remarcada para dia 19 de dezembro . “Com foco no trabalho, planejamento e organização continuamos construindo o plano de governo para 2018, ouvindo as demandas catarinenses e debatendo com os diversos setores da sociedade propostas e necessidades”, disse.
A convenção nacional do PMDB pretende deliberar a troca do nome da sigla, para MDB; adequações do estatuto partidário; o programa partidário; a implementação da nova política de integridade, governança e compliance do partido. “ A executiva atual não tem legitimidade para definir o futuro da sigla, antes de qualquer mudança, é preciso a renovação dos nomes que aí estão. O momento exige mudança”, afirma Mariani.
Com foco em 2018, os peemedebistas catarinenses também deliberaram pela realização de um grande encontro, em fevereiro deste ano, para apresentação do diagnóstico dos anseios, demandas e potencialidades de Santa Catarina aos prefeitos, vice-prefeitos, presidentes municipais e coordenadores regionais. O documento é o início do plano de governo que o PMDB apresentará nas eleições do próximo ano. “ Após percorrer todas as regiões de Santa Catarina, ouvindo as demandas e debatendo com a sociedade civil organizada suas necessidades e propostas, o PMDB tem a radiografia do estado que servirá de base para seu plano de governo”, explica Mariani.

Também presentes na reunião da executiva, os ex-governadores Casildo Maldaner e Paulo Afonso; o vice-presidente, deputado Valdir Cobalchini; a presidente do PMDB Mulher, Dirce Heiderscheidt; o secretário da Infraestrutura, deputado Luiz Fernando Cardoso Vampiro; o secretário da Administração, Milton Martini; o presidente da JPMDB, Roberto Souza Junior; o vice-prefeito de Brusque, Ari Vequi; entre outros.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Estação Cultural leva espetáculos a quatro cidades catarinenses em dezembro

Projeto da Fundação Catarinense de Cultura estreia neste sábado (9) e promoverá oficinas e apresentações artísticas em cerca de 50 municípios até o próximo ano
 Começa no próximo sábado (9) a programação do Estação Cultural, projeto itinerante da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) que levará atividades artísticas a até 50 cidades de Santa Catarina. Na primeira etapa, que ocorrerá nos dias 9, 10 e 16 de dezembro, os municípios de Ituporanga, Quilombo, São Lourenço do Oeste e Lages vão receber os espetáculos que terão entrada gratuita (veja na programação abaixo).
 A primeira inicial consistirá em quatro escalas, cada qual com uma apresentação artística, como teatro, música e circo e ocorrerá em praças e teatros. A FCC se encarrega da seleção dos projetos e contratação das atrações, tendo os municípios como parceiros na divulgação das ações e disponibilização de espaços, datas e horários para as apresentações. Das cinco ações iniciais, três se concentrarão no sábado (9) e domingo (10), ficando para Lages, no dia 16, o encerramento da primeira etapa.
 Para a seleção, foram levadas em consideração, como critério de escolha das apresentações, aquelas com melhor classificação no edital promovido pela FCC para escolha das atrações e, também, a disponibilidade dos municípios em receber as atividades. Os demais projetos que foram selecionados serão incluídos em agenda, cuja organização deve começar na próxima semana e tem execução prevista para 2018.”O Estação é um projeto de circulação, integração e de estímulo à produção cultural catarinense. São mais de 150 projetos selecionados, mobilizando todas as regiões catarinenses, levando as mais variadas formas de expressão artísticas e também de conhecimento, por meio de oficinas. O que o projeto busca é a valorização do nosso artista, da sua produção e também a formação de público no Estado”, explica o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.
 O projeto da Fundação Catarinense de Cultura ocorrerá em até 50 municípios no estado de Santa Catarina com oficinas e apresentações artísticas. A iniciativa é embrião de uma política pública que visa à democratização do acesso às atividades culturais, com atrações de abrangência estadual. O objetivo da FCC é contribuir para atrair diversos tipos de públicos, valorizando ações que fomentem a reflexão e a discussão dos temas abordados e possibilitando a troca de linguagens artísticas e culturais entre as regiões catarinenses.
 Inicialmente programado para ser executado em outubro deste ano, o Estação Cultural sofreu alterações em seu cronograma orçamentário, de seleção e qualificação dos projetos, culminando com o lançamento em dezembro de 2017 e realização ao longo de 2018. “Em virtude dessas alterações, trabalhamos com a construção de um novo calendário que concilie a disponibilidade de agenda de artistas, oficineiros e dos municípios a serem atendidos”, adianta o presidente da FCC.
 O piloto do projeto, intitulado Verão Cultural, ocorreu no Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis, nos meses de janeiro e fevereiro de 2017. No total, o projeto atingiu um público de aproximadamente 21 mil pessoas.
 Programação Estação Cultural 2017
Cidade: Ituporanga
Data: 09/12/2017
Horário: Das 9h às 12h
Local: Praça Frei Gabriel - Centro
Atração: “Coisas que fazem o coração correr mais rápido”. Nesta intervenção artística, a atriz Paula Bittencourt oportuniza aos participantes – de forma confidencial – recordações importantes de suas vidas. Durante a performance, a atriz fica caracterizada com a personagem “Velha”, permanecendo por três horas dentro da casinha, onde o público é convidado a entrar, de forma individual, em seu mundo e compartilhar de um universo lúdico, sendo a única coisa que importa é dividir “o afeto e as coisas que fazem o coração correr mais rápido”. Vencedor do Prêmio Funarte Artes na Rua 2013, o espetáculo estreou em dezembro de 2014 em Florianópolis e, desde então, já realizou mais de 34 apresentações em diferentes cidades catarinenses.

