quarta-feira, 29 de julho de 2015

CASAN presta socorro à cidade mais atingida pelas cheias

A CASAN anunciou na manhã desta quarta-feira,29, quatro ações de socorro emergencial aos moradores de Coronel Freitas atingidos pela enchente que destruiu boa parte do município na semana passada. Em visita à cidade do Oeste catarinense, o presidente da CASAN, Valter José Gallina, comunicou ao prefeito Mauri Zucco e a líderes locais as providências que devem ajudar a amenizar o drama das famílias atingidas.
1. A CASAN pediu à prefeitura uma relação dos proprietários dos imóveis mais atingidos pela água para avaliar a redução na fatura. No caso dos imóveis destruídos, os proprietários serão obviamente isentados da tarifa e, em alguns casos, a Companhia fará o ressarcimento de valores eventualmente cobrados.
2. A CASAN também vai arcar com os custos dos caminhões-pipas que estão sendo utilizados na cidade desde o dia 14, quando o município entrou em colapso em função das chuvas.
3. Na próxima segunda-feira, a Companha iniciará de forma emergencial a implantação de uma adutora que levará agua do poço da localidade de Simão Lopes para o restante do município. Esta adutora, de três quilômetros de extensão e diâmetros de 150mm e 200mm, beneficiará toda a população, melhorando o abastecimento. O poço de Simão Lopes tem capacidade de produzir 60 metros cúbicos por hora.
4. A CASAN também está iniciando imediatamente o estudo para construir uma Estação de Tratamento de Agua (ETA) na cidade. Hoje o município é abastecido somente por poços e não conta com Estação de Tratamento.
Coronel Freitas foi alagada com a subida dos rios Taquaruçu e Xaxim, que se encontram justamente dentro da área do município. Entre as 7h e às 10h30min da manhã do dia 14 de julho as águas subiram com força suficiente para alagar imóveis residenciais e comerciais, destruindo ainda parte da pavimentação e derrubando postes e árvores.
O presidente da CASAN percorreu na manhã desta quarta-feira alguns dos locais mais destruídos pela Natureza, acompanhado do prefeito Zucco e do senador Dario Berger, do PMDB. Aos colegas da CASAN na região Gallina solicitou todo o empenho e agilidade possíveis para amenizar o drama. "As medidas anunciadas pela CASAN superaram nossas expectativas", disse o prefeito Mauri Zucco ao agradecer a solidariedade.

Secretários municipais apresentam balanço da Semana do Meio Ambiente

Estiveram reunidos na manhã dessa quarta-feira (29) entidades e secretários de agricultura dos municípios pertencentes a Amures, para apresentar o resultado do trabalho desenvolvido durante a Semana do Meio Ambiente, realizada em junho.
Cada representante teve espaço para falar sobre a experiência e mostrar imagens aos colegas. Em alguns municípios as atividades terão continuidade e serão realizadas durante o ano todo.
Distribuição de cartilhas educativas, plantio de mudas nativas, cavalgada ecológica, canoagem, soltura de alevinos, feira de ciências, mostra de projetos, palestras, edição especial do Lendo e Relendo, do Instituto José Paschoal Baggio, e até exposição de fotográfica foram algumas das atividades desenvolvidas. Todas voltadas a preservação e conscientização ambiental. Outro evento que teve grande repercussão e deve ter continuidade foi o Seminário Regional, voltado aos gestores municipais que reuniu mais de 200 pessoas na Uniplac.  
O diretor executivo do Cisama, Selênio Sartori ressaltou o grande sucesso e comentou que esse deve ser um projeto de continuidade. “Em 2014 foram sete municípios, esse ano tivemos a adesão de doze, em 2016 queremos ver os 18 municípios da Amures integrados e participando” disse.



Agnes Samantha
Assessoria de Imprensa
AMURES - Associação dos Municípios da Região Serra

Rua Otacílio Vieira da Costa, 112 - Centro
Lages - SC - 88501-50
agnes@amures.org.br
www.amures.org.br

Prefeito e empresários falam sobre a expansão da Idaza em Lages

Atualmente a capacidade está em 35 milhões de litros mensalmente, chegando a 70 milhões depois de consolidadas as mudanças estruturais
O prefeito Toni Duarte recebeu em seu gabinete, na quinta-feira (23), o diretor proprietário da Idaza Distribuidora de Petróleo, Enio Pedro Piccini, e o chefe do pool em Lages, Alaor Abreu. A empresa atua no bairro São Miguel e objetiva aumentar a capacidade de armazenamento de combustíveis. A tramitação de documentos relacionados ao processo foi uma das discussões. “Temos convicção de que em seis ou sete anos Lages será uma das principais cidades de Santa Catarina em termos econômicos”, avalia o prefeito Toni.
Atualmente a capacidade da Idaza está em 35 milhões de litros mensalmente, chegando a 70 milhões depois de consolidadas as mudanças estruturais. A expansão do mercado atendido (atualmente vai até o Meio-Oeste) contempla o Extremo-Oeste catarinense e o Norte do Rio Grande do Sul. O combustível chega a Lages pela linha férrea. O volume de 15 vagões de trem de descarga de combustíveis por dia está sendo elevado para 45 a partir da ampliação.
Lages terá um dos maiores polos
Dos atuais cem caminhões tanque que trafegam pela Bernardo Küster diariamente, o número passará para 200. A rua recebeu pavimentação asfáltica recentemente, antes era de chão batido. Estuda-se um novo acesso à empresa. “No futuro teremos um dos maiores polos de distribuição de combustíveis de Santa Catarina, igualando-se à mesma capacidade do de Itajaí, o maior do Estado, e de Biguaçu”, calcula o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Juliano Chiodelli.
Ele diz que postos de trabalho serão gerados e haverá incremento de ICMS, reforçando a receita municipal. Os investimentos totais da empresa chegarão a R$ 15 milhões, incluindo-se o desvio ferroviário. Novas 30 vagas de emprego serão geradas de forma direta e mais 120 indiretas entre caminhoneiros e ajudantes. A sede da Idaza é em Curitiba. O procurador-geral do Município, Maurício Batalha, acompanhou a reunião.
Legenda: A tramitação de documentos relacionados ao processo foi um dos assuntos em pauta (Foto: Sandro Scheuermann)

Arraiá de São João movimenta o Centro Pop

Este é um equipamento público de referência e atendimento especializado à população adulta em situação de rua, no âmbito da Proteção Social Especial
O Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua, o Centro Pop e Acolhimento, realizou na sexta-feira (24) o seu arraiá de São João. Muita música, trajes típicos, decoração, pescaria e guloseimas tradicionais garantiram a integração. Em Lages, o Centro Pop é um equipamento público de referência e atendimento especializado à população adulta em situação de rua, no âmbito da Proteção Social Especial.
O atendimento a estas pessoas, que se encontram em vulnerabilidade social, é feito em um primeiro momento pela equipe do serviço especializado em abordagem social, responsável pela busca ativa e o mapeamento dos indivíduos, nos territórios. Os usuários deste serviço são crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos e famílias que utilizam espaços públicos como forma de moradia ou sobrevivência.
Já quando o atendimento necessita ser mais específico e especializado, os usuários têm a disposição o Centro Pop Acolhimento, na rua Frei Gabriel, que possui instalações para proporcionar também vivências para o alcance da autonomia e estimular, além disso, a organização, mobilização, participação social e  a construção do vínculo familiar.
De acordo com o diretor de Proteção Social Especial, Joatan Pereira, o trabalho da equipe técnica é garantir que os usuários tenham acesso às redes de serviço como saúde, educação, previdência social, trabalho e renda, habitação, cultura, esporte, lazer, segurança alimentar e nutricional. Outros programas e serviços da Assistência Social também participaram da Festa de São João do Centro Pop.
Legenda: Muita música, trajes típicos, decoração, pescaria e guloseimas tradicionais garantiram a integração (Foto: Ari Junior) 
_

terça-feira, 28 de julho de 2015

Abertas inscrições para cursos na área hidráulica

As opções são Soluções Hidráulicas, Vendedor Tigre e de Reparo Hidráulico Especialmente para Mulheres