Cidade: Quilombo
Data: 10/12/2017
Horário: 20h
Local: Praça Municipal Helio Antônio Farezin - Centro
Atração:La Conquista - A Conquista da Prima Vera”, da Cia Dalecirco.  O casal de palhaços Pitucada Rosa e Chico Chan apresenta seu repertório repleto de habilidades circenses, mas isso é só um pretexto para uma sequência de situações raras e hilárias que parece não ter fim. As personalidades dos dois vão se modificando, renovando a atenção do espectador de tal maneira que parece que a apresentação acaba de começar. A participação ativa do público traz ao espetáculo a expansão do novo, mágico, e exclusivos momentos, vivenciados com intensidade e entrega. Com seus jogos cômicos, demonstram a bagagem adquirida pela dupla nesses seis anos de realizações, nos quais, sem querer contar uma historia, retratam a vida a partir do olhar do palhaço e sua lógica de fazer rir e refletir

Cidade: São Lourenço do Oeste
Data: 10/12/2017
Horário: 20h30
Local: Teatro Professor Arno Ignácio Etges - Anexo ao Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira
Atração: “A Mariana e a Benzedeira da Ilha”, da Cia Sandra Baron. Espetáculo de teatro de formas animadas inspirado nas narrativas de homens e mulheres sobre bruxas e benzedeiras, onde a cultura açoriana apresenta de um lado a mulher que faz o bem, que cura, que reza e de outro a mulher que faz o mal, que ameaça, tão poderosa quanto, mas também feminina. Duas versões do feminino, como se ressalta nas narrativas locais, demonstrando um poder de domínio das mulheres. A concepção do espetáculo apresenta Ana Francisca, uma benzedeira interpretada por uma boneca de espuma em tamanho natural; Mariana, neta de Ana Francisca; Suzana, melhor amiga de Mariana e Zecão, pretendente de Mariana; todos interpretados pela atriz manipuladora Sandra Baron.

Cidade: Lages
Data: 16/12/2017
Horário: 20h
Local: Teatro Marajoara - Rua Presidente Nereu Ramos, 64 - Centro
Atração: Espetáculo “Imagens de Ópera”, do Grupo de Teatro O Dromedário Loquaz. Alicia Cupani (soprano) e Eugênio Menegaz (piano) apresentam o espetáculo/recital de árias interpretadas numa perspectiva lúdica e imaginária. Em seus aposentos, um jovem pianista conversa diretamente com o público, revelando sua paixão pela ópera. Este pianista narrador vai abordando aspectos importantes do gênero lírico de maneira simples e bem humorada. Com linguagem atual, vai recorrendo sobre a história da ópera, suas principais características, os compositores, os enredos, os personagens, as vozes, entre outros temas. À medida que os assuntos vão se desenvolvendo, a soprano interpreta diversas árias, com sutis mudanças de figurino e adereços, para ilustrar cada tema tratado.