Uma nova alternativa de profissionalização de mão de obra está surgindo em Lages por intermédio de uma parceria público-privada entre a prefeitura e as empresas Marin Logística e Construmax. O empresário Max Ricardo Marin, em 2013, disponibilizou gratuitamente um técnico da Suvinil para qualificar pessoas em pintura imobiliária e efeitos decorativos, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, com 40 inscritos. Agora, em 2015, a Marin e Construmax estão oferecendo três tipos de cursos.
As opções são Soluções Hidráulicas, Vendedor Tigre (empresa de tubos e conexões) e de Reparo Hidráulico Especialmente para Mulheres. Cada curso terá duração de um período do dia, das 19 às 22h. As aulas acontecerão dias 1º, 2 e 3 de setembro, ministradas por um técnico da Tigre. Serão 35 vagas. O curso acontecerá no auditório do Banco do Emprego. As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas pelos números de telefone 3224-0700 e 3224-0600 ou pessoalmente, na secretaria (rua Sebastião Furtado, 81, Centro, esquina com a rua Benjamin Constant), esta semana das 8h às 18h e a partir de segunda-feira (3) das 13h às 19h.
As inscrições, aulas, materiais e certificado serão entregues sem custos aos participantes. Podem inscrever-se pessoas a partir dos 18 anos. “Os cursos geram oportunidades à população, renovando potencialidades, apostando num novo negócio, quem sabe, como prestador de serviços a domicílio”, incentiva o secretário de Desenvolvimento Econômico, Juliano Chiodelli.
Uma das intenções das capacitações é suprir parte das necessidades da lista de vagas em aberto no Banco do Emprego, que recebe alta demanda de vagas nos segmentos de elétrica e manutenção industrial. “Faltam eletricistas. E a área hidráulica é uma linha em ascensão. O curso servirá para aquelas pessoas com perfil de aperfeiçoar seus conhecimentos, mudar de rumo profissional ou mesmo para quem deseja realizar melhorias dentro de casa”, exemplifica a gerente de Captação de Vagas e de Qualificação, Silvana Borges. “No caso das mulheres, o curso de reparo dará autonomia para consertar pequenos problemas de vazamentos, rompimento de canos”, exemplifica.

Outros apoios do empresário
Silvana Borges recorda que o empresário Max Ricardo é um incentivador da qualificação em Lages, indo além, renovando móveis de videobrinquedotecas e salas de leitura de Centros de Educação Infantil Municipal (Ceims), sem custos, a partir da recuperação da pintura de cadeirinhas destinadas aos estudantes, suprindo parte da infraestrutura, colocando em prática o Projeto Cantinho da Leitura Marin – Investindo no Futuro das Crianças de Lages, em parceria com as Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Educação.







Festival de Dança de Joinville tem participação de lageanas

Aunas do curso de balé da Escola de Artes Elionir Camargo Martins, da Fundação Cultural de Lages, sobem ao palco do Festival de Dança de Joinville, pela primeira vez, nesta terça-feira

Foram três anos de ensaios e espetáculos e finalmente o sonho de se apresentar num dos maiores festivais de dança do mundo será realizado. Alunas do curso de balé da Escola de Artes Elionir Camargo Martins, da Fundação Cultural de Lages (FCL), sobem ao palco do Festival de Dança de Joinville, pela primeira vez, nesta terça-feira (28). As jovens dançarinas vão interpretar a coreografia Xote das Bonecas, da professora Areta Campos, na categoria Palco Aberto.
A seleção foi bastante criteriosa e as meninas conseguiram passar por um crivo junto a outros 2.526 candidatos. O Xote das Bonecas tem duração de três minutos e meio e é uma mistura de jazz e forró. As 16 bailarinas, entre 13 e 17 anos, são embaladas pela música de Luiz Gonzaga, Xote das Meninas. O transporte é custeado pela prefeitura, assim como todas as despesas das alunas que subirão ao palco.

Na plateia
No sábado (1), outros 120 alunos da escola estarão no festival para prestigiar o evento. Várias ações foram realizadas para angariar fundos para que a viagem fosse possível. A coordenadora da Escola de Artes, Carla Zonatto, enfatiza que são adolescentes de vários níveis sociais que terão uma oportunidade única de conhecer dançarinos famosos com suas técnicas e coreografias de tirar o fôlego.
Ela diz que todos estão em contagem regressiva para este momento. “Com certeza voltarão com uma bagagem muito maior de conhecimento e trocas de experiências, importante para incentivá-los a continuar na dança”, diz Carla. O incentivo e parceria dos pais também foram muito importantes para que o sonho fosse realizado. As alunas foram matriculadas desde muito pequenas no balé da Escola de Artes e desde a tenra idade fortaleceram a paixão pela dança.


De folga na quarta rodada, Inter fará jogo-treino em Araranguá no domingo

Para manter os atletas com ritmo de jogo na rodada de folga da equipe, o Internacional de Lages fará um jogo-treino contra o Araranguá, no próximo domingo. A partida será realizada em Araranguá, a partir de 15h.
Na primeira metade da década de 90, o adversário colorado no jogo-treino integrou a elite do futebol catarinense. Em 1992, Araranguá e Inter decidiram a Copa Santa Catarina, em um dos jogos com maior público na história do Estádio Vidal Ramos Júnior. O Araranguá ficou com o título, posteriormente anulado nos tribunais. Em uma segunda decisão, contra o Brusque, o Brusque foi o campeão.
A Araranguá afastou-se do futebol em 1995, mas retomou suas atividades em 2014, no futebol amador. No profissional, o clube conquistou o título da segunda divisão, em 1988, e a Copa Santa Catarina de 1991.

O Inter folga na quarta rodada da Série D do Brasileiro. A equipe volta a entrar em campo no dia 9 de agosto, em casa, contra o Operário de Ponta Grossa.

Carmen Zanotto realiza balanço das ações do primeiro semestre deste ano

A parlamentar, apresentou ainda, o PL 216/2015 que Acrescenta o art. 46-A à Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997 (Lei das Eleições), para dispor sobre a realização obrigatória de debates entre os candidatos a cargos eletivos do Poder Executivo, durante o período destinado à propaganda eleitoral gratuita.
A deputada também criou o PL 275/2015 que altera a Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012, que "dispõe sobre o primeiro tratamento de paciente com neoplasia maligna comprovada e estabelece prazo para seu início", para que os exames sejam realizados no prazo de 30 dias.
Aprovação
Carmen ressalta, como uma grande vitória, a aprovação do Projeto de Decreto Legislativo (PDC 1442/14), de sua autoria sustando o art. 1º e o Parágrafo Único do art. do 2º da Portaria 1.253/13, do Ministério da Saúde, que “altera atributos de procedimentos na Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do Sistema único de Saúde.”  O PDC foi apresentado quando a deputada era suplente na legislação passada. A Portaria definia a prioridade para a realização de mamografia de rastreamento (realizada em mulheres que não apresentam sintomas da doença) apenas para mulheres entre 50 e 69 anos.“Se conseguirmos salvar uma mulher com o exame preventivo do câncer de mama, já podemos considerar um sucesso”, afirmou Carmen.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Cozinha Comunitária promove almoço julino


Equipamento serve em média 350 refeições por dia entre almoço e janta para a comunidade carente do bairro Guarujá e adjacências

Um almoço especial marcou a sexta-feira (24), com as comemorações de São João da Cozinha Comunitária, localizada no loteamento Vila Esperança, no bairro Guarujá. O local foi todo enfeitado para a ocasião e as pessoas almoçaram ao som de músicas caipiras. O cardápio, como não poderia deixar de ser, foi relacionado ao tema da festa com quirera, cachorro-quente, quentão sem álcool e de sobremesa uma canjica.
A Cozinha Comunitária de Lages é administrada através de gestão compartilhada entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Centro Espírita Obreiros da Nova Era. O equipamento distribui em média 350 refeições por dia entre almoço e janta para a comunidade carente do bairro Guarujá e adjacências. “Nós disponibilizamos uma nutricionista responsável que coordena todos os trabalhos com a entidade parceira”, explica o secretário municipal de Assistência Social, José Amarildo Farias.
A Cozinha Comunitária se destina ao preparo de refeições variadas distribuídas gratuitamente à população em situação de vulnerabilidade social, garantindo a esse público o direito humano à alimentação adequada. O público-alvo das Cozinhas Comunitárias é formado preferencialmente pelas pessoas indicadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRASs). Os equipamentos fazem parte da estrutura operacional do Sistema Nacional de Segurança Alimentar (Sisan) e buscam a erradicação da extrema pobreza.

Inicia a campanha de vacinação contra a hepatite B em Lages

As Unidades de Saúde dos bairros Santa Helena, Santa Catarina e Guarujá e a Central de Vacinas disponibilizaram ainda teste rápido para detecção precoce de hepatites B e C, sífilis e vírus HIV

Sábado (25) foi Dia D de Mobilização Estadual Contra as Hepatites Virais. A campanha prossegue até sexta-feira (31). A Central de Vacinas, junto à Vigilância Epidemiológica, no Centro, e as 23 salas das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com atendimento das 8h às 17h, receberam o público. A secretária de Saúde, Rose Possato, visitou todos os locais. “As pessoas que trabalham o dia inteiro de segunda a sexta não têm tempo para buscar a proteção em dias úteis. No sábado foi possível esse público vacinar-se”, diz.
A vacina de combate à hepatite B é realizada em três doses e aplicável a uma ampla faixa etária, a partir do nascimento. Caso a pessoa tenha extraviado o comprovante de vacinas, o esquema poderá ser reiniciado e receberá um novo cartão. “Quem perder o período da campanha poderá procurar a vacina em uma das 23 UBSs e na Central. Porém, temos metas a cumprir”, explica.
A hepatite B é o único dos três vírus (A, B e C) que dispõe de vacina para adultos de forma geral. Crianças de 1 ano a 1 ano, 11 meses e 29 dias já recebem contra a hepatite A. Não existe imunização contra a C. A doméstica Neuza Chaves dos Santos Castro, 62 anos, moradora na avenida Caldas Júnior, esteve na UBS no sábado. “A hepatite é uma doença perigosa”, reconhece.
O Sistema de Informação do Programa de Imunizações (SI-PNI), do Ministério da Saúde, foi iniciado em Lages em março de 2015. “A pessoa que iniciou seu esquema vacinal em Lages poderá dar sequência em qualquer cidade do território nacional, pois as informações do histórico de imunização estarão registradas”, pontua a secretária de Saúde, Rose Possato. De acordo com a secretária Rose Possato, a repetição do esquema vacinal não é prejudicial, porém, tudo em excesso faz mal ao organismo.

Testes rápidos oferecidos gratuitamente

As Unidades de Saúde dos bairros Santa Helena, Santa Catarina e Guarujá e a Central de Vacinas disponibilizaram teste rápido para detecção precoce de hepatites B e C, VDRL (sífilis) e vírus HIV. O teste compreende uma pulsão em um dos dedos da mão. O procedimento dura cerca de 20 minutos. Em caso positivo é realizado o exame confirmatório na Vigilância e posteriormente o encaminhamento para agendamento de consulta médica.